Cidadeverde.com

Delegacia da PF em Parnaíba faz exercício com drones que serão utilizados nas eleições

Foto: Google Maps

Visando aumentar a segurança nas eleições, a Polícia Federal utilizará mais de 100 Aeronaves Remotamente Pilotadas como ferramenta para inibir a prática de crimes eleitorais durante o pleito de 2020. Os equipamentos serão alocados em municípios estratégicos em todo o território Nacional, dentre eles as cidades da circunscrição de Parnaíba-PI.

Os DRONES irão sobrevoar as principais zonas eleitorais do país ajudando a fiscalizar e combater crimes como boca de urna e transporte de eleitores. Tais equipamentos trazem tecnologia de ponta e são capazes de tornarem-se imperceptíveis ao voar em elevada altitude. Ainda assim, os DRONES possuem câmeras capazes de realizar zoom suficiente para identificar suspeitos, placas de veículos, entregas de santinhos e situações de compra de votos, com imagens de alta nitidez. As imagens capturadas serão transmitidas a uma equipe da Polícia Federal que estará preparada para monitorar toda as eleições e adotar as medidas cabíveis diante de atividades suspeitas. Assim, diante de algum flagrante de crime eleitoral, policiais se deslocarão, imediatamente, para o local indicado para prender os suspeitos, que serão conduzidos para a delegacia, onde serão tomadas as providências pertinentes.

A ação vai ao encontro das orientações da Direção Geral da Polícia Federal, no sentido de utilizar novas tecnologias para prevenir e reprimir ações delituosas. O uso de DRONES possibilita, ainda, diminuir a presença física dos policiais e o contato social com não envolvidos em situação criminosa, o que se torna extremamente relevante diante do cenário de medidas de distanciamento social para combater a epidemia do novo coronavírus.

  Da Redação
com informações Ascom

Equipe investiga caso de paciente positivo duas vezes para coronavírus em 5 meses

Foto: Sesapi

Um morador de 40 anos da cidade de Parnaíba testou positivo para o novo coronavírus por duas vezes em cinco meses, apresentando sintomas da Covid-19. A equipe de saúde do Hospital Municipal de Campanha Nossa Senhora de Fátima aponta que o caso se trata de uma reinfecção ou recrudescência, mas somente exames genéticos mais elaborados poderão confirmar. O caso será repassado a Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) e para o Ministério da Saúde. 

A infectologista Renata Beltrão, coordenadora do hospital de campanha, afirma que o caso do ponto de vista epidemiológico é preocupante porque o mesmo paciente pode ter ficado por pelo menos cinco meses com o vírus hibernando dentro do organismo. 

“Ele fez exames sorológico e swab para Covid-19 e vieram positivos (no mês de maio). Ele ficou bem, fez os exames novamente e não tinha mais defesa nem o vírus na cavidade nasal. Ficou sem sintomas. Quando foi no final de setembro, voltou a sentir sintomas leves. Fez exames e encontramos de novo o vírus”, comenta a infectologista Renata Beltrão.

A infectologista explica que para descobrir uma reinfecção ou recrudescência, de acordo com o Ministério da Saúde e a Organização Mundial de Saúde (OMS), o exame deve comparar as partículas virais dos dois momentos. Se o exame comprovar que a carga viral é diferente, trata-se de uma reinfecção. No entanto, se provar que é matéria equivalente, o caso é de recrudescência. 

No caso da recrudescência, o paciente está com a mesma carga viral voltando a apresentar os sintomas da doença. No caso da reinfeção, o paciente é afetado por uma nova carga viral, diferente da anterior, voltando a apresentar os sintomas. 

“A gente não tem como fazer essa comparação porque não se guarda o material genético. Então, não tem como enquadrar geneticamente se é ou não é a mesma partícula viral. Também não podemos afirmar se é reinfecção ou recrudescência porque isso não cabe a nós, mas aos órgãos maiores, como o Ministério da Saúde e a Sesapi”, diz Beltrão. 

