Cidadeverde.com

Equatorial recebeu Cepisa falida

Foto: Ascom Presidência da Alepi

Segundo o presidente da concessionária de energia elétrica, Nonato Castro, se fosse privatizada, a Cepisa atrasaria salários dos servidores a partir de setembro deste ano. “Pagaremos até o final do ano cerca de R$ 1 bilhão de dívidas”, revela Nonato Castro, justificando demissões e cortes no fornecimento de energia para consumidores inadimplentes.  

Nesta terça-feira, 16, o presidente da Equatorial participa de reunião com deputados estaduais no gabinete do presidente da Alepi, Themistocles Filho(MDB). No encontro, os parlamentares cobraram programação de investimentos, explicações dos cortes no fornecimento e benefícios para a população carente.

Nonato Castro pediu apoio dos deputados na inclusão de cerca de 300 mil domicílios que estão na faixa de desconto de até 60% na conta de energia. “Infelizmente pouca gente sabe dessa vantagem e a Assembleia Legislativa pode nos ajudar nessa missão”, disse Nonato Castro.