Cidadeverde.com

Por que choramos quando estamos felizes?

Após a realização de uma série de estudos, a psicóloga Oriana Aragon conclui que há muitos exemplos de reação a uma experiência positiva com uma emoção negativa. Segundo ela, os choros de alegria são mais recorrentes em reencontros de pessoas que não se veem há tempos, em shows, quando jogadores marcam gols decisivos e no nascimento dos filhos. Oriana e seus colegas da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, descobriram que quem expressa reações negativas, como chorar, a notícias positivas, é mais capaz de controlar emoções intensas mais rapidamente. Eles também concluíram que pessoas que choram na formatura de seus filhos são mais propensas a quererem apertar as bochechas de um bebê bonito.

Há também algumas evidências que indicam o contrário também: que sentimentos negativos fortes podem provocar expressões positivas. Como exemplo, a pesquisa cita o riso nervoso quando as pessoas são confrontadas com uma situação difícil ou assustadora. Estas novas descobertas, diz Aragon, começam a explicar coisas que muitas pessoas fazem involuntariamente, mas não compreendem.