Cidadeverde.com

Dia do Fisioterapeuta: Entenda o trabalho desse profissional

A fisioterapia é uma profissão nova no Brasil. Ela completa hoje 46 anos de regulamentação. Na década de 30, no Brasil, os serviços de fisioterapia eram realizados pelos "médicos de reabilitação", como eram chamados na época. Com o passar dos anos, o estudo do movimento foi se transformando em ciência graças à dedicação dos profissionais em adquirirem aperfeiçoamento. Ao contrário do que muita gente imagina, fisioterapeuta não é massagista. Ele recupera lesões, trata dores, reabilita movimentos e fortalece sistemas. Logo abaixo, o blog VIDA fez um apanhado dos direitos, deveres e especialidades da fisioterapia. Uma área que ainda precisa de reconhecimento da sociedade no Brasil. Pois nos estados Unidos e na Europa, o fisioterapeuta é tão respeitado e bem visto como os médicos. Pois nos países de primeiro mundo, foca-se muito na prevenção, o que pode ser oferecido por esse profissional. Enquanto no Brasil, geralmente, o fisio trabalha mais com os tratamentos.

 

 

O DEVER DO FISIOTERAPEUTA:

- Ter capacidade de elaborar o diagnóstico fisioterapêutico, interpretar laudos e exames propedêuticos e complementares detectando as alterações cinético-funcionais apresentadas.
- Prescrever, baseado no que foi constatado na avaliação físico-funcional, as técnicas de tratamento fisioterapêuticas adequadas a cada caso.
- Dar ordenação ao processo terapêutico, quantificando e qualificando as técnicas fisioterapêuticas indicadas.
- Reavaliar sistematicamente o paciente, reajustando ou alterando as condutas terapêuticas, assim como decidir pela alta fisioterapêutica. - Emitir laudos, pareceres, atestados e relatórios.
- Ter capacidade de desenvolver atividades de socialização do saber técnico-científico como palestras, conferências, cursos na sua área de atuação profissional.
- Desempenhar atividades de planejamento, organização e gestão de serviços públicos e privados.
- Prestar consultoria a empresas,industrias, entidades esportivas na área de sua competência.
- Reconhecer e encaminhar adequadamente pacientes portadores de problemas que fogem do alcance de sua formação.

 


- Ter capacidade de realizar aprendizagens independentes criando novos saberes contribuindo para o crescimento e autonomia profissional.
- Sólida formação com referencial teórico-prático embasado em conhecimentos biológicos, humanos e sociais, bio-tecnológicos e fisioterapêuticos.
- Formação generalista que lhe possibilite perceber o contexto do mundo e o contexto mais próximo em que se situa como profissional.
- Ter capacidade de criar e aplicar alternativas de solução para os problemas peculiares de sua profissão.
- Trabalhar eficientemente em equipes de saúde, reconhecendo, valorizando e adequando-se às competências específicas dos seus integrantes.
- Comunicar-se adequadamente com o paciente e seus familiares,lidar com as próprias frustrações e ser sensível ao sofrimento humano. - Manter postura ética, visão humanística, senso de responsabilidade social e compromisso com a cidadania .
- Ter capacidade de avançar continuamente nos conhecimentos e no domínio de tecnologias e práticas pertinentes
- Co-participar efetiva e permanentemente da construção de um projeto social em que os homens possam coletivamente buscar respostas às suas inquietações e anseios, numa sociedade em que se institua a igualdade sem eliminar diferenças.
- Participar na produção de conhecimentos na área da Fisioterapia utilizando adequadamente procedimentos de metodologia científica.
- Saber interelacionar conhecimentos de diferentes áreas para assistir ao indivíduo como um todo.

