Cidadeverde.com

Elmano diz que saída da presidência do PTB foi consensual

O senador Elmano Férrer informou que saiu da presidência do PTB, porque o acerto que havia era de conclusão do mandato até 15 de outubro deste ano. Desse modo, ele honrou esse acordo e entregou a presidência em uma decisão consensual com a legenda.

Ontem, a saída de Elmano foi anunciada e o presidente nacional da sigla, Roberto Jefferson, nomeou o deputado federal Paes Landim para substituir o senador na presidência do PTB no Estado.

A princípio, Elmano permanece no PTB, mas ele confirmou convites do PMDB e PP. Há entendimentos mais avançados com o PMDB, envolvendo os senadores Renan Caheiros, presidente do Senado, Eunício Oliveira, do PMDB do Ceará e os minstros Gedel Viera Lima e Eliseu Padilha, que integram a cúpula do Palácio do Planalto. Contudo, o senador piauiense diz que a decisão ainda não foi tomada.

Ele contou que vai esperar os rumos da reforma política, que volta a ser debatida ainda este ano no congresso, e também vincula eventual mudança de partido a destinação de projetos para o Piauí.

Elmano citou, inclusive, duas prioridades que tem para o Estado, a adutora dos sertões, para resolver problemas de abastecimento no semi-árido e obras de infraestrutura viária em Teresina.

O deputado federal do Piauí, Marcelo Castro (PMDB) já afirmou que o partido tem as portas abertas para receber Elmano, confirmando assim o convite que foi feito pelo peemedebista a ele.