Cidadeverde.com

Deputada sugere vacinação contra o HPV em meninos

A deputada federal Iracema Portella (PP-PI) encaminhou recentemente ao Poder Executivo, a Indicação nº 1692, de 2015, sugerindo ao Ministério da Saúde que promova a vacinação de meninos contra o HPV no âmbito do Sistema Único de Saúde, SUS.
 
A vacinação contra o Papiloma Vírus Humano (HPV) foi recentemente incorporada ao SUS. Trata-se de um instrumento fundamental para a prevenção do câncer de colo de útero.

Iracema Portella explicou que a cada ano, ocorrem mais de 15 mil novos casos desse tipo de tumor no Brasil. O câncer de colo de útero é o mais prevalente entre as mulheres na Região Norte, ocupando a segunda posição no Centro-Oeste e no Nordeste e a terceira no Sul e no Sudeste.
 
“Tivemos, portanto, um grande avanço na prevenção do câncer de colo de útero com a vacinação. No entanto, para complementar esse esforço, muitos especialistas defendem que os meninos também sejam vacinados”, justificou.

 


 
Segundo especialistas, isso é teoricamente defensável, pois se eles forem vacinados contra o HPV, no futuro, as mulheres estariam também protegidas, uma vez que o vírus é sexualmente transmissível.
 
O próprio virologista alemão Harald zur Hausen, ganhador do Prêmio Nobel, em 2008, pela descoberta de que o HPV está associado ao câncer de colo do útero, apoia tal iniciativa. Além de quebrar a cadeia de transmissão, protegendo as mulheres, a vacinação protegeria os meninos contra futuros tumores provocados pelo HPV (como os de garganta e outras estruturas da cavidade oral, pênis e ânus).
 
“Por todos esses motivos, enviamos ao Executivo o projeto de indicação, solicitando ao Ministério da Saúde que determine as providências para que análises de efetividade sejam realizadas, de modo a fundamentar a vacinação contra o HPV em meninos por meio do SUS”, concluiu a deputada piauiense.