Cidadeverde.com

Sociedade Brasileira de Imunizações lança campanha de incentivo à vacinação de gestantes

A Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) lançou a campanha “Calendário de vacinação da gestante: Um sucesso de proteção para mãe e filho”, idealizada com o objetivo de melhorar a cobertura vacinal entre as futuras mães, bastante insatisfatória no Brasil. Dados inéditos divulgados no evento pela coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), Carla Domingues, indicam que a adesão à tríplice bacteriana acelular (difteria, tétano e coqueluche) chegou a apenas 38,48% em 2017. Outras coberturas: dupla bacteriana, contra difteria e tétano  (59,06%, em mulheres em idade fértil, de 2013 a 2017); hepatite B (56,4%, de 1994 a 2017); e influenza (79,31%, em 2017).

Presidente da SBIm, Isabella Ballalai 

A iniciativa inclui a distribuição nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de todo o país de 2 milhões de folhetos, 180 mil cartazes, material para apoiar os médicos no momento da consulta, além de inserções em relógios de vias públicas. No mundo virtual, foi criado um site (www.vacinasparagravidas.com.br) e uma página no Facebook (www.facebook.com/VacinasParaGravidas) para divulgar conteúdo informativo. Os internautas terão acesso a um e-book especial. A estimativa é a de que as ações na internet atinjam cerca de 19 milhões de exibições.        


As vacinas indicadas para todas as grávidas são a influenza (gripe), a hepatite B, a dupla bacteriana do tipo adulto (dT), contra a difteria e tétano, e a tríplice bacteriana acelular do tipo adulto (dTpa), contra a difteria, tétano e coqueluche. Todas são elaboradas a partir de vírus inativados e estão disponíveis nas redes pública e privada. “Enquanto não terminam o próprio esquema contra a coqueluche, ou seja, por volta dos seis meses, as crianças são mais suscetíveis à morte pela doença, em geral assintomática em adultos. A vacinação de gestantes e dos contactantes é estratégia mundial para prevenir a infecção em bebês”, explica a presidente da SBIm, Isabella Ballalai.