Cidadeverde.com

Pacientes com diabetes tipo 2 agora podem realizar cirurgia metabólica

O Conselho Federal de Medicina (CFM) reconheceu, através da Resolução nº 2.172/2017 a cirurgia metabólica como opção terapêutica para pacientes portadores de diabetes mellitus tipo 2 (DM2) que tenham índice de massa corpórea (IMC) entre 30 kg/m2 e 34,9 kg/m2, desde que a enfermidade não tenha sido controlada com tratamento clínico. O texto já foi enviado ao Diário Oficial da União e somente entra em vigor após sua publicação. Durante muito tempo pacientes com diabetes tipo 2 não conseguiam ter acesso ao tratamento cirurgia por causa do peso. Isso porque os critérios estipulados para conceder o direito de o paciente ser operado era o de apresentar índice de massa corpórea maior que 35 kg/m2 com doenças associadas ou acima de 40 kg/m2.

"O IMC não é mais um segregador de inclusão e pacientes com maior complicações cardiovasculares podem ser indicados para a cirurgia", afirma o cirurgião Ricardo Cohen, coordenador do centro de obesidade e diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz. De acordo com ele, a média de IMC de uma pessoa com diabetes é de 30 kg/m2. Com isso será possível incluir a maioria dos pacientes no procedimento cirúrgico. Para poder realizar a cirurgia, o paciente também precisa ter tentado o tratamento clínico por no mínimo dois anos e preferencialmente ter sido diagnosticado com diabetes há menos de 10 anos. É indicado também que o paciente esteja dentro da faixa-etária de 30 a 70 anos. Além disso, o CFM estipula também que é necessário que a indicação de cirurgia se dará por dois especialistas em endocrinologia.

Cohen explica que os pacientes que realizarem o tratamento cirúrgico poderão diminuir a quantidade de remédios consumidos e alguns podem até não precisar mais de medicamentos. Da mesma forma, de acordo com o cirurgião, a cirurgia também pode diminuir os riscos de morte por derrames ou infartos. Em relação à segurança, Cohen diz que a cirurgia metabólica é tão segura quanto tirar uma vesícula ou um útero. "O índice de mortalidade dessa cirurgia é de 0,13%", ressalta o especialista.

A incidência de diabetes tipo dois é uma das principais causas de acidente cardiovascular (AVC), síndrome coronariana, insuficiência renal e cegueira, tendo atingido neste século status de epidemia. No Brasil, o número de pessoas com diabetes em 2015, com idade entre 20 e 79 anos, atingiu a marca de 14,3 milhões, havendo a expectativa de que em 2040 chegue a 23,3 milhões de pessoas. Somente hospitais de grande porte que realizem cirurgias de alta complexidade, que contém com plantonista hospitalar 24h e Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além de equipes multidisciplinares e multiprofissionais experientes no tratamento de diabetes e cirurgia gastrointestinal, poderão ser escolhidos para realização de cirurgia metabólica.

 

Como é feita a cirurgia metabólica
As operação metabólica utilizada será a gastrojejunal em Y de Roux ( bypass em Y de Roux). Ela consiste em uma redução do estômago, diminuindo assim a absorção dos alimentos. A operação é feita sob anestesia geral, por videolaparoscopia, com entre 4 a 5 pequenas incisões que variam de 0,5 a 1,2 cm. A média de duração da cirurgia é de 45 a 60 minutos. Obviamente na rara eventualidade de uma complicação intra operatória, esse procedimentos pode ter maior duração. O tempo médio de internação é de 48 horas.


Fonte: Minha Vida

Dermatologistas seguem com a campanha Dezembro Laranja contra o câncer de pele

Com a intenção de estimular a população na prevenção e no diagnóstico ao câncer da pele, em 2014 a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) deu iniciou ao movimento de combate ao câncer da pele batizado “Dezembro Laranja”. Desde então, sempre no último mês do ano, a entidade realiza ações para lembrar como evitar o câncer mais comum no país e convida a população a compartilhar nas redes sociais uma foto vestindo uma peça de roupa laranja, publicando-a com a hashtag #dezembrolaranja.  As ações incluem iluminação de monumentos, iniciativas de conscientização em praias e parques com distribuição de filtro solar, entre outras. Todo ano o tema da campanha é renovado para atrair um maior número de pessoas nessa luta de conscientização. O câncer da pele é o tipo da doença mais incidente no Brasil, com 176 mil novos casos ao ano.

Estatísticas 
O câncer da pele é mais comum em pessoas com mais de 40 anos, sendo relativamente raro em crianças e negros, com exceção daqueles já portadores de doenças cutâneas anteriores. Pessoas de pele clara, sensível à ação dos raios solares, ou com doenças cutâneas prévias são as principais vítimas. Como a pele, maior órgão do corpo humano, é heterogênea, o câncer de pele não melanoma pode apresentar tumores de diferentes linhagens. Os mais frequentes são o carcinoma basocelular e o carcinoma epidermoide. O carcinoma basocelular, apesar de mais incidente, é também o menos agressivo. Vale lembrar que a maioria dos casos de câncer da pele pode ser evitada com medidas simples de proteção solar.

