Cidadeverde.com

Aposentada de 100 anos recebe prótese no Ceir

Aos 100 anos, dona Izaura Vieira Lima Ribeiro se tornou a mulher mais velha a receber um aparelho auditivo do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir). A entrega foi realizada por meio do Programa de Saúde Auditiva do Centro, que concede o aparelho, gratuitamente, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Nascida em 1917, em Ubajara (CE), e residindo atualmente em Piripiri, a aposentada chegou à instituição acompanhada de filhas, netas e sobrinhas. 

Como ter acesso ao Programa de Saúde Auditiva do Ceir

Procure o médico do Programa de Saúde da Família ou credenciado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e solicite uma consulta Otorrino Ceir; anexe à solicitação do médico as cópias dos seguintes documentos: CPF e RG, cartão do SUS (Cartão Nacional de Saúde), comprovante de residência com CEP e, pelo menos, um número de telefone para contato; procure o setor de marcação de consultas online do SUS no Posto de Saúde ou Secretaria de Saúde do seu município. Havendo vagas, o sistema irá informar o profissional, dia e o horário da triagem no Centro.

5 hábitos que ajudam a prevenir a depressão

1. Tenha uma alimentação saudável
Ter uma alimentação saudável é essencial para manter o seu bem-estar mental e evitar a depressão. Alimentos com baixo teor de gordura, ricos em ômega 3, como peixes, vegetais, frutas, grãos integrais, nozes e ácido fólico ajudam a melhorar o seu humor e combatem a depressão. Evitar o consumo de álcool e diminuir as doses diárias de cafeína também auxiliam na prevenção dessa doença. Uma alimentação equilibrada proporciona ao seu organismo todos os nutrientes essenciais para que ele possa se desenvolver adequadamente.

2. Pratique exercícios regularmente
As atividades físicas são um dos melhores remédios no combate à depressão. Os exercícios aumentam a temperatura do corpo, proporcionando um efeito calmante no sistema nervoso central. Além disso, eles liberam substâncias químicas, como as endorfinas, as quais são responsáveis pela melhora do seu humor. Por isso, é de suma importância que você realize qualquer tipo de atividade física. Você pode andar de bicicleta, fazer caminhadas, aulas de dança, ioga, praticar algum esporte etc.

3. Durma bem
Ter boas noites de sono é essencial para melhorar a qualidade da sua saúde mental e, consequentemente, evitar essa doença. As chances de desencadear uma depressão diminuem quando as noites são bem-dormidas. O ideal para um adulto é dormir de de 6 a 9 horas por dia. As pessoas que dormem bem têm o risco de depressão diminuído quando comparado àquelas com problemas de insônia e distúrbios do sono.

4. Faça boas amizades
Para evitar a depressão, é importante ter boas amizades. Ter com quem contar em momentos difíceis é de suma importância para conseguir superar os problemas e ter motivação para continuar em busca de seus sonhos. Os amigos vão afastar você da solidão, aconselhando sempre que necessário. O acolhimento fará você se sentir importante e, ao compartilhar as suas dificuldades, os fardos se tornarão menores, diminuindo a sobrecarga emocional.

5. Medite diariamente
Segundo uma pesquisa publicada na revista Veja, meditar pode aliviar a depressão. Ao meditar, o seu corpo libera um hormônio chamado serotonina, o qual está relacionado à felicidade e, portanto, auxilia na prevenção da doença, equilibrando as suas emoções. A prática da meditação também reduz a ansiedade, distúrbio que atrapalha o dia a dia das pessoas, proporcionando muito sofrimento.

Tecnologia americana auxilia no tratamento da coluna

Várias pesquisas demonstram que 80% das pessoas sofrem ou poderão ter dores nas costas. Entre as alternativas de tratamento, tem uma que tem apresentado ótimos resultados práticos. É a "mesa de tração eletrônica", que aliada a um protocolo baseado em mais de 60 artigos científicos, já aliviou as dores em mais de 70 mil pacientes no Brasil. Essa inovação na saúde foi trazida ao país pelo fisioterapeuta cearense Helder Montenegro. Ele resolveu estudar o assunto para buscar mais uma alternativa no combate às encrencas no disco vertebral. Depois de trabalhos e viagens, o especialista trouxe dos Estados Unidos a mesa de tração eletrônica.

O equipamento lembra uma cadeira de dentistas e é acoplada a um computador, por meio do qual o profissional poderá calcular as cargas aplicadas ao paciente. Ao contrário das mesas de tração antigas, usada nos anos 1970, esta depende do que é programado pelo fisioterapeuta. O paciente é preso pelo tórax e pelos quadris por cintos que o conectam ao equipamento. Depois de calculados o peso e a quantidade de etapas em que o procedimento será realizado, são programados os movimentos de tração, compressão e relaxamento da coluna, com a definição de uma carga mínima e outra máxima. Tudo para não prejudicar a musculatura da região.

“Os movimentos realizados na mesa imitam aqueles feitos no dia-a-dia”, explica Montenegro. E são eles que promovem uma abertura entre uma vértebra e outra. Assim, o nervo que passa pela coluna não fica comprimido. Em outras palavras, não há dor. “Quando o disco é pressionado pelas vértebras, diminui a quantidade de oxigênio que ele recebe e aumenta a concentração de hidrogênio”, afirma o fisioterapeuta. “Isso faz com que o pH da região se torne ácido, favorecendo a irritação e a dor”, completa. Depois de entrar em ação, a mesa ajuda a preservar esse espaço e permite que o disco permaneça mais hidratado e, portanto, saudável.

Lançada a campanha de vacinação contra pólio e sarampo

A nova Campanha Nacional de Vacinação Contra a poliomielite e sarampo vai acontecer entre os dias 6 de agosto até 31 de agosto. Todas as crianças de um ano a menores de cinco do país devem se vacinar contra as duas doenças, independente da situação vacinal. A meta do governo brasileiro é vacinar, pelo menos, 95% das crianças para diminuir a possibilidade de retorno da pólio e reemergência do sarampo, doenças já eliminadas no Brasil. Com o objetivo de incentivar a população ainda mais, no sábado, 18 de agosto, ocorre o dia D de mobilização nacional, quando os mais de 36 mil postos estarão abertos no país.

Piauienses ganham prêmio na 15ª Mostra Brasil Aqui tem SUS

Os piauienses Mayra Kelly da Silva Rosa, Anna Paula Sousa Mendes Gomes e Augusto Bruno Silva Miranda de Godoy, do município de Valença do Piauí, foram premiados na 15ª Mostra Brasil Aqui tem SUS, na categoria Judicialização da Saúde, que aconteceu em Belém (PA). O trabalho apresentado foi "A Importância do Diálogo entre Secretaria Municipal de Saúde e Instâncias de Controle Legal Para Viabilidade dos Serviços de Saúde".

O projeto foi idealizado pela secretaria de saúde do município e elaborado pelos três profissionais, uma assistente social (Mayra), um farmacêutico (Augusto) e uma assessora (Anna Paula), com o objetivo de reduzir os processos judiciais contra a secretaria. Augusto Bruno Godoy explica que o ponto de partida foi realizar um levantamentos das ordens judiciais e recomendações já proferidas pelas justiça. "O propósito da criação do trabalho foi livrar-nos de novos processos, assim como melhorar a qualidade no atendimento à população do município sem a necessidade de judicializar demandas", conta.

Posts anteriores