Cidadeverde.com

DEM anuncia apoio a Firmino nesta segunda-feira

O presidente do Democratas na capital, vereador Antônio José Lira, comandará ato político de apoio à reeleição do prefeito Firmino Filho (PSDB). O anúncio será formalizado nesta segunda-feira (25), às 11h, na Câmara Municipal de Teresina. 

"Foi uma decisão madura, norteada por propostas e obras para a nossa cidade e que será formalizada na convenção de julho. Temos que parar com aquele pensamento de que um vereador é a favor ou é contra uma gestão. Prefeito erra; prefeito acerta. Prefeito não só erra; prefeito não só acerta. Fizemos a seguinte pergunta aos 44 pré-candidatos do DEM: qual a candidatura que hoje o democrata poderia contribuir com Teresina? Tentamos candidatura própria, mas não deu certo. A eleição chegou", afirma Antônio José Lira, que assegura partido unido na campanha eleitoral. 

O vereador ressalta que o apoio à pré-candidatura do atual prefeito foi uma decisão coletiva do DEM.

"Foi uma decisão coletiva, mas que tem o meu apoio. Durante todo o meu mandato, cobramos e fomos atendidos. Então é necessário fazer jutiça. Eu ajudei e vou ajudá-lo até o último segundo na eleição", disse. 

Mesmo declarando apoio ao PSDB, o vereador conta que não vai parar de cobrar a concretização de obras na Capital. Para isso, o DEM lançou o "Teresina daqui a 100 dias". 

"A eleição está chegando, mas ainda restam seis meses. Por isso, montamos essa agenda de cobrar a gestão. No fim de semana, visitei  o asfalto que vai interligar o  povoado Santa Luz ao Cajaíbas, que é uma cobrança nossa também. Estivemos também na avendia Josué Moura Santos, que hoje é a avenida mais importante, que interliga a Zona Leste à Zona Norte. Tudo isso faz parte dessa agenda, onde há 25 obras que serão todas executadas, porque nós acreditamos na palavra do prefeito", explica Antônio José Lira. 

Já para compor a bancada da Câmara dos Vereadores, o DEM não fará alianças. "Para a proporcional, o Democratas terá chapa pura e não irá se coligar com ninguém. Temos três mulheres e 31 homens. Temos candidatos sobrando e vamos tentar manter de uma a duas cadeiras na Câmara. Não foi fácil fazer essa chapa. Só eu sei o tanto que eu sofri. Foi confusão de toda ordem", conclui o vereador.