Cidadeverde.com

“Democratização do acesso ao cinema no Brasil” é o tema da redação em 2019

Atualizada às 15h20.

A professora Patrícia Lima, do Grupo CEV, avaliou o tema da Redação do Enem 2019 como inesperado. A prova deste ano lançou como temática “Democratização do acesso ao cinema no Brasil”. No Piauí, a previsão era de que 122 mil pessoas fizessem o exame. Alguns locais de prova apresentaram problemas e muita gente chegou atrasada.

“Um tema inesperado pela especificidade. É um tema muito específico, muito restrito”, afirmou a professora.

Patrícia adianta o que deve ser trabalhado na Redação e aponta que os textos motivadores, que estão presentes na prova, devem nortear os candidatos na escrita. 

“Eles contribuem para ver uma explicação melhor a respeito da temática. Pelo tema em si, é possível fazer uma análise voltado para o acesso ao cinema. A democratização do cinema independentemente da pessoa ser deficiente ou não”, adiantou. 

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

 

Foto: reprodução Redes Sociais

A Redação

A redação deve ser do tipo dissertativo-argumentativo, com até 30 linhas, desenvolvida a partir da situação-problema proposta e de subsídios oferecidos pelos textos motivadores. Redações com menos de sete linhas recebem nota zero, assim como as que reproduzem integralmente trechos dos textos motivadores e de itens do Caderno de Questões.

Um texto dissertativo-argumentativo deve ser opinativo e organizado para a defesa de um ponto de vista. A opinião do autor deve estar fundamentada com explicações e argumentos. Os critérios de correção da redação, com cinco competências, estão detalhados em a Redação no Enem 2019 – Cartilha do Participante.

Foto: Rreprodução Twitter @inep_oficial

A banca avaliadora do Enem 2019 poderá atribuir nota zero à redação que:

  • Não atender à proposta solicitada ou que possua outra estrutura textual que não seja a estrutura dissertativo-argumentativa, o que configurará “Fuga ao tema/não atendimento à estrutura dissertativo-argumentativa”.
  • Não apresente texto escrito na Folha de Redação, que será considerada “Em Branco”.
  • Apresente até 7 linhas, qualquer que seja o conteúdo, o que configurará “Texto insuficiente”.
  • Apresente impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação, o que configurará “Anulada”.
  • Apresente parte do texto deliberadamente desconectada do tema proposto, o que configurará “Anulada”.
  • Apresente nome, assinatura, rubrica ou qualquer outra forma de identificação no espaço destinado exclusivamente ao texto da redação, o que configurará “Anulada”.
  • Esteja escrita predominante ou integralmente em língua estrangeira.
  • Apresente letra ilegível, que impossibilite sua leitura por dois avaliadores independentes, o que configurará “Anulada”.

Enem 2019

Neste primeiro domingo, são aplicadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias, com 90 questões, além da redação. O Enem 2019 tem 5,1 milhões de participantes inscritos.

Os participantes têm cinco horas e 30 minutos para fazer as provas. Aqueles com direito a tempo adicional e que solicitaram o recurso durante a inscrição terão uma hora a mais. Deficientes auditivos e surdos que optaram – e tiveram o pedido homologado – por fazer a videoprova traduzida em Libras terão duas horas a mais de prova.

No próximo domingo, 10 de novembro, serão aplicadas as provas de matemática e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias. Os participantes terão cinco horas para entregar o Cartão-Resposta.

 

Da Redação (Com informações do INEP)
redacao@cidadeverde.com