Cidadeverde.com

Agentes encontram mais de 50 barras de ferro em presídio

  • a60a29d7-c4a9-41a7-8ea7-454568cb70d7.jpg Divulgação
  • 887022c0-72c8-4a5d-91e6-436498d44229.jpg Divulgação
  • 91e94f62-d0cf-4965-a294-d732086eec17.jpg Divulgação
  • 1ecdd78f-d898-4e1a-9e5c-f69617086e77.jpg Divulgação

Durante vistoria realizada nesta quinta-feira (9), agentes penitenciários e policiais militares encontraram 59 barras de ferro na Penitenciária de Esperantina, distante 93 quilômetros de Teresina. A inspeção foi feita em todos os pavilhões da unidade prisional.

Além das barras de ferro, foram encontrados 4 celulares, 4 chips de telefones, 9 baterias de telefone, 3 cachimbos usado para  consumir crack, 2g de maconha, 2g de crack e 82 pilhas, utilizadas pelos detentos para carregar a bateria dos aparelhos celulares. 

O gerente da penitenciária, Agnaldo Lima, disse ao Cidadeverde.com que os presos retiraram as barras de ferro da própria estrutura do presídio. Os outros materiais apreendidos teriam entrado na unidade prisional através de visitas. 

 "As visitas, principalmente familiares, às vezes  encontram forma de burlar a revista, tentam jogar celulares por cima da tela de contenção. Inclusive, vamos colocar uma tela menor ainda para que esses aparelhos não passem", conta o gerente da  penitenciária. 

A realização das vistorias previnem possíveis conflitos na unidade prisional. Atualmente a penitenciária de Esperantina tem 396 de presos, 239 a mais que a capacidade, que é de 157 detentos. 

"A ideia é evitar que um preso mate o outro com  utilizando as barras de ferro, façam motins, agrida agentes e policiais militares", explica o gerente Agnaldo. Além da intensificação  de vistoria, a gerência da unidade está construindo, através da Secretaria Estadual de Justiça, um paredão de concreto subterrâneo  na unidade para evitar fugas. 

Agnaldo Lima conta a estrutura tem 2,5m de fundura e 80 cm de largura e deve ser concluído em 20 dias. Somente em 2017,  a penitenciária registrou 5 tentativas de fuga, mas apenas em 1 presos conseguiram fugir. De acordo com a gerência da unidade, 10 detentos fugiram, mas 8 deste já foram recapturados. 


Izabella Pimentel (especial para o cidadeverde.com)
redacao@cidadeverde.com