Cidadeverde.com

Blog VIDA em Fortaleza: Simpósio debate e primeira infância

Blog Vida - Direto de Fortaleza


Palestras e trocas de experiências no campo da educação e da saúde infantil ganharão espaço no I Simpósio da Primeira Infância, nestes dias 6 e 7 de outubro, na sede da Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP/CE). Para enriquecer os debates, o Simpósio contará com a participação de dois renomados palestrantes. Um deles é Jayme Murahovschi, médico pediatra especialista por proficiência em gastroenterologia pediátrica. É Doutor pela Faculdade de Medicina da USP e Livre-docente em Pediatria Clínica pela Escola Paulista de Medicina, Professor Titular de Pediatria da Faculdade de Ciências Médicas de Santos. É autor premiado de vários trabalhos científicos. Outra palestrante é a médica Sophie Eichmann, de Pernambuco, especialista em Neurologia Pediátrica que se dedica aos estudos do desenvolvimento infantil. Sua tese de doutorado teve como tema o “Desenvolvimento infantil: fatores determinantes e impacto de um programa de estimulação psicossocial”.

Primeira Infância
Está comprovado cientificamente, segundo o médico clínico e psicoterapeuta João Augusto Figueiró, presidente do Instituto Zero a Seis, que até os 6 anos de idade, mais de 90% de toda a circuitaria cerebral está formada. O argumento de que a primeira infância é decisiva na formação do adolescente e do adulto passou a sustentar-se em estudos e pesquisas científicas nos últimos 100 anos. Mais recentemente, a neurociência evidenciou que episódios precoces de natureza física, emocional, social e cultural permanecem inscritos por toda a vida nas conexões sinápticas, por meio de fenômenos de neuroplasticidade e biomoleculares. De um modo geral, chama-se Primeira Infância ao período que vai desde a concepção do bebê até o momento em que a criança ingressa na educação formal. Isso quer dizer que a Primeira Infância engloba a gestação, o parto e os primeiros anos de vida da criança. Como o início da educação formal não se dá na mesma idade em todos os países, há diferentes noções do final da Primeira Infância. No Brasil, consideramos que a Primeira Infância acaba quando a criança completa seis anos de idade. De acordo com os especialistas, a Primeira Infância é um período muito importante para o desenvolvimento da criança e as experiências dessa época são relevantes para o resto da vida, mesmo aquelas que acontecem durante a gestação e enquanto o bebê é pequeno, ainda não sabe falar e nem tem memória apurada dos fatos que acontecem à sua volta.