Cidadeverde.com

Ciro dispensa prazo para deputados do Progressistas deixar governo

O presidente estadual do Progressistas, Júlio Arcoverde, chegou a admitir o final do primeiro semestre como prazo  para as lideranças do partido que estão no governo decidirem se permanecem na estrutura administrativa ou seguem na oposição, de acordo com posição política da direção da sigla. Procurado pela coluna, o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, adotou outra orientação. Dispensa prazo e cobranças. Para Ciro, os deputados devem permanecer no governo estadual até março de 2022, limite legal para mudança de partido sem prejuízos para os mandatos. Firmino Paulo, Hélio Isaias, Wilson Brandão e Margarete Coelho são parlamentares do Progressistas com cargos no governo.