Cidadeverde.com

Justiça bloqueia R$ 500 mil da prefeitura de São Raimundo Nonato

O retenção dos recursos foi orientada para pagamento de precatórios - decisões judiciais transitadas e julgadas. A prefeitura do município, segundo a prefeita Carmelita Castro (PP), deve cerca de R$ 18 milhões em precatórios - dívida herdada de gestões passadas. Carmelita Castro informou à coluna que os sequestros judiciais envolvem contas do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), Saúde, Educação e outras fontes que compõem a receita do município.  Segundo Carmelita Castro, a herança financeira da prefeitura é a pior possível e compromete a qualidade da gestão pública em São Raimundo Nonato. "A situação é caótica; a dívida em precatórios inviabiliza ações da prefeitura em todas as áreas", afirma Carmelita Castro.