Cidadeverde.com

Biomedicina e doenças hematológicas serão temas no Congresso de Medicina Laboratorial

A biomedicina é uma carreira que combina os conhecimentos da medicina e da biologia. O biomédico atua, principalmente, nas áreas de pesquisa sobre doenças, de diagnóstico clínico, em centros de pesquisa públicos e na indústria. O biomédico não se envolve diretamente com a parte clínica ou com o tratamento de pacientes, mas trabalha em conjunto com outros profissionais da saúde, como médicos, enfermeiros e nutricionistas. Segundo especialistas, a profissão tem crescido nos últimos anos, impulsionada pelo desenvolvimento de novas tecnologias. Este profissional identifica, classifica e estuda os microrganismos causadores de enfermidades e pesquisa medicamentos e vacinas a fim de prevenir doenças e epidemias, como por exemplo, anemia e leucemia.
 
O estudo das doenças através da biomedicina será tema de palestra que proferida pela biomédica Kathlenn Bezerra, biomédica e especialista em Hematologia Clínica e Banco de Sangue, durante o VI Congresso Norte -Nordeste de Medicina Laboratorial - MEDLAB, que acontece no dia 02 de dezembro, durante a Feira Hospitalar Piauí, no Atlantic City World. Kathlenn Bezerra destaca a importância da realização dos check-ups periódicos, pois um simples hemograma de rotina pode denunciar tais doenças, que se diagnosticadas precocemente, podem ser tratadas. “Quando um exame aponta que algo não está bem com as células sanguíneas, de imediato inicia-se uma investigação acerca daquele paciente para chegar a um diagnóstico preciso”, diz a biomédica.

Enquanto analistas clínicos, os biomédicos são os principais atores dos bastidores na investigação dessas enfermidades. “Temos em nossa mão a capacidade de ajudar, instruir, de forma precoce algo tão terrível como a leucemia. Um bom diagnóstico, este sendo com brevidade, responsabilidade e principalmente envolvimento, pode prolongar a vida de muitas pessoas que têm um CA hematológico e não sabem”, pontua Kathlenn Bezerra.