Cidadeverde.com

Saiba como pedir ajuda em caso de pensamentos suicidas

No exercício da profissão do jornalismo o profissional se depara com situações inusitadas quase que diariamente. E hoje, o blog VIDA foi surpreendido com a mensagem de uma internauta, de 15 anos, que preferiu não ser identificada. No e-mail, ela pede ajuda para não cometer suicídio. Veja:

"preciso de ajuda psicológica....tenho problemas de me relacionar na família.. é o que dizem..e tenho ideias, ate mesmo atos suicidas....quero muito a ajuda de um especialista...pois não.sei mais o que fazer".

Ela não deixou telefone de contato e o endereço de e-mail não existe. Mas fomos atrás de especialistas em busca de respostas que possam passar tranquilidade a esta adolescente. Por telefone conversamos com o presidente do Conselho Regional de Psicologia, Dr. Eduardo Moita, que possui seis especialidades (entre elas, em saúde mental e saúde da família). Ele explica que sem ver a pessoa fica difícil dar um diagnóstico: "Essa jovem precisa ser identificada. Para isso, ela deve procurar conversar com algum psicólogo. Assim, será possível fazer uma consulta bem detalhada, conhecer seus anseios e ajudá-la".

O presidente do Conselho Regional de Psicologia ainda sugere que a adolescente e todas as pessoas que passam por situação parecida procurem os Centros de Atendimento Psicossocial - CAPS, distribuídos em diferentes regiões. "Hoje os melhores profissionais em saúde mental do Piauí trabalham nos CAPS. E o melhor, é gratuito. Alguns deles atendem 24 horas por dia. É o caso dos CAPS AD (álcool e drogas). A gente precisa quebrar esse preconceito que existe dentro de nós quando procura-se atendimento na psicologia", complementa Dr. Eduardo Moita.

Presidente do Conselho Regional de Psicologia, Dr. Eduardo Moita


Mais opções:
O blog VIDA recebeu informação da jornalista Mayara Sousa de que no hospital Lineu Araújo é oferecido um serviço gratuito com psicólogos e psiquiatras. Para facilitar o acesso aos serviços, não é preciso marcar consulta. Basta chegar no local e agendar o atendimento. O telefone do hospital Lineu Araújo para mais informações é o 3215 9131.

Sensibilizado com o fato, o conselheiro tutelar Djan Moreira nos mandou mensagem dizendo que a adolescente precisa ser encaminhada para o Centro de Referência Especializado da Assistência Social - CRAS, onde deverá receber o devido acompanhamento. O serviço é solicitado pelo Conselho Tutelar da zona em que a pessoa mora. O telefone do plantão do Conselho Tutelar  99470 0654. Se preferir, tem o disque 100 (disponível para todo o Brasil).

A coordenadora do movimento "Altos à Favor da Vida", psicóloga Djacira Vieira, colocou um serviço de telefone à disposição das pessoas que enfrentam problemas que afetam o psicológico. A ideia é ouvir essas pessoas para oferecer acolhimento e, se necessário, encaminar a um serviço especializado. O telefone é 99402-5306.