Cidadeverde.com

ENTREVISTA: Método francês trata dores e restrições de movimentos

Por causa dos avanços em pesquisas e experimentos, a área da saúde tem avançado rapidamente. Na fisioterapia, por exemplo, são cada vez mais eficazes os novos tratamentos apresentados no Brasil, mesmo que já sejam utilizados há muito tempo nos países de primeiro mundo. Um diagnóstico bem feito e a prescrição correta dos procedimentos tiram várias pessoas da fila de cirurgias. Uma técnica francesa, chamada de Método François Soulier, é pouco conhecida pela população. Pois existem poucos fisioterapeutas com esta formação internacional, sobretudo, aqui em Teresina. Apenas uma pessoa no Brasil está habilitada a proferir cursos neste método. O blog VIDA convidou a fisioterapeuta Socorro Cabral para nos explicar quais os benefícios desta técnica. Ela é especialista em fisioterapia neurofuncional e tem formações internacionais nos métodos Busquet e François Soulier.
 
MARCELO FONTENELE - O que é este método François Soulier, que pouco se ouve falar em Teresina?
DRA. SOCORRO CABRAL - O Equilíbrio Neuromuscular – ENM, Método François Soulier, é uma técnica desenvolvida por François Soulier, após estudar o aparelho activador methodos, durante cinco anos com a colaboração de um engenheiro, a partir de um dinamômetro. O activador é uma caneta que gera vibrações. Foi criada por quiropatas, nos EUA, para substituir as mãos numa técnica manipulativa do sacro. O equilíbrio neuromuscular tem por objetivo fazer a correção de bloqueios articulares e o reajuste tônico, mediante a aplicação da caneta para gerar vibração precisa e suave no sentido da correção da lesão. Pouco se ouve falar sobre o Método François Soulier, em Teresina, porque o número de pessoas com essa formação é muito reduzido. À partir de setembro deste ano essa quantidade aumentará devido ao curso que será organizado pelo fisioterapeuta David Reis. Fico feliz em saber que a população piauiense e circunvizinha terá mais acesso a esse importante e eficaz recurso terapêutico. Como também, ao ver o interesse da mídia local em divulgá-lo.
 
MARCELO FONTENELE - Essa técnica pode ser aplicada em que situações, quais problemas?
DRA. SOCORRO CABRAL - A técnica é indicada no tratamento de dores articulares aguda e crônica, restrições de movimento, redução da amplitude de movimento e lesões esportivas. A sutileza das vibrações e o baixo esforço físico exigido do paciente possibilitam que a técnica seja aplicada desde a pediatria até geriatria com sucesso. Praticamente não existem contraindicações. 
 
MARCELO FONTENELE - Como a senhora avalia a eficácia desse tratamento? E os pacientes reagem como?
DRA. SOCORRO CABRAL - Costumo dizer que tenho a bênção de trabalhar com o Método Francois Soulier desde junho de 2015. Em relação a eficácia do tratamento obtive excelentes resultados em todos os pacientes nos quais apliquei. É duplamente eficaz, porque promove melhora imediata do paciente e facilita o desempenho profissional. Quanto a avaliação por parte dos pacientes, tenho recebido feedback positivo.  Todos relataram melhora da dor, ganho e/ou melhora da mobilidade e bem estar geral após o primeiro atendimento.
 
MARCELO FONTENELE - Ela pode ser usada, aliada a outras técnicas? 
DRA. SOCORRO CABRAL - Sim. A técnica do Método ENM, pode ser utilizada combinada com qualquer outra técnica, exceto com os tratamentos de massoterapia e eletrotermoterapia. Considerando que a informação reflexa é a base do ENM e que esses dois recursos (massoterapia e eletrotermoterapia) podem comprometê-la, a orientação é que eles sejam realizados anteriormente.
 
MARCELO FONTENELE - Por que as pessoas estão procurando mais a fisioterapia especializada, que geralmente é ofertada com pagamento em espécie?
DRA. SOCORRO CABRAL - Acredito que o crescimento da quantidade de pessoas procurando pela fisioterapia especializada, justifica-se pela sua maior resolutividade. A fisioterapia especializada tem por objetivo identificar e tratar causas do adoecimento. Esse tópico é merecedor de outra entrevista específica. Contudo vou abreviar informando que o paciente é convidado a assumir o auto compromisso com hábitos de saúde. O convite se dá porque a obtenção dos objetivos definidos no Planejamento Terapêutico é diretamente proporcional ao comprometimento dele com a constância na execução das orientações que recebe do fisioterapeuta.