Cidadeverde.com

O reajuste no transporte coletivo de Teresina

O Brasil todo já começou a discutir o reajuste da tarifa de passagem de ônibus. Um tema que não dá para fugir. Em Teresina, o assunto também já está em pauta. Será muito difícil o prefeito Firmino Filho não conceder um reajuste. Tudo que o sistema precisa para operar teve preço reajustado. Os custos de estrutura, considerados fixos, que inclui pessoal (salário mínimo aumentou), veículo, garagem, por exemplo, sofreram acréscimos consideráveis. Só com pessoal, o reajuste nos pagamentos no último ano ficaram 33,7%. Já os custos de operação, considerados variáveis, como combustíveis, lubrificantes, peças e pneus, por exemplo, tiveram aumentos que ultrapassam 15%. Como manter um sistema em funcionamento sem rever o valor da tarifa? Lá na frente, a situação pode piorar.