Cidadeverde.com

Parnaíba recebe Salão Rota das Emoções e FEPEME a partir do dia 27

De 27 a 30 de novembro, acontece o Salão do Turismo da Rota das Emoções. O evento, que é itinerante, será realizado em Parnaíba, numa ação do Sebrae nos Estados do Piauí, Ceará e Maranhão, que compõem esse roteiro integrado.

A programação do Salão, que é focado no fortalecimento da governança regional e na geração de conhecimentos e negócios, envolve mesas redondas, seminários, palestras, oficinas gerencias e de artesanato, rodadas de negócios, e lançamentos de novos produtos turísticos, além da Fepeme – Feira de Negócios da Micro e Pequena Empresa.

A abertura oficial ocorrerá no dia 27 de novembro (quarta-feira), às 20h00, no Estádio Dirceu Arcoverde, Verdinho, onde serão realizadas todas as atividades do Salão, incluindo a palestra show Trejeitos, que acontece logo após a abertura oficial, com o humorista Dirceu Andrade.

A Fepeme terá exposição e comercialização de produtos do artesanato, do comércio e da indústria. A feira contará também com uma ampla Praça de Alimentação, com o melhor da culinária regional, e com um palco onde acontecerão apresentações culturais e shows com artistas dos três Estados que compõem a Rota das Emoções.

ABERTURA OFICIAL
SALÃO DO TURISMO DA ROTA DAS EMOÇÕES / FEPEME
Data: 27 de Novembro (Quarta-Feira)
Horário: 20h00
Local: Estádio Dirceu Arcoverde (Verdinho)
Após a abertura oficial: Palestra Show Trejeitos, com Dirceu Andrade

Fonte: Agência Sebrae de Notícias|

PM apreende cédulas de R$ 100 falsas no conjunto Dom Rufino em Parnaíba

Um homem identificado como Gilvan Mendes dos Santos foi preso em flagrante no conjunto Dom Rufino em Parnaíba, suspeito de repassar dinheiro falso. A prisão foi realizada pela Polícia Militar, na última sexta-feira(22), por volta das 23h. 

De acordo com os policiais, ele estaria repassando o dinheiro em um estabelecimento comercial, quando a PM foi avisada e ao chegar ao local encontrou o uma nota de R$ 100 falsa com ele e a outra já havia sido entregue no comércio. 

Os militares deram voz de prisão ao suspeito que foi encaminhado à Delegacia da Polícia Federal para as providências cabíveis. 

 

Caroline Oliveira
[email protected]

PM prende em Parnaíba foragido da penitenciária Major César

Foto: Divulgação Polícia Civil/Arquivo

Uma guarnição da Polícia Militar, coordenada pelo sargento Farlon Machado, cumpriu na manhã deste domingo(24), o mandado de prisão em desfavor de Anderson Cardoso de  Lima, vulgo Lobão. 

A prisão foi efetuada na Rua Fausto Bastos, bairro São Vicente de Paula, em Parnaíba. 

Lobão era foragido da Penitenciária Major César, em Altos, desde a saída temporária para o Dia das Mães. Ele é condenado a cerca de seis anos por roubo majorado e cumpria pena na unidade.

Com base na informação, foram realizadas diligências e nas primeiras horas de hoje os policiais conseguiram recaptura-lo.

Lobão foi encaminhado à Central de Flagrantes de Parnaíba.

 

Da redação
[email protected]

Apreendido veículo, pistola municiada e 6 kg de cocaína na cidade de Parnaíba

Foto: reprodução

Policiais Civis lotados na Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (DEPRE), realizaram uma grande apreensão de cocaína na tarde desta quarta-feira(20), no trecho da BR 343, estrada que liga Parnaíba a Luiz Correia, no litoral do Piauí. 

Um veículo Siena com placas de Teresina, ocupado por dois suspeitos empreenderam fuga de Luiz Correia em direção a Parnaíba, quando estes notaram a presença da polícia no encalço. 

No trajeto da fuga, na altura do residencial Conviver, o veículo investigado fez uma manobra indevida e sofreu uma colisão contra outro veículo, chegando a capotar. 

