Cidadeverde.com

Mania de perseguição: O problema é psicológico e tem tratamento

Você conhece alguma pessoa que vive dizendo ser perseguida? Que fulano e cicrano estão de "complô" contra ela? E percebeu, também, que as outras pessoas não estão nem aí para quem se diz perseguida? Pois é... Esse tipo de problema é psicológico e é conhecido como "mania de perseguição". O paciente chega a criar situações e acreditar nelas. E o(a) portador(a) do problema atinge severamente outras pessoas ao fazer julgamentos precipitados sobre o outros e começa a semear mentiras e discórdia no ambiente. Dia após dia o indivíduo alimenta este sentimento e tenta mostrar ser normal com postagens artificiais na rede social. Mas, a recomendação dos especialistas, é que os parentes ou amigos de portadores da mania de perseguição procurem ajuda psicológica ou psiquiátrica. Preocupado com a situação, o blog VIDA traz dicas especiais para um possível tratamento.

É importante atentar para o fato de que a própria mania de perseguição é um sintoma para vários distúrbios ou problemas psicológicos. Por isso o ideal é que aquele que sofre com ela procure orientação com um especialista: psicólogo ou psiquiatra, para descobrir o que realmente está afetando as emoções e levando o indivíduo a ter tais sensações. Curar, por exemplo, problemas de autoestima pode ajudá-lo a afastar um pouco a ideia de que as pessoas não gostam de você. O especialista em recursos humanos, Luiz Edmundo Rosa, afirma que quando você sente que há perseguição no ambiente de trabalho, uma boa alternativa seja conversar com alguém de confiança que participe do mesmo ambiente, já que ela pode clarear a falsa percepção de que há uma conspiração contra você. Mas, claro, esse caso é quando se trata de uma mania de perseguição moderada. Em outros, o tratamento terapêutico e até psiquiátrico deve ser a alternativa mais eficiente.

A psiquiatra Kátia Mecler também explica que o fato de alguém sentir que os outros não lhe dão valor pode ser a projeção dela mesma nas outras pessoas, ou seja, se aquele que tem mania de perseguição tem uma autoestima muito baixa, acreditando que tem pouco valor e que não merece créditos por nada, por exemplo, ele pode estar projetando esse sentimento externamente, por isso sente que os outros não gostam dele ou tentam prejudicá-lo. Uma coisa é certa: Papai do céu tá vendo!

Com a mania de perseguição, quem sofre com o problema tenta prejudicar o outro

 

Concentrar ações para elevar a autoestima é um método eficiente para amenizar a mania de perseguição, em casos moderados. Alguns desses métodos:

- Realizar esportes ou atividades salutares que ajudem a afastar maus pensamentos;
- Cuidar bem do sono, procurando dormir bem, em horários definidos;
- Cultivar relações sociais saudáveis, evitando amizades que deixem a pessoa para “baixo”;
- Procurar ambientes que trazem bons sentimentos, evitando ao máximo locais que não combinam com o jeito de ser da pessoa que tenha a mania de perseguição, como aqueles onde haja pessoas com ideias, comportamentos e padrões muito diferentes.


 

Fonte: Família
Edição: Marcelo Fontenele (jornalista e fisioterapeuta)