Cidadeverde.com

Pesquisa: Um terço das mulheres finge orgasmo

O número é intrigante e foi publicado na revista Cosmopolitan. Segundo a pesquisa, 67% das mulheres assumiram ter fingido orgasmo pelo menos uma vez por parceiro. O estudo ouviu 2.300 mulheres. Com relação aos motivos, a proporção foi a seguinte:

- 28%: Fazer o parceiro se sentir bem
- 27%: Terminar a transa rapidamente 
- 42%: Os dois motivos anteriores
- 3%: Outros motivos

 

 

Outra pesquisa realizada aqui no Brasil revela que a metade das mulheres tem dificuldades de chegar ao orgasmo. O estudo foi realizado pelo Projeto de Sexualidade da USP (ProSex). 
Por mais liberal que a sociedade esteja se tornando ainda há dúvidas circundando o tema. Para o psicólogo Alexandre Rodrigues Barbosa, tabus são quase inexistentes e as mulheres, que tinham mais vergonha, têm buscado compreender o assunto com mais naturalidade. Mas a questão é: A quem perguntar, quando se tem uma dúvida sobre sexo?

Além de psicólogos, urologistas e ginecologistas estão os sexólogos. “Como médicos, estes profissionais atuam lidando com as dificuldades no funcionamento sexual. Geralmente, quem procura esse atendimento, no caso dos homens, são pessoas com dificuldades de ereção, ou ejaculação precoce. Entre mulheres, as queixas vão desde a falta de desejo à dificuldade em atingir prazer”, destaca o sexólogo Renato Rodrigues. Mesmo que o assunto esteja na boca do povo, pesquisas revelam que milhares de mulheres ainda não sentem orgasmo durante a relação com seus parceiros. “Existe uma porcentagem de mulheres que nunca tiveram um orgasmo, cerca de 40%. Dessas, 70% sentem o orgasmo através do clitóris, que pode ser pelas mãos, por instrumentos ou mesmo numa relação. E aqui entra a questão que pode complicar. A anatomia da mulher e do homem e a posição na hora da penetração, são detalhes que podem fazer toda a diferença na hora de uma relação”, explica Alexandre.


Fonte: BandaB
Edição: Marcelo Fontenele