Neste momento, policiais da DEPRE coordenados pelo delegado Eduardo Akino trocaram tiros com os dois suspeitos, que conseguiram abandonar o carro e fugiram pela mata.

Após vistoria no interior do veículo, os policiais acharam 05 tabletes de uma substância análoga a cocaína, pesando cerca de 6kg, além de uma pistola calibre 380, com o carregador completo de munição.  

O caso foi encaminhado à central de flagrantes de Parnaíba. O veículo Siena, usado pelos suspeitos de tráfico de drogas ficou com marcas de bala devido a troca de tiros entre a polícia e seus ocupantes.

Foto: reprodução

Fonte: Acesso PHB 

Pedra do Sal é liberada para banho após desaparecimento das manchas de óleo

A praia Pedra do Sal, em Parnaíba (a 324 km de Teresina), foi liberada para banho nesta quinta-feira(21) pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Semar). O local foi considerado impróprio depois que manchas de óleo atingiram a praia no último fim de semana.

A Semar autorizou novamente o banho, depois que de percorrer mais de dez quilômetros e não serem visualizados novas manchas ou fragmentos do óleo. O órgão é responsável pela balneabilidade das praias do Piauí e ontem já havia permitido, novamente, o banho nas praias de Atalaia e Peito de Moça em Luís Correia. 

 Com esta permissão, todas as praias do litoral piauiense estão liberadas para o banho. 

Em nota, a Secretaria informou que, juntamente com Capitania dos Portos, percorreu 130 quilômetros em alto mar, entre os dias 18 e 19 de novembro (segunda e terça) em forma de zigue-zague, partindo do entreposto pesqueiro Anchieta Pescados, seguindo até a praia de Maramar, com o objetivo de interceptar manchas de óleo na corrente marítima que pudessem ser depositadas nas praias entre Peito de Moça e Delta do Parnaíba. 

“Considerando que desde a data em que as praias foram classificadas como impróprias para banho, a quantidade de resíduo coletado reduziu significativamente, e considerando os resultados observados no monitoramento, A Semar classifica a Praia Pedra do Sal como própria para banho”, informa a nota do órgão, ressaltando que a sitPedra douação apresentada não significa que novas manchas não possam aparecer posteriormente.

 

Caroline Oliveira
[email protected]

TCE/PI realizará Encontro Técnico sobre Educação em Parnaíba; inscrições abertas

Continuam  abertas as inscrições para o Encontro Técnico TCE Educação – Parnaíba, que será realizado  dia 22 de novembro no auditório da Universidade Estadual do Piauí. O evento, que é organizado pela Escola de Gestão de Controle Conselheiro Alcides Nunes (ECG) do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE/PI) é voltado para professores, diretores, secretários municipais de educação e prefeitos da região, além de alunos, pais e a comunidade em geral. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas aqui.

As atividades fazem parte do Programa Piauí na Ponta do Lápis, implantado pelo TCE/PI este ano. O programa trabalha em três frentes de atuação: na fiscalização, na gestão e na formação. O Encontro Técnico TCE Educação faz parte da vertente de formação.

A diretora executiva da Escola de Contas, Valéria Leal, explica que a proposta é capacitar gestores, diretores, professores, secretários da rede pública para questões recorrentes sobre a fiscalização do Tribunal, licitações e contratação de mão de obra temporária, e, ao mesmo tempo, vai estimular todos os atores da educação, incluindo alunos e pais de alunos, a fazerem o controle social. 

No início do mês, o Encontro Técnico TCE Educação reuniu mais de 450 participantes em Picos.   


PIAUÍ NA PONTA DO LÁPIS

Equipes do TCE/PI visitarão algumas escolas de Parnaíba para divulgação do aplicativo Piauí na Ponta do Lápis – a vertente gestão do Programa e o grande estimular do controle social.

O aplicativo permite que alunos, professores, funcionários e o cidadão em geral respondam questionários sobre a qualidade do serviço prestado pelas escolas públicas sendo, inclusive permitido o envio de foto.