No caso desse paciente de 40 anos, a médica ressalta que ele teve um processo inicial da doença, apresentou cura e depois entrou em um novo processo inicial da doença. Equipes de infectologistas do hospital acompanharam diretamente o caso. 

O boletim da Prefeitura Municipal de Parnaíba informa que a cidade registra 135 mortes e 7.333 casos confirmados da doença. O boletim ressalta que 18.407 casos foram descartados e pelo menos 7.182 pessoas venceram a doença. 

Carlienne Carpaso
[email protected] 

Parnaíba: Governo do Estado investe R$ 8 milhões na pavimentação de ruas

 

Foto: Ccom

O governador Wellington Dias visitou, nesta segunda-feira (19), na cidade de Parnaíba, as obras de pavimentação de diversas ruas e avenidas do município, executadas por meio do Programa PRO Piauí. Nesta etapa, estão sendo asfaltados 16,5 km de ruas em quatro bairros, beneficiando mais de oito mil moradores.

De acordo com Wellington, serão investidos, nesta etapa, por meio do PRO Piauí, R$ 8 milhões no asfaltamento de ruas e avenidas de Parnaíba. “Estamos trabalhando mais uma etapa da mobilidade urbana, com serviços executados pela Secretaria de Estado dos Transportes (Setrans). O trabalho está vindo dos bairros Broder Viller e Dom Rufino em direção ao São Vicente de Paula e Joaz Sousa. Todas essas comunidades serão beneficiadas com asfaltamento, garantindo qualidade de vida e desenvolvimento. O PRO Piauí aqui também atinge outro objetivo, que é a geração de emprego e renda”, comenta Dias.

Francisco Viana, morador da região há mais de 40 anos, está muito contente em ver as obras a todo vapor. “Isso aqui era muito ruim, todo mundo está gostando que o governador Wellington Dias trouxe isso aqui para nós”, declarou o parnaibano.

Já a moradora Rosa Silva destacou que, além de diminuir a poeira, o asfalto tende a diminuir o medo de assaltos. “O calçamento estava cheio de buracos e tínhamos medo de passar à noite. Por conta dos buracos, tínhamos que passar devagar e os marginais aproveitavam para realizar assaltos. Agora sem buracos as pessoas vão passar com velocidade normal, e isso diminui o medo de ser parado ou de cair em buracos”, comentou Rosa.

Da redação
[email protected]

Centro de Reabilitação de Parnaíba iniciará com atendimento de pacientes com sequelas da Covid-19

Foto: Ccom

O Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) e da Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), em parceria com o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conede-PI), inaugurou, nesta segunda-feira (19), Dia do Piauí, o Centro Especializado de Reabilitação (CER IV) de Parnaíba. O centro oferecerá serviços na modalidade de reabilitação visual, auditiva, física e intelectual e neste primeiro momento irá tratar pessoas com sequelas da Covid-19.

Na obra foram investidos R$ 8.071.524,03, oriundos do Ministério da Saúde, Tesouros Estadual e emendas parlamentares da deputada federal Rejane Dias. Para o governador Wellington Dias, além do grande volume de investimento e da quantidade de pessoas da região que serão beneficiadas, a conclusão do centro é um passo “gigante” no sentindo de completar o sistema de saúde da região com um atendimento especializado às pessoas com deficiência.

“Parnaíba é uma cidade polo de saúde, com curso de Medicina, de Enfermagem e de outras áreas da saúde, onde teremos de um lado atendimento aos que mais precisam e de outro vai servir de base para o aprendizado técnico e superior. Comemoro no Dia do Piauí esse momento de inauguração deste centro”, disse Wellington.

“A realização desse sonho foi por que Deus permitiu chegar até aqui. Iniciamos esse trabalho lá em Teresina, e em 12 anos já foram mais de 1 milhão de atendimentos, no qual tivemos a ideia de sempre descentralizar, e esse é conjunto de esforços que vai atender mais 60 mil pessoas”, comemora a deputada federal Rejane Dias.

