Cidadeverde.com

João Mádison diz que fala em nome do PMDB

O líder do PMDB na Assembleia Legislativa contesta a vice-governadora Margarete Coelho (Progressistas) na polêmica em torno da indicação do companheiro de chapa do governador Wellington Dias em 2018. João Mádison é acusado de praticar chantagem política ao associar a indicação de Themístocles Filho para a vice-governadoria a apoio do PMDB para a reeleição do senador Ciro Nogueira. "Não falo por mim e sim pelo PMDB; é o sentimento do partido", esclarece João Mádison.