Como manter a dieta com as confraternizações de fim de ano

Manter a dieta no final do ano parece impossível, são inúmeras as confraternizações neste período e o desafio é não ganhar peso com tantas delícias em excesso, já que o carnaval é logo no começo do ano e o desejo de muitos é estar em forma. A dica é não ir para a confraternização com fome, antes faça um lanche leve, como um suco, iogurte e sanduíche natural. Leve sempre na bolsa frutas ou barra de cereais, assim você não sairá da rotina.

Segundo a nutricionista, Larissa Waleria, alguns cuidados podem ajudar a não fugir da dieta, como não sair da rotina e comer de 3 em 3h, além de mastigar bem cada porção de alimento. “É importante fazer boas escolhas na hora de montar o prato, de preferência começar com as saladas, legumes e verduras. Na ceia de Natal optar pelo peru, pois é menos calórico que o pernil e tender”, destacou Larissa. Para a Ceia de Natal planeje um cardápio mais leve, prepare os pratos com produtos light, com reduzida adição de gordura e açúcar. Use temperos naturais (orégano, salsa, limão, azeite e alecrim). Já para as sobremesas, uma ótima opção são as frutas, mas se sentir o desejo de comer algo diferente basta escolher apenas umas das sobremesas e colocar uma porção pequena. 

Algumas pessoas esquecem que as bebidas alcoólicas são calóricas, onde 1 grama de álcool equivale 7 calorias. Estas calorias todas serão transformadas em gorduras as quais atrapalharão no emagrecimento. Procure beber com moderação e intercalar o consumo com bebidas não alcoólicas para manter a hidratação do corpo. A última dica é não levar sobras da confraternização para casa, assim você evita sair da dieta e no dia seguinte volta à rotina de alimentação e exercícios.

Banana é mais potente que a maioria das medicações

A banana é deliciosa, mas o forte dela não é só o sabor. Ela é muito medicinal e pode curar alguns problemas de saúde melhor do que certos medicamentos vendidos em farmácias. Seu poder se deve a grande quantidade de proteínas, vitaminas e outros nutrientes. Por isso é muito bom para a saúde comer esta fruta todos os dias. E não precisa de muitas bananas. Basta você desenvolver o hábito de comer duas bananas todos os dias para boas coisas ocorrerem no seu corpo.

1. Regula menstruação
Estudos recentes descobriram que a banana ajuda a regular o ciclo, a produção de hormônios e dar mais força ao corpo.
 
2. Fonte de energia
Ela é rica em potássio e outros nutrientes que a tornam uma excelente fonte de energia.

3. Alivia o estresse
Se você anda com problemas de humor, ansiedade e estresse, pode contar com os aminoácidos da banana. 
Além disso, ela contém magnésio e cálcio, que protegem contra a depressão.

4. Cuida do coração
Esta fruta é rica em cálcio e tem pouco sal, sendo super-recomendável para quem tem problemas no coração ou quer prevenir.


5. Auxilia a memória
Tem muita gente com memória fraca, não é? Pois comer uma banana por dia ajuda a tratar este problema.

6. Combate anemia
A banana tem ferro, que aumenta o nível de hemoglobina e ajuda muito no tratamento da anemia.
 
7. Ótima para a gravidez
A banana é uma ótima aliada para as grávidas, pois combate doenças e mantém o nível de açúcar no sangue bem equilibrado.
 
8. Combate úlceras
Quer proteger o estômago das úlceras? A banana cria uma camada especial e reduz as chances desse mal. Além disso, ela regula a produção dos vários ácidos no estômago.
 
9. Combate a TPM
A glicose no sangue pode afetar o humor, principalmente na TPM. A banana possui seis vitaminas indispensáveis para regular a glicose, como a vitamina B6.
  
10. Previne prisão de ventre
Por ter um alto teor de fibras, a banana (especialmente a madura) mantém a ordem do trânsito intestinal.


Fonte: Cura pela Natureza

Dezembro Laranja mobiliza 3 mil dermatologistas em todo o Brasil

No próximo sábado, (02/12) vai acontecer a ação nacional da campanha Dezembro Laranja. É a 18ª edição da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Neste dia, cerca de três mil dermatologistas voluntários prestarão atendimento, esclarecimento e aconselhamento quanto à importância de adotar medidas preventivas. As consultas serão realizadas, gratuitamente, em cerca de 130 postos de atendimento em todo o Brasil. 

Aqui em Teresina, o mutirão vai acontecer no ambulatório de dermatologia do Hospital Getúlio Vargas, das 9h às 15h. De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), todos os anos surgem mais de 176 mil casos de câncer da pele, o de maior incidência no país. Atenta a esse alto índice, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) desenvolve, desde 2014, o movimento Dezembro Laranja, com a promoção de uma série de iniciativas de conscientização sobre a prevenção e o diagnóstico precoce da doença, incluindo a importância da fotoproteção para a redução dos riscos.

Posts anteriores