Cidadeverde.com

Piauí que Trabalha: Parnaíba e União lideram vagas de empregos e jovens empreendem mais

O programa especial Viva Piauí que Trabalha desta quinta-feira (17) destacou as potencialidades do setor de serviços. O estado apresentou um crescimento de 7% na abertura de empresas e negócios. O número é considerado positivo diante do cenário de crise em que vivem o País.

Abertura de Empresas

Segundo dados da Junta Comercial do Piauí, em 2019, o número da abertura de novos negócios já ultrapassou 5 mil. A presidente da Junta, Alzenir Porto, afirma que o crescimento se deve a desburocratização do processo que foi totalmente informatizado. Agora, a documentação necessária fica pronta em três dias. No passado poderia levar um ano.  

“Era mais difícil porque não tinha nada informatizado. Não havia padronização do contrato. Eram 16 etapas a serem cumpridas. Levava mais de um ano para abrir uma empresa.”, diz Alzenir Porto.

A maior parte das empresas abertas no Piauí foram registradas nas cidades de Teresina, Picos e Parnaíba. Os novos empreendimentos são nas áreas de comércio, serviços, estéticas e saúde. O perfil do empreender é de jovens entre 18 e 25 anos.

Foto:YasmimCunha/CidadeVerde.com

Geração de Empregos

Os números de 2018 mostram que durante todo o ano passado a maior parte dos empregos gerados no Piauí ficou concentrada em 15% dos municípios. As cidades que mais criaram empregos foram Parnaíba, União e Teresina.
 
Na cidade de Parnaíba, os números se devem ao setor de turismo. Na cidade de União, as vagas abertas foram devido à usina de açúcar e álcool instalada na cidade. Em Teresina, o setor de serviço ainda se destaca bastante. 

Construção Civil

O que mostra o retorno do crescimento econômico é o retorno da abertura de vagas na área da construção civil. Impulsionada pelo crédito imobiliário, esse setor ampliou as contratações em 2019. Isso ocorre após cinco anos de dados negativos. 

Foram criados 1184 empregos com uma variação de 6%. O crescimento maior foi no mês de maio. Porém, o crescimento se mantém positivo nos outros cinco meses.  O crescimento do mercado imobiliário é apontado como o responsável pelo bom desempenho da  construção civil.  

O presidente do Sindicato da Indústria de Construção Civil de Teresina (Sinduscon), Francisco Reinaldo, afirma que as obras em Teresina impulsionam a contratação de mão de obra no setor.  “São obras do Governo Federal como o balão do Mercado do Peixe e a prefeitura abre novas vias. Isso ajuda na contratação ”, disse Francisco Reinaldo.

O superintende da Caixa Econômica no Piauí, Jonathan Borges, afirma que houve uma redução na taxa de juros para o financiamento de imóveis em 15%.

“Temos os indicadores de desemprego melhorando. Tem a oferta de imóveis para vender. Isso oferece às pessoas condições de negociações e opções de crédito. Com isso as construtoras devem construir mais e colocar mais imóveis à disposição. Assim, as construtoras terão que contratar mais para atender a demanda”, disse. 

 

Lídia Brito
lidiabrito@cidadeverde.com