Cidadeverde.com

Fisioterapia ocular contribui na reabilitação visual

A fisioterapia é comumente associada ao tratamento e prevenção de lesões e doenças na coluna, membros superiores e inferiores. No entanto, a musculatura dos olhos também pode sofrer com problemas específicos. Logo, surgiu uma especialidade dentro do ramo da fisioterapia, que trabalha a musculatura do órgão por meio de exercícios especiais. Atuando como uma atividade recente no Brasil, a fisioterapia ocular inclui a reabilitação dos olhos por meio de exercícios ortópticos. Durante as sessões, o profissional estimula o órgão com movimentos específicos para eliminar dificuldades da motilidade ocular.

Hélio Siqueira, fisioterapeuta ocular, explica que a especialidade é indicada no tratamento de estrabismo latente ou em desvios intermitentes pequenos; insuficiência de convergência, fraqueza da musculatura ocular; e pós-operatório de cirurgias de estrabismo. “Os exercícios monitorados fortalecem e equilibram a musculatura do olho, possibilitando ao paciente a realização natural de atividades diárias" aponta o especialista. O exame de motilidade ocular é indicado para o tratamento de alterações e desvios no movimento do olho, pois mensura as insuficiências musculares, que podem ocasionar visão dupla, dificuldade durante a leitura, perda da concentração, dor de cabeça, dentre outras patologias.

Hélio Siqueira, fisioterapeuta ocular

A especialidade oftalmológica também indicada para o pós-operatório da cirurgia de estrabismo, trabalha com exercícios específicos para a visão binocular, que auxilia na recuperação da funcionalidade visual. Já no caso de deficiências sensoriais e motricidade dos olhos, é indicado o treino da musculatura ocular com estimulação visual e exercícios dinâmicos proprioceptivos. O especialista destaca que os tratamentos podem ser associados com os exercícios realizados em casa. “Realizamos testes sensoriais da visão binocular e suas funções, que são feitos com aparelhos específicos no próprio consultório. No entanto, alguns exercícios podem ser ensinados aos pacientes para que eles realizem sozinhos em casa”, acrescenta Hélio Siqueira.

HGV vai oferecer cirurgia bariátrica e transplante de fígado

O Hospital Getúlio Vargas (HGV) recebeu uma visita técnica da representante do Ministério da Saúde, Adriana Melo, e do diretor da FUNRIO, Rodrigo Amaral, para conhecer in loco os serviços que serão habilitados em alta complexidade no HGV. Com a habilitação, o hospital vai passar a oferecer assistência de alta complexidade à pessoas com obesidade e realizar transplante hepático. A representante do Ministério da Saúde, Adriana Melo, explicou que a visita tem a finalidade de conhecer os serviços que serão habilitados, a estrutura física e saber de que forma o Ministério pode ajudar na agilidade do processo. Os gestores aproveitaram a ocasião para visitar as obras dos 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) que serão concluídos até o final do ano e precisam ser credenciados junto ao Ministério da Saúde. Com a conclusão da obra, será possível também, a habilitação do hospital no serviço de alta complexidade em cirurgia cardiovascular. O Getúlio Vargas já é credenciado para a realização de transplantes de rim e córnea.

Ficar muito tempo sentado pode afetar a memória

Cada vez mais pessoas passam o dia sentadas em seus empregos ou em casa mesmo. E já foi provado como esse comportamento aumenta o risco de doenças do coração, diabetes e até de morte prematura. Com isso, os cientistas da Universidade da Califórnia (EUA) decidiram investigar quais os impactos desse (mau!) hábito para o cérebro. E realmente descobriram uma alteração em uma área importante para a memória. Para tanto, fizeram um estudo preliminar com 35 pessoas entre 45 e 75 anos (25 mulheres e 10 homens). Eles foram questionados sobre suas atividades físicas e o número de horas que ficavam sentados na semana anterior. Depois, passaram por uma ressonância magnética de alta resolução, que observou principalmente o lobo temporal medial, área importante para formação de novas memórias. O que foi percebido é que ficar muitas horas sentado está ligado a um afinamento do lobo temporal medial e mesmo fazendo atividades físicas, elas não anulam esse efeito de ficar tanto tempo sentado. Não dá para dizer, no entanto, que o hábito é o causador desse afinamento. (Fonte: Minha Vida)

Sancionada a Lei que estabelece Semana de Combate à Depressão

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, sancionou a Lei Nº 5.216/2018, que estabelece a Semana Municipal de Combate à Depressão. A autora da norma é a vereadora Teresa Britto (PV). Durante a semana, poderão ser realizadas palestras, audiências públicas, além de propagandas e material informativo, com o objetivo de conscientizar a população sobre os meios de prevenção e os avanços para o tratamento da doença.

Posts anteriores