Cidadeverde.com

Médico explica como evitar o estresse no trabalho

Neste mês é realizada a campanha nacional Setembro Amarelo, com foco na conscientização e prevenção ao suicídio. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 90% dos suicídios poderiam ser evitados. O suicídio está ligado a uma profunda depressão emocional. Mas, a qualidade do ambiente de trabalho pode ser um fator desencadeador de muitas doenças.

O mundo está cada vez mais agitado e para se conseguir acompanhar a velocidade das coisas e processar informações complexas, é preciso estar com a saúde mental equilibrada e evitar o estresse. Entretanto, o mercado de trabalho oferece cada vez mais pressão e nervosismo para qualquer profissional. É no ambiente profissional onde tomam-se decisões importantes e administram-se emoções. Segundo os especialistas, as maiores causas de estresse no trabalho são o excesso de atividades e o medo da demissão. Sobre o assunto, o clínico geral Lucas Rêgo, que atua na medicina do trabalho, destaca que há algumas formas de evitar o estresse no ambiente profissional.

Planejamento
O planejamento das atividades diárias é uma delas. Saber previamente quais as tarefas que você vai executar no dia ajuda no bom desempenho das funções. Você se sente confiante por saber quais os leões que enfrentará no dia.
Fique atento aos imprevistos
Eles podem acontecer, e é nessa hora que você tem que driblar o nervosismo e pensar rápido em soluções. Tenha sempre um plano B.

Relacionamentos
Buscar manter uma boa relação com todos na empresa é uma dica para você combater as tensões do ambiente corporativo. Sem conflitos pessoais, a chance de se estressar cai bastante.

Administre o tempo
Pausas são necessárias, mesmo que seja apenas para dar aquela esticada nas pernas, tomar um café. Poucos minutos de descanso no expediente ajudam a aumentar a produtividade diária.

Respire fundo
Na pressa para executar as tarefas de forma rápida, o indivíduo altera o ritmo da respiração, prendendo o ar, e isso diminui o fluxo de oxigênio. Procure respirar da forma correta e você executará melhor as suas tarefas.
 

Dr. Lucas Rêgo, médico do trabalho

Ainda segundo Lucas Rêgo, ter uma boa noite de sono auxilia a driblar os problemas durante o expediente. “Dependendo do nível do cansaço, às vezes um sono rápido durante a tarde ajuda. Pode te dar energia e disposição”, pontua. O médico complementa que todo trabalhador exposto a riscos ou situações de trabalho que impliquem no desencadeamento ou agravamento de doença ocupacional deve fazer exames periódicos anualmente, assim como os portadores de doença crônica. “Para os demais trabalhadores, não expostos a esses riscos e situações, os exames devem ser feitos a cada dois anos com idade entre 18 e 45 anos; e anual quando menor de 18 e maior que 45 anos”, finaliza Rêgo.