Cidadeverde.com

Uso excessivo de celular causa complicações na coluna

Que a gente vive conectado direto no mundo virtual, não é nenhuma novidade para nós. É muito fácil ter acesso aos vídeos, músicas, notícias e redes sociais na palma das mãos por causa dos smartphones. o problema, é que também estão cada vez mais comuns as complicações pelo uso frequente dos aparelhos. Principalmente para a coluna vertebral. As dores cervicais, aquelas que acontecem no pescoço, são as mais frequentes, por causa do mau posicionamento da cabeça durante o uso do celular. Tanto que o número de consultas médicas aumentou cerca de 40% nos últimos anos, principalmente entre pacientes jovens, com queixa de dor cervical.

A postura correta é fundamental para evitar o problema. A nossa coluna vertebral apresenta curvaturas fisiológicas em cada nível. Temos a lordose cervical, a cifose torácica e a lordose lombar, dando à coluna o aspecto da letra ‘S’, se o corpo for visto de lado. Essa anatomia é muito importante para suportar e distribuir as cargas de forças que são aplicadas à coluna. E olha só que curioso: Na posição neutra, ou seja, com zero grau de angulação (como uma pessoa olhando na linha do horizonte), temos uma carga na coluna de cerca de 26 quilos e, à medida que essa angulação aumenta, a força aumenta. Na angulação de cerca de 60 graus – posição em que as pessoas usam o smartphone – a força pode chegar a 132 quilos, alterando a curvatura natural do pescoço.

Uma das formas de prevenção das dores cervicais é a correção da postura: quando usar o smartphone, a tela deve ficar na altura dos olhos e deve-se evitar atender o telefone usando apenas os ombros, com a cabeça inclinada para um lado. Alguns movimentos de rotação do pescoço para relaxar a musculatura podem ser feitos após o uso do aparelho. Se houver alguma dor mais insistente, procure um fisioterapeuta.