Cidadeverde.com

Magistrados discutem sobre a fisioterapia nas Perícias Judiciais

Magistrados, fisioterapeutas e advogados participaram da palestra “Fisioterapia na Perícia Judicial" com abordagem focada em esclarecimentos sobre as competências técnicas do fisioterapeuta no auxílio da Justiça, seja como perito ou como assistente técnico. O evento, realizado na sede da Associação dos Magistrados Piauienses (Amapi), foi promovido pela Associação, em parceria com Escola Superior da Magistratura do Estado do Piauí (Esmepi), Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Piauí (Crefito 14) e Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito).

A palestra, ministrada pelos fisioterapeutas José Ronaldo Veronesi Júnior e Patrícia Rossafa Branco, especialistas em Perícia Judicial e membros do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito), buscou orientar sobre a importância do profissional da fisioterapia para o Judiciário. Para isso, foram apresentadas as resoluções de especialidade do Conselho Federal, que determinam as áreas de atuação do fisioterapeuta no âmbito da Perícia Judicial e versam sobre a formação desse profissional como perito ou assistente técnico, além de explanar sobre os diferenciais dos procedimentos e ferramentas utilizadas na perícia fisioterapêutica.