Cidadeverde.com

Mulheres agredidas poderão fazer cirurgia plástica pelo SUS

Mulheres vítimas de violência física poderão fazer cirurgia plástica reparadora pelo SUS. Isso será possível graças a uma portaria assinada pela presidente Dilma Rousseff, no último dia 8 de março, oportunidade em que foi comemorado o Dia Internacional da Mulher. Esta ação tem parceria com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica que identificou 400 locais de referência neste tipo de procedimento e que podem agilizar o atendimento às vítimas da violência.

Serão realizados procedimentos de plástica reparadora e construtiva, tratamento de queimaduras, correções de pele (face, cabeça e pescoço), correção ocular e cirurgia da mama. Também são oferecidas a estas mulheres a restauração da orelha, tratamento para os joelhos, mãos, pés, lábios, nariz, maxilar e gengiva, entre outras especialidades.

 

Com isso, o Governo Federal espera resgatar a dignidade e a autoestima das vítimas de agressões físicas. Para ter direito aos procedimentos plásticos, a mulher deverá procurar uma UBS ou algum posto do ESF para solicitar encaminhamento para consulta especializada com cirurgião plástico. Na ocasião, será necessário apresentar um documento oficial que comprove a agressão (Boletim de Ocorrência ou protocolo de atendimento aos serviços de proteção á mulher).