Cidadeverde.com

Evaldo Gomes não admite ingerência na "chapinha"

Segundo o deputado estadual e presidente do PTC no Piauí as lideranças dos partidos que integram a coligação que reúne, além do PTC, o Podemos, PR e PCdoB, estão unidas e não abre mão da aliança proporcional para 2018. Os partidos apoiarão a reeleição do governador Wellington Dias, mas nos pleitos para Assembleia Legislativa e Câmara Federal a coligação será diferenciada, fora da coligação com partidos da chapa majoritária. "Não aceitaremos pressão de quem quer que seja. Nossa aliança, também chamada de chapinha, não tem mais volta", afirmou Evaldo Gomes.