De acordo com o chefe da Divisão de Fiscalização da Educação do TCE/PI, Gilson Araújo, o aplicativo permite que todos os gestores tomem conhecimento da situação das escolas pela visão dos alunos. ‘Por ser um aplicativo, fala a linguagem do jovem e é uma ferramenta incrível para todos que fazem a educação. Importante destacar que os diretores não saberão os nomes dos alunos que usam o aplicativo. A reclamação chegará de forma anônima”, esclareceu.

A ferramenta permitirá que a comunidade escolar fique mais próxima dos gestores da educação pública buscando soluções para os problemas do cotidiano nas unidades de ensino. Os gestores terão a oportunidade  de adotar as providências de forma mais rápida e eficiente. “Com o aplicativo Piauí na Ponta do Lápis todo mundo ganha e podemos contribuir para o avanço da educação”, avalia Gilson.

O aplicativo Piauí na Ponta do Lápis é gratuito e está disponível nas  lojas Playstore e APP Store. 

ENCONTRO TÉCNICO TCE EDUCAÇÃO – Parnaíba

Data: 22 de novembro de 2019

Auditório da UESPI

Credenciamento

08h10 – Abertura

08h30 – Apresentação do Aplicativo “Piauí na Ponta do Lápis”
Palestrante: Gilson Araújo– Auditor de Controle  Externo e Chefe da Divisão de Educação da Diretoria de Fiscalização Especializada (TCE-PI)

08h45 –  Palestra: Gestão Escolar
Palestrante: Rizalva Cardoso – MBI Gestão Escolar e Direito Educacional (PUC).

09h30 – Palestra: Contratação de Pessoal por Tempo Determinado.
Palestrante: Carolline Leite Lima Nascimento – Auditora de Controle Externo e Chefe de Seção de Fiscalização e Admissão de Pessoal do TCE/PI.

10h30 – Debate

11h00 – Intervalo.

13h30 – Palestra: Criação, funcionamento e atuação dos Conselhos Municipais de Educação.
Palestrante: Maria Antonia da Silva Costa – Coordenadora Estadual da Uncme/PI (União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação)

15h – Palestra: Licitações e Contratos em Educação.
Palestrante: Ramon Patrese Veloso e Silva – Auditor de Controle Externo e Chefe da Unidade de Controlaria Interna do TCE/PI.

16h00 – Debate

16h30 – Encerramento.

Fonte: TCE-PI
 

Polícia Federal deflagra operação e cumpre 12 mandados em Parnaíba e em Goiás

Foto: Ascom/PF

Atualizada às 10h30


O delegado da Polícia Federal, Carlos Alberto Nascimento, informou ao Cidadeverde.com que três empresários foram presos na operação "Senes" deflagrada na manhã desta quarta-feira (20). 

A PF investiga quadrilha especializada em fraudar benefícios do INSS. Em Parnaíba foram presos dois empresários - um do ramo de lava jato e outro de madeireira. 

"A quadrilha falsificava documentos, criavam benefícios falsos, cooptavam idosos para irem aos bancos e agências do INSS. Eles pegavam os cartões e sacavam os benefícios". 
 

Atualizada às 8h40

Foto: Divulgação PF-PI

Uma operação da Polícia Federal, contra fraude na previdência, cumpriu três mandados de prisão e nove mandados de busca e apreensão em Parnaíba (a 324 km de Teresina) e em Valparaíso-GO, nesta quarta-feira(20). A quadrilha especializada atuava em solo piauiense, no Maranhão e no Distrito Federal e teria gerado um prejuízo de R$ 7,6 milhões aos cofres públicos.  

Os mandados da Operação Senes foram expedidos pela Justiça Federal de Parnaíba. As investigações iniciaram ainda em 2018, depois da prisão em flagrante de um dos integrantes do bando no litoral piauiense e foram realizadas pela Polícia Federal em conjunto com Ministério Público Federal. 

Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva em Parnaíba e um em Valparaíso em Goiás. 

Segundo o Núcleo de Inteligência da Coordenação Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista – CGINT, órgão da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que participou das investigações, o prejuízo efetivo já remonta a R$ 7,6 milhões com o pagamento dos benefícios identificados, obtidos de forma indevida. 