No local, além do atendimento, haverá uma oficina ortopédica que permitirá que todos os equipamentos, como órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção (OPMs), sejam feitos sob medida. “Além disso, vai gerar empregos para médicos, nutricionistas, psicólogos, enfermeiros, nutricionistas, para cargos administrativos”, comentou Rejane Dias.

Todo o processo de seleção será feito pela Fundação Reabilitar que deve divulgar em breve o cronograma de seleção. Mais de 40 profissionais trabalharão no local.

“Essa inauguração é a confirmação da formação de uma rede de reabilitação no estado. Além das melhorias no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda), na maternidade; e as ações de enfrentamento à Covid-19, com a duplicação dos leitos de UTIs, e com todas as dificuldades, continuamos investindo nas ações de saúde; na consolidação de um sistema de saúde eficaz e humanizado”, disse o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

“São pessoas com deficiência que ficavam sem o tratamento por que não podiam se deslocar para Teresina que agora vão poder receber atendimento com conforto e próximo de suas casas. Com certeza é um marco, o antes e depois do CER Parnaíba. Essas pessoas serão encaminhadas por meio da regulação das secretarias de saúde dos municípios”, disse o secretário de Estado da Pessoa com Deficiência, Mauro Eduardo.

“Vamos iniciar com atendimento às pessoas que ficaram com sequelas de Covid-19. Mais de 90% desses pacientes saem com complicações pulmonares, aqui ele vai receber todo o atendimento médico, exames de diagnóstico e vamos traçar o plano de tratamento. O centro vai ter capacidade simultânea de atendimento de 200 pacientes, funcionando de 7h30 às 12h30 e, a medida da necessidade, vamos expandindo para um novo turno. A partir do início do próximo ano que iniciaremos os atendimentos das quatro deficiências, são etapas que vamos seguir. É uma alegria, mais uma missão que nos foi repassada – cumprir com êxito o nosso trabalho, seguindo o modelo do Ceir de Teresina”, explicou Aderson Luz, superintendente da Associação Reabilitar.

Da Redação
[email protected]

Município de Parnaíba terá programação pelo dia do Piauí

Em alusão ao 198º aniversário de adesão do Piauí à Independência do Brasil, o Dia do Piauí, celebrado em 19 de outubro, o Governo do Estado programou uma série de comemorações. Em Parnaíba, um Culto em Ação de Graças será realizado no domingo (18), a partir das 17h, com transmissão da Primeira Igreja Batista. No mesmo dia será realizada, às 18h, a cerimônia de outorga da Ordem Estadual Mérito Renascença do Piauí, com transmissão do Teatro Saraiva

Na segunda-feira (19), às 7h30, haverá a aposição da corbelha de flores no Monumento da Independência e hasteamento de bandeiras na Praça da Graça, no Centro de Parnaíba. Em seguida, às 8h, será o Te Deum Laudamus de Ação de Graças, com transmissão da Catedral de Nossa Senhoras das Graças, na Praça Saraiva, também no Centro da cidade.

Logo após, ainda dentro das comemorações do Dia do Piauí, o governador Wellington Dias irá inaugurar o Centro Especializado em Reabilitação (CER) IV de Parnaíba, a partir das 9h, na Rua Mira Rios, bairro São Vicente de Paula, em Parnaíba.

Da Redação
[email protected]

Turista de Teresina é arrastado pela ondas e morre na praia da Pedra do Sal

Um turista morreu afogado na praia da Pedra do Sal, em Parnaíba, no litoral do Piauí. O afogamento ocorreu nesse domingo (11) logo após a vítima ser arrastada pela força das ondas e bater em um pedra.

Vídeos gravados por banhistas mostram a tentativa de reanimação da vítima por pescadores e surfistas, porém sem sucesso. Testemunhas contaram que não havia bombeiros na praia. 

A vítima- que ainda não teve a identidade confirmada- tinha ido ao litoral do estado uma excursão. 

