Cidadeverde.com

Viva Piauí: 1ª programa mostra nova era do agronegócio e preservação ambiental

O primeiro programa especial do Viva Piauí Que Trabalha foi ao ar nesta segunda (14) e destacou os avanços do agronegócio no Piauí.  Os telespectadores acompanharam a evolução dos últimos 30 anos; dentre os destaques está o uso da tecnologia e a modernização dos processos, que fez da produção de grãos um dos principais mercados de exportação do estado.  Acompanhe  o programa nos vídeos e no CVPlay. 

Há 30 anos, a expectativa da produção agrícola no Piauí era chegar a um milhão de toneladas. Hoje, a produção confirmada para o próximo ano agrícola (2019/2020) é de 4,3 milhões de toneladas.  A soja piauiense é o carro-chefe da produção e muitas multinacionais estão com os olhos voltados para o Piauí.  O algodão e o milho também são personagens importantes neste crescimento. 

Modernas máquinas, o melhor manejo do solo, uso de energia limpa, reaproveitamento da água, técnicas de combate pragas e de prevenção a doenças das lavouras são alguns dos elementos essenciais para que o estado tenha safras recordes. O Programa visitou diversas cadeiras produtivas 
 




O cerrado piauiense transformou o cenário do agronegócio, não apenas para a economia, mas também na questão social, pois gera, atualmente, mais de 150 mil empregos direitos e indiretos na região.  

O programa  destacou o campi da Universidade Federal do Piauí em Bom Jesus, pois, a grande presença de professores doutores foi fundamental para a criação do primeiro doutorado em Ciências Agrárias do Piauí, fora da capital. Isso amplia ainda mais o desenvolvimento educacional e socioeconômico da região.

Os tabuleiros litorâneos, a exportação de frutas orgânicas e a agricultura familiar também estiveram presentes no Espeical Viva Piauí Que Trabalha. . O agronegócio traz constantes evoluçõs para o Piauí e com suporte tecnológico, conhecimento e respeito ao meio ambiente poderá evoluir ainda mais.