“Contudo, com a deflagração desta operação, a economia gerada é de pelo menos R$ 13,6 milhões, apenas considerados os benefícios previdenciários identificados e suspensos nessa primeira fase da investigação”, informa a nota da Polícia Federal.

Os investigados responderão pelos crimes de estelionato majorado, falsidade ideológica, inserção de dados falsos em sistemas de informação e formação de quadrilha, cujas penas podem chegar a 15 anos de reclusão.

Participam da operação 50 policiais federais dos estados do Piauí, Ceará, e do Distrito Federal, com apoio de servidores da CGINT e IBAMA.


Caroline Oliveira e Yala Sena ( Com informações da Polícia Federal )
[email protected]

Navio da Marinha não encontra manchas de óleo na superfície do mar

  • navio-guanabara3.jpg Capitania dos Portos do Piauí
  • navio-guanabara2.jpg Capitania dos Portos do Piauí
  • navio-guanabara1.jpg Capitania dos Portos do Piauí
  • navio-guanabara.jpg Capitania dos Portos do Piauí
  • Untitled-8.jpg Romero Holanda e Clebson Lustosa/TV Cidade Verde
  • Untitled-7.jpg Romero Holanda e Clebson Lustosa/TV Cidade Verde
  • Untitled-6.jpg Romero Holanda e Clebson Lustosa/TV Cidade Verde
  • Untitled-5.jpg Romero Holanda e Clebson Lustosa/TV Cidade Verde
  • Untitled-4.jpg Romero Holanda e Clebson Lustosa/TV Cidade Verde
  • Untitled-1.jpg Romero Holanda e Clebson Lustosa/TV Cidade Verde

O navio Guanabara, que partiu na manhã de ontem para patrulhar o litoral do Piauí, não encontrou vestígios de óleo na superfície do mar. A embarcação tinha abordo, além dos fuzileiros navais, técnicos da Secretaria estadual do Meio Ambiente e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). 

“O navio fez ontem durante todo o dia e noite e hoje também, levantamento do nosso litoral, realizando manobras de zigue-zague procurando por manchas de óleo e nada foi encontrado”, disse ao Cidadeverde.com, o comandante da Capitania dos Portos do Piauí, capitão Benjamin Dante Lima.

Segundo ele, o monitoramento do navio bate com o que foi feito por um helicóptero nos últimos dias. “Isso corrobora o que foi avaliado pela aeronave que estava com um representante do ICMBIo a bordo, e não detectou óleo na superfície do mar”, afirmou.

Ainda de acordo com o comandante, o navio suspendeu hoje o monitoramento no Piauí e passar agora a patrulhar áreas entre o Piauí e Maranhão.

“Ele permanece fazendo o monitoramento entre o Maranhão e o Piauí, depois ele precisa abastecer de gêneros, combustíveis e depois retorna para a nossa área. Cada navio tem a sua autonomia e ele já estava há um tempo fazendo essa patrulha”, explica.

Emergência

A vice-governadora Regina Sousa e o secretário de Defesa Civil, Geraldo Magela, aguardam relatório da Marinha sobre a situação das manchas de óleo no litoral do Piauí para decretar estado de emergência. O decreto deve beneficiar os municípios do litoral com foco no Delta do Parnaíba. 

Praias

Desde o início do aparecimento das manchas de óleo já foram retiradas mais de três toneladas de material das praias piauienses. Em setembro, sete praias foram afetadas, mas nenhuma foi considerada imprópria, já neste reaparecimento, que começou na quinta, das cinco afetadas, três estão impróprias para o banho. São elas:  Atalaia e Peito de Moça, em Luís Correia, e Pedra do Sal em Parnaíba.

Delta do Parnaíba

Já são sete áreas do Delta afetadas pelo petróleo cru. Das 70 ilhas e praias do Delta, a Marinha localizou vestígios de óleos nas localidades das Ilhas das Canárias, Poldros, do Caju, nas praias do Pontal, de Caiçaras e Barra das Melancieiras.

