Cidadeverde.com

As seis profissões que mais sofrem com depressão

A pesquisa é de 2016 e foi divulgada agora pelo Ministério da Previdência Social. Somente no ano passado, 75.300 trabalhadores foram afastados por causa da depressão. 37,8% deles tiveram direito ao auxílio-doença por causa de episódios recorrentes. A estimativa é que este número seja maior, já que existe o risco de subnotificações, por conta da dificuldade de comprovar o papel do ambiente de trabalho na ocorrência de episódios depressivos. O Ministério da Previdência elencou as seis profissões onde os trabalhadores mais sofrem com a depressão: Controladores de voo, profissionais da área de segurança, juízes, jornalistas, médicas e pessoas ligadas ao mercado financeiro.