Cidadeverde.com

ENTREVISTA: Saiba como retardar o envelhecimento da pele

Os cuidados com a pele vêm recebendo cada vez mais atenção das pessoas, isso em qualquer idade. Mas com a chegada dos 30 anos, esses cuidados devem ser redobrados, aconselha a dermatologista Kamilla Santos. O motivo é que com o avanço da idade há redução na produção de colágeno e elastina, que são proteínas responsáveis pela formação dos ligamentos do corpo e pela elasticidade da pele.  Em um Estado com alta incidência solar como o Piauí, o impacto do envelhecimento na pele é ainda maior, pois o sol é considerado o grande vilão do envelhecimento precoce. A entrevista do blog VIDA é especialista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia(SBD). ela dá dicas para manter a pele jovem ou retardar o envelhecimento. Confira:  

Dra. Kamilla Santos, médica dermatologista

 

MARCELO FONTENELE - À medida que vamos envelhecendo nossa pele vai mudando. Eu gostaria que a sra explicasse por que isso acontece? 

DRA. KAMILLA SANTOS - À medida que vamos envelhecendo a pele vai perdendo a proporção de água, então, a pele vai ficando mais desidratada e também vai diminuindo a produção de colágeno e elastina que é o que deixa a pele mais firme, Dessa forma, vai aparecendo a flacidez de pele com prejuízo nos contornos faciais. Isso acaba sendo uma das queixa mais frequentes nessa faixa etária. 


MARCELO FONTENELE - Quais são as diferenças de uma pele de 30, 40 e 50 anos?
DRA. KAMILLA SANTOS - A pele de 30 já apresenta uma perda de colágeno e elastina, mas é ainda uma pele viçosa,  firme, claro que isso também vai depender de cada tipo de pele e da individualidade  da pessoa. Mas, em geral, é uma pele que é mais firme, apresenta mais viço. A partir daí, começa a acelerar a redução na produção de colágeno e a pele apresenta-se mais opaca e com menos firmeza. Começa, então, a aparecer também as ruguinhas. As rugas de expressão não têm idade, é muito individual, mas, normalmente, elas aumentam a partir dos 30 anos. E se não houver os cuidados preventivos, elas poderão marcar a pele, o que chamamos de rugas fixas. 

 

MARCELO FONTENELE - E no caso dos 40 e 50 anos, quais os indícios mais evidentes de envelhecimento?

DRA. KAMILLA SANTOS - A partir dos 40 e 50 anos, se acentua ainda mais essa flacidez, vai se perdendo os contornos faciais, como, por exemplo, o contorno da mandíbula, os sulcos tornam-se mais evidentes (bigode chinês/ marionete), o canto da boca fica mais caidinho, sendo também muito comum o surgimento de algumas gordurinhas chamadas popularmente de buldogue, em associação às bochechas dos cachorros dessa raça que tem as bochechas caídas. E a partir daí as "famosas" rugas de expressão vão se acentuando e se tornando rugas fixas( marcadas na pele mesmo sem expressão facial). 


MARCELO FONTENELE - Quais, então, os cuidados preventivos que as pessoas que estão nessa faixa etária, dos 30 aos 50, devem ter?
DRA. KAMILLA SANTOS -  Aos 30 anos a gente já indica começar com os tratamentos preventivos. Os cuidados básicos que todo mundo deve ter como hidratação, o uso de alguns cremes antioxidantes adequados para cada tipo de pele, o uso de "ácido" para promover uma esfoliação maior e proporcionar um rejuvenescimento e o mais importante, o protetor solar. Dependendo de cada caso, já indico também tratamentos por via oral com colágeno, antioxidantes, protetores endógenos, dentre outros.

 

MARCELO FONTENELE - Quais outras medidas ajudam a combater ou retardar o envelhecimento?
DRA. KAMILLA SANTOS -  A pele é o maior órgão do corpo, então, ela também é o maior reflexo de  tudo que acontece com o nosso corpo. Assim, a alimentação é importante, principalmente, preferir a ingestão de frutas antioxidantes (frutas vermelhas), alimentos ricos em vitaminas, oligoelementos (íons fundamentais para célula), beber bastante água. A prática de atividade física não é diferente, é muito importante para a saúde de forma geral e para saúde da pele também porque somos um conjunto. 

 

MARCELO FONTENELE - Que cuidados os piauienses devem ter com o sol para evitar a repercussão negativa na pele?
DRA. KAMILLA SANTOS - O sol pode causar manchas, que é uma queixa muito frequente. Passados muitos anos esse sol acumulado da vida toda causa alteração estéticas, tanto as manchas escuras quantas as manchas claras (branquinhas). Essas são, algumas vezes, difícil de recuperar, então, o melhor mesmo é a prevenção com uso do protetor solar. E aqui, como é muito quente, eu sempre indico associar uma barreira física(sombrinha, roupas mais cobertas, uso de luvas com fator de proteção). Além das alterações estéticas os raios solares podem contribuir para o aparecimento de algumas doenças, como o câncer de pele.