Hérlon Moraes
[email protected]

Salipa terá Marcelo Rubens Paiva e outros escritores em Parnaíba

A 7ª edição do Salão do Livro de Parnaíba foi lançada na noite desse sábado, 16 de novembro, no Hotel Pousada dos Ventos, encerrando um período de interrupção de três anos. O coordenador do evento, professor Wellington Soares, apresentou a programação de palestras e shows culturais que acontecerão de 28 deste mês a primeiro de dezembro no Campus Reis Velloso da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Antes realizado pela prefeitura de Parnaíba nas gestões de José Hamilton e Florentino Neto, o Salipa volta agora sob a responsabilidade do governo do Estado, através da Secretária de Cultura, e Universidade Federal do Piauí, em parceria com a Fundação Quixote, resultado do esforço do ex-prefeito Florentino Neto (atual secretário estadual de saúde) e do secretário estadual de cultura, deputado Fábio Novo.

O ex-prefeito e primeiro suplente de senador José Hamilton Castelo Branco prestigiou o lançamento do 7° Salipa e lembrou quando o evento foi criado em 2009, durante uma de suas gestões na Prefeitura de Parnaíba, se tornando uma referência cultura na região. O diretor do Campus Reis Veloso da UFPI/UFDPAR, o professor doutor Alex Marinho, também esteve presente e reforçou o compromisso da instituição com a realização do evento literário parnaibano.

Mantendo a propostas das últimas seis edições, o Salipa deste ano terá palestrantes de renome nacional, estadual e local, além de apresentações artísticas diversas e a feira de livros com estandes de livrarias de várias cidades da região, representando quase todos as editoras do país. Entre os palestrantes, estão Marcelo Rubens Paiva, autor do clássico “Feliz Ano Velho”, que vai falar sobre seu novo livro, “O Homem Ridículo”; jornalista Francisco José, editor do Globo Repórter, que proferirá a palestra "Desafios das Grandes Reportagens”; Jornalista e escritor Zózimo Tavares, que falará sobre “Alberto Silva, um engenheiro na Política”; Wellington Soares que explanará sobre seu novo livro “Autores Piauienses Consagrados”; Elmar Carvalho, com a palestra “Lutar com palavras é a luta mais vã/Entanto lutamos mal rompe a manhã”; Cláucio Ciarline, que falará sobre “A safra atual de escritores parnaibanos”; Ithalo Furtado, que palestrará sobre seu projeto “Escuto histórias, escrevo poemas”, o professor doutor Francisco Machado, com o tema “Da contradição e do contraditório da educação como prática social transformadora e constitutiva do ser humano”, entre outros escritores da programação.

Na parte das apresentações artísticas, a programação incluiu talentos piauienses reconhecidos como Batuque Elétrico, com o show “Cumbuca Mix”; Teófilo Lima e Daniel Filipe, com o show “Juntos e Misturados”, e Soraya Castelo Branco e Luana Campos, com o show “Sol e Lua do Piauí”.

PROGRAMAÇÃO DE PALESTRAS COMPLETA
Dia 28/11/2019 (Quinta-Feira)

19 – Abertura

19h30 – Palestra: “O Homem Ridículo”
                Marcelo Rubens Paiva
                (Escritor, jornalista e dramaturgo)

21h – Show: “Rosa dos Ventos”
                        (Banda de Pífanos Caju Pinga Fogo)

Dia 29/11/2019 (Sexta-Feira)

9h – Palestra: “A natureza da humanidade é a cultura: intervenção cultural e saúde mental”
                          Edmar Oliveira
                          (Psiquiatra e escritor)


10h30 – Palestra: “Paulo Freire: o andarilho da utopia”
                          Alcione Amorim
                          (Prof. Seduc-Eja/Parnaíba)                        
                          Fonseca Neto
                          (Professor da Ufpi, historiador e membro da APL)


15h – Palestra: “Vozes femininas e novas experiências poéticas”  
                           Maiele carvalho
                          (Professora e poeta)
                          Leila Alexandre
                          (Poeta e professora/Ufpi)                            
                           Marleide Lins
                          (Poeta e editora)
                         

16h30 – Palestra: “Autores piauienses consagrados”
                                 Wellington Soares
                                  (Professor, escritor e editor da Revestrés)


