Cidadeverde.com

O plano de Luis Coelho no PHS

No PRP, o projeto político do ex-prefeito de Paulistana e atual secretário de Mineração do Estado ficou pelo caminho. Não conseguiu emplacar candidatura majoritária em 2014, nem a direção do partido. Ficou sem perspectativa na sigla. No PHS, partido aliado ao governo, Luis Coelho assinou a ficha de filiação e já ficou na presidência da comissão provisória estadual. Após as eleições municipais, o desafio seguinte será pavimentar caminho para três opções de candidatura em 2018: deputado federal, senador ou vice-governador. No primeiro escalão do governo, o caminho natural do PHS sob o comando de Luis Coelho será  apoio à reeleição do governador  Wellington Dias em 2018.