Cidadeverde.com

Sucessão na Semar: saída técnica foi a melhor alternativa política

A nomeação do auditor ambiental Daniel Marçal para o cargo de secretário do Meio Ambiente foi encarada com serenidade no bloco alinhado ao Palácio de Karnak. A saída técnica e interina foi a resposta política do governador Wellington Dias aos aliados após rompimento político com a deputada federal Margarete Coelho (Progressistas). O governo ganhará tempo e evita fornecer munição para os adversários. Até o final do ano não é descartado ajuste mais amplo na equipe administrativa com foco na sucessão de 2022.