Cidadeverde.com

Alimentação balanceada ajuda no controle da síndrome do intestino irritado

A síndrome do intestino irritado é uma doença comum, crônica e que afeta o intestino grosso. A alimentação é um fator essencial para a prevenção e controle dessa doença. De acordo com a nutricionista Larissa Waleria, a síndrome pode causar dor abdominal, estufamento, constipação, diarreia ou até uma alternância dos dois. Dor de cabeça e cansaço também podem aparecer, além da presença de muco nas fezes. “Alguns sintomas costumam aparecer após a ingestão de determinados alimentos, como chocolate, gorduras, feijão, repolho, couve-flor, brócolis, leite, bebidas gaseificadas, álcool, entre outros”, pontua a nutricionista.

Nutricionista Larissa Waleria


 
Larissa Waleria ainda destaca que ter um estilo de vida saudável, uma alimentação balanceada, fracionada durante o dia, sem grandes volumes, fazer exercícios físicos, além de evitar stress ajudam a prevenir a doença. É salutar beber água e manter a hidratação, assim como preferir carnes brancas, frutas e vegetais, evitando os de cor verde escura, como espinafre, acelga e couve. Os sintomas da síndrome do intestino irritável podem ser facilmente confundidos com os sinais de outras doenças gastrointestinais. Por isso é importante consultar um médico para identificar a doença. Sem tratamento, a síndrome pode causar problemas mais graves à saúde.