Cidadeverde.com

Pesquisa revela que pessoas curiosas têm aprendizado acelerado

Quem nunca ouviu a expressão "a curiosidade matou o gato"? Pois é... Mas ela pode ser a chave do conhecimento. É o que revelou uma pesquisa feita por cientistas da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos. Eles analisaram o cérebro humano e observaram que o aprendizado era favorecido ao instigar a pessoa por um tema desconhecido.

 

 

Os voluntários da pesquisa que se sentiam instigados por algo novo demonstraram uma vontade maior de saber informações sobre o assunto e tinham mais facilidade para compreendê-lo e para reter essas informações. A pesquisa foi publicada na revista Neuron, onde os os autores realizavam uma série de perguntas sobre temas que poderiam despertar o interesse dos voluntários, que tinham seus cérebros monitorados por ressonância magnética funcional. 

As questões não visavam descobrir se os indivíduos sabiam as respostas, mas simplesmente instigar a curiosidade deles. Ao analisar a atividade cerebral dos participantes, notaram-se diferenças significativas na atividade de neurônios quando o tema abordado despertava o interesse da pessoa. Além disso, testes de memória mostraram que era mais fácil para os sujeitos recordarem informações que diziam respeito a esses temas.