Cidadeverde.com

Revolução: Paciente recebe caixa torácica impressa em 3D

A impressão em 3D deu um importante passo e poderá ser uma das tecnologias da medicina mais importantes do século XXI. Um paciente, de 54 anos, que perdeu o osso esterno e parte da caixa torácica, recebeu uma prótese de peito impressa em 3D. O material é feito de titânio, considerado leve e bastante resistente. 12 dias depois da cirurgia, ele se recupera muito bem.

 

 

A cirurgia foi realizada pelos profissionais da Universidade de Salamanca, na Espanha. Eles utilizaram tomografias 3D de altíssima resolução e determinaram quais áreas precisavam ser substituídas. A impressão foi feita pela empresa australiana Anatomics. A impressora utilizada na fabricação dessa prótese é a 1ª no mundo e está avaliada em U$ 1,3 milhões.

 

 

Porém, as próteses de titânio são geralmente feitas de várias placas componentes, e podem até mesmo se afrouxar com o tempo, causando complicações futuras.