Cidadeverde.com

Dicas para acertar na compra em brechós

Foto: Pexels

 

A cultura de comprar objetos, roupas e acessórios usados parece ter conquistado de vez as teresinenses. Novos brechós e bazares são abertos na capital, oferecendo ao público a chance de renovar o guarda-roupa pagando, às vezes, menos de metade do que as peças custaram um dia. Outro ponto positivo em comprar de segunda mão é poupar matérias primas e recursos naturais do meio ambiente. Voce sabia que a confecção de uma única calca jeans consome mais de 10 mil litros de água? Pois é!

A maioria das roupas e acessórios, disponível em bons bazares, costuma estar intacta, higienizada e sem manchas. Mas é preciso saber escolher para não amontoar no armário peças que não se conectam com o que você já tem.

Foto: @bazarcefc - instagram

 

Brechós com curadoria de profissionais de moda

Pra quem busca peças ultraexclusivas e com informação de moda mais contemporânea, saiba que há bazares beneficentes em Teresina, em que os itens passam por processos de upcycling para se renovar, oferendo mais frescor e um ar mais cool aos looks.

Um desses exemplos é o acervo do bazar beneficente do Centro Espírita Fabiano de Cristo (instagram @bazarcefc). Um projeto desenvolvidos por alunos de graduação em Moda realiza ações que repaginam as peças, que são apresentadas em um edital que supervaloriza os itens deixados à venda no bazar. Estamparia, novos cortes, customização e sobreposições dão nova vida às roupas e acessórios.

Foto: @bazarcefc - instagram

 

Foto: @bazarcefc - instagram

 

Dicas para acertar na compra em brechós

- Não escolha pelo preço, por ser mais barato. Pense se você realmente tem com o que casar a peça que deseja levar. Algo que possa gerar pelo menos três possibilidades de looks é um bom começo;

- Aposte na compra de roupas de tecido naturais, como algodão e linho, ou com menos fibras artificiais, como viscose, que resistem melhor às lavagens sem deformar, têm caimento melhor e duram mais tempo de forma geral;

- Ao comprar calça jeans, observe se o tecido na região da virilha não está gasto e se a barra ou a cintura vão precisar de ajuste. Às vezes, pequenos consertos podem sair mais caro do que o valor pago na peça;

- Vai comprar um calçado? O melhor horário para escolher sapatos é no fim do tarde, quando os pés costumam estar inchados. Assim, o calçado, escolhido à noite, não vai apertar seus pés de manhã.

- Peças de lojas de departamento são frequentes na maioria dos brechós e custam mais barato. Para itens de marcas mais exclusivas, o esperado é desembolsar um pouco mais. Saiba avaliar;

- Tá com peças paradas em casa, sem uso? Você pode vender em consignação nos brechós. Funciona assim: você deixa na loja por um período e, quando vender, você recebe um percentual do valor arrecado, geralmente entre 30 e 50%. Antes de disponibilizar suas peças, pergunte à dona da loja por qual valor a peça terá vendida, para não se decepcionar depois como que sobrar pra você;

- Antes de ir às compras, dê uma olhada no que você já tem no guarda-roupa. Às vezes, o que você precisa são apenas peças para aumentar as possibilidades de uso com o que está parado no seu guarda-roupa. Uma boa dica é fotografar as peças que precisam de complementos e só então ir nos brechos;

Visite os brechós de nossa cidade. Economize e aposte no consumo sustentável para uma vida melhor para todos!