 


AÇÕES PROIBIDAS AO FISIOTERAPEUTA:

- É PROIBIDO receitar medicamentos. É terminantemente proibido essa prática. Caso o paciente necessite ser medicado, o mesmo deverá ser encaminhado ao médico.
- Atuar em Fisioterapia sem o registro no Crefito regional é EXERCÍCIO ILEGAL DA PROFISSÃO. 
- Fisioterapeuta NÃO dão diagnósticos clínicos, e sim, cinesiológicos.
- Consultas Fisioterapêuticas apenas PESSOALMENTE. Não pode fazer consultas por telefone, redes sociais, entre outros meios.
- É PROIBIDO a divulgação de dados/fotos de pacientes sem a autorização do mesmo por escrito.
- Antes de qualquer tratamento, o Fisioterapeuta deverá AVALIAR seu paciente e fazer a sua ficha de Anamnese. Esse registro tem que estar sempre atualizado e no local de tratamento.
- Auxiliar em Fisioterapia NÃO EXISTE mais à alguns anos. Portanto, a prática dessa ação é PROIBIDA.
- Venda de tratamentos por Fisioterapeutas em sites de compras coletivas É PROIBIDO.
- O Fisioterapeuta é o responsável pelo seu paciente, devendo assim prestar socorro inicial caso haja algum imprevisto.
- O Fisioterapeuta deve procurar solucionar o problema do paciente o mais rápido possível, procurando sempre a sua alta.
- As orientações após cada atendimento de Fisioterapia deve ser dado pelo Fisioterapeuta.
- O Fisioterapeuta NÃO PODE fazer cirurgias e aplicar medicamentos.

 

 

ESPECIALIDADES

• Fisioterapia Pediátrica, Neonatológica e Hebeátrica
Especialidade que utiliza de métodos e técnicas próprias para o tratamento de enfermidades de recém-nascidos, crianças e adolescentes.

• Fisioterapia Gerontológica
Estuda, previne e trata as disfunções decorrentes do processo de envelhecimento, mediante a administração de condutas fisioterapêuticas, prevenindo problemas funcionais e promovendo a recuperação funcional global de pessoas idosas.

• Fisioterapia Dermato Funcional
Especialidade da Fisioterapia que diagnostica, estuda e trata as afecções dermatológicas e intertegumentares.

• Fisioterapia do Trabalho
Atua em empresas e/ou organizações detentoras de postos de trabalho, intervindo preventivamente e/ou terapeuticamente de maneira importante para a redução dos índices de doenças ocupacionais.

• Fisioterapia Uroginecofuncional e Obstétrica
A Fisioterapia aplicada à uroginecologia tem como principal objetivo a prevenção e o tratamento de disfunções urinárias, fecais e sexuais, por meio de recursos diversos, entre eles a reeducação do assoalho pélvico e musculatura acessória, os quais serão submetidos a exercícios de fortalecimento. A Fisioterapia Obstétrica se baseia em promover uma melhor adaptação da mulher às mudanças do seu corpo no período de gestação, preparando todas as suas estruturas para o parto.

• Fisioterapia Neurofuncional
Área da Fisioterapia que visa ao estudo, diagnóstico e tratamento de distúrbios neurológicos que envolvam ou não disfunções motoras. A fisioterapia neurofuncional induz ações terapêuticas para recuperação de funções, entre elas a coordenação motora, a força, o equilíbrio e a coordenação. A terapêutica em Fisioterapia neurológica baseia-se em exercícios que promovam a restauração de funções motoras, de forma a resolver deficiências motrizes e aperfeiçoar padrões motores, com importante fundamentação nos princípios neurofisiológicos da facilitação neuromuscular proprioceptiva.

Fisioterapia Traumato-Ortopédico-Funcional
Estuda, diagnostica e trata as disfunções musculoesqueléticas, de origem ortopédica ou decorrente de traumatismos, além de doenças de origem reumatológica. Utiliza os recursos terapêuticos para aumentar a capacidade de movimentação, estimular a circulação e diminuir as dores de pacientes com fraturas, traumas musculares e entorses.

