Cidadeverde.com

Cruzamento de folha de pessoal

O cruzamento da folha de pagamento com a Prefeitura de Teresina para descobrir acúmulo de cargos ilegais também já está gerando uma economia de R$ 50 mil na folha. De 2.816 servidores, 17 já pediram exoneração do Estado e 102 estão com processos encaminhados para a Procuradoria Geral do Estado para a abertura de Processo Administrativo.
 
O cruzamento com as outras 223 prefeituras do interior do Estado também já foi feito. Foram descobertos 6.032 casos de irregularidades que estão sendo investigados. A Secretaria Estadual de Administração e Previdência também descobriu contas de servidores que estavam inativas ou sem movimentação de débitos. E solicitou ao Banco do Brasil a devolução de R$ 124.071,15 para a Conta Única do Estado.