Cidadeverde.com

PSOL quer anular diploma de Luiz Júnior

O partido ingressou com representação da Justiça Eleitoral na última sexta-feira, 16, contra a expedição de diploma ao vice-prefeito eleito e já diplomado da capital, Luiz Santos Júnior (PMDB). O motivo da ação, segundo dirigente do PSOL teresinense, é a condição de réu de Luiz Júnior em processo que tramita na Justiça Federal e que apura denúncias de improbidade administrativa quando o vice-prefeito eleito foi reitor da Universidade Federal do Piauí. E por decisão recente do Supremo Tribunal Federal, réu não pode assumir cargo em linha de sucessão de poder. A decisão do STF atingiu o senador e presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros (PMDB), que mesmo no cargo, não está mais na linha sucessória do presidente da República.