Fisioterapia Respiratória
Conjunto de procedimentos fisioterapêuticos que visam melhorar a dinâmica respiratória, remover secreções brônquicas, obtendo assim melhor função respiratória. Além das técnicas manuais, existem diversos equipamentos que auxiliam na obtenção destes resultados.

Fisioterapia Orofacial
Atua principalmente na saúde bucal em conjunto com a Odontologia, tratando de disfunções da articulação temporomandibular, além de tratar disfunções relacionadas à deglutição, sucção, problemas oculares e pré e pós-operatório de cirurgias plásticas faciais.

Fisioterapia Desportiva
Atua diretamente nas atividades esportivas, na preparação, prevenção e recuperação de lesões no processo de reabilitação de atletas em clubes, times, academias, etc.

Fisioterapia Manipulativa
A Fisioterapia Manipulativa Musculoesquelética ou Terapia Manual é uma área de especialização da Fisioterapia que lida com o manejo de condições neuro-músculo-esqueléticas, embasada no raciocínio clínico, usando abordagens de tratamento altamente específicas incluindo técnicas manuais e exercícios terapêuticos. A Terapia Manual também abrange e é conduzida pelos dados científicos disponíveis, evidência clínica e pelo quadro biopsicosocial de cada paciente.

Fisioterapia Oncofuncional
A Fisioterapia Oncofuncional tem como objetivo preservar, manter, desenvolver e restaurar a integridade cinético-funcional de órgãos e sistemas do paciente, assim como prevenir os distúrbios causados pelo tratamento oncológico.

Fisioterapia em Terapia Intensiva
A Fisioterapia aplicada na UTI tem uma visão geral do paciente, pois atua de maneira complexa no amplo gerenciamento do funcionamento do sistema respiratório e de todas as atividades correlacionadas com a otimização da função ventilatória.
O Fisioterapeuta também possui o objetivo de trabalhar a força dos músculos, diminuir a retração de tendões e evitar os vícios posturais que podem provocar contraturas e úlceras de pressão.

Fisioterapia em Home Care
É a Fisioterapia realizada diretamente na casa do paciente. Otimiza-se um plano de tratamento global.

Acupuntura
A acupuntura é o conjunto de conhecimentos teórico-empiricos da medicina chinesa tradicional que visa à terapia e a cura através de aplicações de agulhas e de moxas, além de outras técnicas.

Fisioterapia Cardiológica
Reabilitação Cardíaca como atividades necessárias para assegurar da melhor maneira possível as condições físicas, mentais e sociais do cardiopata, possibilitando seu retorno à comunidade e proporcionando vida ativa e produtiva. 

Fisioterapia Ortóptica
A metodologia da Fisioterapia ocular esta baseada no equilíbrio da musculatura intrínseca do olho e toda sua relação com as cadeias musculares e tem como objetivos: Identificar as possíveis causas dos transtornos posturais através do desequilíbrio ocular, entender as relações entre os distúrbios visuais e os distúrbios cinéticos funcionais, assim como desenvolver habilidades no âmbito de prescrição de exercícios oculares para melhora do equilíbrio postural.

• Fisioterapia na Reabilitação Vestibular
Consiste na realização de exercícios que podem reduzir e até mesmo eliminar os sintomas de tontura e desequilíbrio associados à uma desordem vestibular.

• Fisioterapia na Reeducação Postural
O Fisioterapeuta utiliza técnicas para melhorar a postura do paciente, alongando, trabalhando a respiração, fortalecendo e melhorando a consciência corporal desse indivíduo.

• Empreendedorismo e Gestão para Fisioterapeutas
Gestão de clínicas e consultórios, marketing estratégico em saúde, gestão financeira e Business Plan.

Perícia Judicial
No caso de um processo entre empresa/funcionário, o Fisioterapeuta, realizará uma anamnese do funcionário e utilizará de testes específicos entre outros recursos, além do seu conhecimento em Biomecânica, Análise Cinético Funcional, Anatomia, para elaborar um Laudo Cinesiológicofuncional, que será anexado ao processo e encaminhado ao juiz que julgará o caso.