 

Com informações Notícia da Manhã
[email protected]

Polícia do DF cumpre mandado em Parnaíba por golpe financeiro estimado em R$ 8 milhões

Foto: Reprodução video PCDF

 Ccoordenador da Corf, delegado Wisllei Salomão

 

A Polícia Civil do Distrito Feral deflagrou uma operação para desarticular uma organização criminosa que praticava golpes financeiros a bancos e comércios no DF. Um dos mandados foi cumprido em Parnaíba, no litoral do Piauí.

De acordo com a Polícia Civil, os integrantes produziam e utilizavam documentos falsos com a finalidade de obter crédito junto às instituições financeiras e redes de lojas varejistas no âmbito do Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás e São Paulo. São 32 mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva e temporária cumpridos no Piauí, DF e Goiás. O prejuízo gira em torno de R$ 8 milhões com os golpes. 

Até o momento foram realizadas 27 prisões no Piauí, Goiás e Distrito Federal sendo: 18 prisões preventivas; duas prisões temporárias; e uma prisão flagrante por tráfico de drogas, além de apreensão de maconha, cocaína, objetos eletrônicos, documentos diversos, aparelhos celulares, notebook e um cofre.

Além de Parnaíba, os mandados foram cumpridos em nas cidades satélites de Águas Claras, Ceilândia, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Taguatinga, Planaltina, Vicente Pires, Samambaia, Guará, São Sebastião e em Santo Antônio do Descoberto/GO, Novo Gama/GO, Caldas Novas/GO.

A operação foi chamada de Lombroso é realizada pela Coordenação de Repressão a Crimes contra o Consumidor, à Propriedade Imaterial e Fraudes – Corf. 

"Os integrantes desse grupo falsificavam documentos e utilizavam esses documentos falsos para obter créditos junto a instituições financeiras e grandes redes atacadistas no Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás e São Paulo", afirmou o coordenador da Corf, delegado Wisllei Salomão, informando que eles serão indiciados por organização criminosa, estelionato e uso de documento público. 

Os indiciados também são reincidentes em crimes graves, como: homicídio, extorsão mediante sequestro, roubo com restrição de liberdade, tráfico de drogas, organização criminosa, porte ilegal de arma de fogo uso de documentos falsos, falsificação de documento público, estelionato e furto mediante fraude. 

O efetivo utilizado foi de 250 policiais civis.

 


Caroline Oliveira
Com informações da PC-DF
[email protected]

Parnaíba está há 21 dias sem mortes pela Covid e leitos de UTI vazios

Parnaíba, o segundo município mais populoso do Piauí, está há 21 dias sem registrar mortes pela Covid-19. Dados do último boletim epidemiológico municipal apontam também que todos os leitos de UTI Covid também estão vazios. 

Rejane Moreira, secretária municipal de Saúde, atribui a situação a uma série de medidas, entre estas, a descentralização da testagem, bem como a abertura de um hospital municipal de campanha, o Nossa Senhora de Fátima, que atenderá casos exclusivos da doença até o mês de dezembro. 

"Tem ainda o empenho na Vigilância em Saúde, a entrega de medicamentos seguindo nosso protocolo, a oferta de testes em todos os bairros com médico, enfermeiros e distribuição de medicamentos com carreta também na zona rural, a abertura do  hospital e tambpem o Centro Covid que atende pacientes durante os turnos da tarde e noite", disse a secretária ao Cidadevede.com. 

Em Parnaíba quase 7 mil pessoas já foram infectadas pelos novo coronavírus, sendo que 135 morreram da doença. 


Graciane Sousa
[email protected]

Parnaíba: Setrans realiza pavimentação asfáltica de ruas e avenidas

Em um esforço que irá beneficiar cerca de 8 mil famílias de diversos bairros da zona urbana de Parnaíba, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado dos Transportes (Setrans), realiza a pavimentação asfáltica em Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), de 115.500,00 m², em diversas ruas da sede do município.

A obra, realizada pela PAC Engenharia Ltda. é custeada com recursos do Tesouro Estadual e está orçada em R$ 8.079.689,52. Com os serviços já iniciados, a expectativa é de que a iniciativa seja entregue até o final do ano.

