Cidadeverde.com

Ficar muito tempo sentado pode afetar a memória

Cada vez mais pessoas passam o dia sentadas em seus empregos ou em casa mesmo. E já foi provado como esse comportamento aumenta o risco de doenças do coração, diabetes e até de morte prematura. Com isso, os cientistas da Universidade da Califórnia (EUA) decidiram investigar quais os impactos desse (mau!) hábito para o cérebro. E realmente descobriram uma alteração em uma área importante para a memória. Para tanto, fizeram um estudo preliminar com 35 pessoas entre 45 e 75 anos (25 mulheres e 10 homens). Eles foram questionados sobre suas atividades físicas e o número de horas que ficavam sentados na semana anterior. Depois, passaram por uma ressonância magnética de alta resolução, que observou principalmente o lobo temporal medial, área importante para formação de novas memórias. O que foi percebido é que ficar muitas horas sentado está ligado a um afinamento do lobo temporal medial e mesmo fazendo atividades físicas, elas não anulam esse efeito de ficar tanto tempo sentado. Não dá para dizer, no entanto, que o hábito é o causador desse afinamento. (Fonte: Minha Vida)