Cidadeverde.com

Juiz cassa chapa do PL em Teresina e Leonardo Eulálio pode perder mandato

Foto: Arquivo Cidade Verde

O Juiz da primeira zona eleitoral, Dioclécio Sousa da Silva, considerou procedente Ação de Impugnação de Mandato Eletivo impetrado pelo Progressistas e cassou a chapa inteira do PL referente ao pleito de 2020 em Teresina para a Câmara Municipal.

A decisão atinge o mandato do vereador Leonardo Eulálio e beneficia a primeira suplente do Progressistas, ex-vereadora Graça Amorim.

O PL, o vereador Leonardo Eulálio e toda chapa proporcional de 2020 recorrerão ao Tribunal Regional Eleitoral. A base da ação é  denúncia de abuso de poder e fraude na formação da chapa, principalmente na composição das candidaturas femininas.

O vereador Leonardo Eulálio se manifestou através de nota e disse que vai recorrer da decisão judicial. 

Confira a íntegra da nota do parlamentar: 

Acerca da sentença proferida pela Justiça Eleitoral de primeiro grau, foi com surpresa que a recebemos, pois não existe uma linha no processo de qualquer ato irregular, por nós praticado.

A acusação é contra terceiros, que apresentaram suas defesas. Ressaltamos que não obtivemos qualquer benefício com o registro das referidas candidaturas.

Iremos recorrer, acreditamos na justiça e lutaremos para que seja restabelecida a realidade dos fatos.

O recurso possui efeito suspensivo, portanto, continuaremos a exercer normalmente nossa atividade parlamentar em favor do povo teresinense e honrando os 4.597 eleitores e eleitoras que acreditam em nosso trabalho.

Atenciosamente,

 


Leonardo Eulálio
Vereador de Teresina