Ainda em Parnaíba, a Setrans executa serviços de sinalização horizontal e vertical da Pista de Pouso e Decolagem, estacionamento e acesso ao Aeroporto Prefeito Dr. João Silva Filho. A obra contempla ainda a sinalização de uma ciclofaixa, que beneficia e garante segurança para os ciclistas que transitam pela região. São investidos R$ 958.695,49, oriundos de um acordo de cooperação técnica entre a Secretaria de Transportes e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

As melhorias fazem parte de uma série de obras iniciadas ainda em 2017, quando o Governo do Estado entregou a duplicação do trecho que dá acesso ao Aeroporto Prefeito Dr. João Silva Filho. O trecho de 481,20 metros, no entroncamento com a BR 343, recebeu investimentos de 2.262.511,72.

Da Redação
[email protected] 

Operação da PF mira operadores logísticos de esquema de contrabando de cigarros

Atualizada às 10h20

Os mandados de busca e apreensão cumpridos nesta quinta-feira (01) durante a operação La Playa, deflagrada pela Polícia Federal, têm como alvo principal os operadores logísticos do esquema de contrabando de cigarros, que atuavam principalmente no município de Cajueiro da Praia. De acordo com o delegado Carlos Alberto Ferreira, chefe da delegacia da PF em Parnaíba, a prática passou a ser intensificada nos últimos cinco anos. 

"Já é algo histórico do litoral nordestino, de São Luís ao Rio Grande do Norte, contudo, se intensificou o contrabando de cigarro nos últimos cinco anos, pela região de Cajueiro da Praia. Hoje, fizemos  a coleta de provas envolvendo pessoas que facilitam a logística na região. Essas pessoas atuavam como se fossem capatazes, na contratação de pessoas para fazer a descarga ou armazenamento do produto", explicou o delegado. 

Os mandados estão sendo cumpridos em estabelecimentos comerciais e imóveis de pessoas que seriam ligadas ao esquema de contrabando. 

Ainda de acordo com as investigações, as cargas de cigarros que eram descarregadas no litoral piauiense tinham como destino o mercado local, além dos estados do Ceará e Maranhão. 

A origem dos produtos, de acordo com a PF,  é bem diversificada, e envolve países como Paraguai e países caribenhos. 

No último mês de setembro, o cidadeverde.com apurou que o grupo que tripulava a embarcação que encalhou no litoral já realiza a mesma rota de transporte ilegal de cigarros há pelo menos 10 anos. Semanalmente, o mesmo grupo sai de países da região Guiana e do Suriname, passa pelos estados do Pará e Maranhão, e tem como destino final o litoral do Piauí, onde a carga é retirada dos barcos e colocada em caminhões para ser levada a outros estados brasileiros.

Foto: divulgação PF

Um barco carregado de cigarros que encalhou em Cajueiro da Praia, no litoral do Piauí, em agosto, levou a Polícia Federal a deflagrar operação La Playa nesta quinta-feira (01). Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em Parnaíba para desarticular um sofisticado e milionário esquema de transporte e distribuição de contrabando de cigarros e outros produtos de origem estrangeira comercializados ilegalmente no litoral norte.

O barco encalhado em agosto transportava  mais de 110 mil pacotes, cada um com 20 maços de cigarro. O valor total do carregamento foi avaliado em R$ 5 milhões.

Foto: divulgação PF

Foto: reprodução WhatsApp

"As investigações são decorrentes da apreensão de embarcação que encalhou recentemente em área praiana do município de Cajueiro da Praia, a partir da qual se iniciaram diligências para identificar destinatários e operadores logísticos do esquema. O material arrecadado na cabine do comandante da embarcação indica participação de outras pessoas e sofisticado esquema de transporte e distribuição", informou a Polícia Federal por meio de nota.

Os investigados podem responder contrabando e organização criminosa. Ao todo, 30 policiais federais cumprem as ordens judiciais. 

A operação foi denominada “La Playa” em referência ao local do encalhe da embarcação e possível origem de parte do cigarro contrabandeado.


Graciane Sousa e Natanael Souza
[email protected]

Posts anteriores