19h – Palestra: “Literatura, negritude e feminismo”
                              Joice Berth
                              (Escritora, arquiteta e feminista negra)


21h – Show: “Cumbucada Mix”
                        (Batuque Elétrico)

Dia 30/11/2019 (Sábado)

9h – Palestra: “A safra atual de escritores parnaibanos” 
                           Cláucio Ciarlini 
                           (Professor, escritor e jornalista)


10h30 – Palestra: “Uma conversa sobre literatura LGBTQ”
                                  Ana Kelma Gallas
                                  (Escritora e profa. Faculdade Santo Agostinho)
                                  Noé Filho
                                  (Escritor e coordenador da Geleia Total)


15h – Palestra: “Lutar com palavras é a luta mais vã./ Entanto lutamos mal rompe a manhã”
                                  Elmar Carvalho
                                  (Magistrado, escritor e membro da APL)


16h30 – Palestra: “Alberto Silva, um engenheiro na política”
                                  Zózimo Tavares
                                  (Jornalista e escritor)
                                 
19h – Palestra: “Desafio das Grandes Reportagens”
                              Francisco José
                              (Jornalista, escritor e repórter da Globo)


21h – Show: “Juntos e misturado”
                        (Teófilo Lima e Daniel Filipe)


Dia 01/12/2019 (Domingo)

9h – Palestra: “Cinema brasileiro moderno: abordagens e perspectivas”
                            Fred Lima
                            (Pesquisador e prof. Dr. em História Social/Ufpi)


0h30 – Palestra: “Escuto histórias, escrevo poemas”
                              Ithalo Furtado
                             (Escritor e compositor)


15h – Palestra: “Da contradição e do contraditório da educação como prática social transformadora e constitutiva do ser humano”
                            Francisco Machado
                            (Prof. Dr. em Educação / Ufpi)


16h30 – Palestra: “Ser professor – um turbilhão de emoções”
                                 Neto Ceará
                                 (Professor e coordenador do Colégio CEV)


19h – Palestra: “O poeta e sua hora: Mário Faustino e Torquato Neto” 
                             Durvalino Couto
                              (Publicitário e poeta)
                              Feliciano Bezerra
                              (Professor Dr. Letras/Uespi e músico)

21h – Show: “Sol e Lua do Piauí”
                        (Soraya Castelo Branco e Luana Campos).

[email protected]

Óleo: catadores de mariscos do Piauí perdem clientes e vendas caem 90%, diz associação

Foto: Divulgação/Marinha

A presença de óleo na região litorânea do Piauí já afeta a economia dos trabalhadores de pesca. Compradores estão deixando de adquirir peixes e mariscos no Estado por medo de contaminação. 

A presidente da Associação de Catadores de Marisco de Ilha Grande do Piauí, Joelma Santos, contou ao Cidadeverde.com que,  no último mês, um comprador que adquiria entre 1 tonelada de marisco dos produtores, cancelou a compra. "O homem que comprava parou porque disse que as pessoas não estão querendo por medo de contaminação. E isso afeta nossa renda porque a fonte maior é a produção de marisco. Agora estamos vendendo de 20 a 30Kg por semana", conta Joelma. 

A Associação dos Catadores de Marisco de Ilha Grande do Piauí conta com 45 associados. Eles catam marisco no portal do Delta do Parnaíba e temem que o óleo chegue ao Rio Parnaíba.  Desde os 10 anos de idade Joelma ajuda os pais a catar marisco. A presença do óleo na região tem deixado os trabalhadores apreensivos. "Está todo mundo com medo de entrar no rio porque , se entrar, vai ter gente que vai passar fome. Vai ser uma tragédia muito grande", acredita Joelma. 

Lucimar Rodrigues, presidente da Colônia Z-7 de Pescadores de Ilha Grande do Piauí, também afirma que a situação está ruim para pescadores da região. Ele afirma há relatos de peixes que já morreram por conta do contato com o óleo. 

"Aqui está ruim para todo mundo. Vamos nos unir com a prefeitura, sindicato do pescadores e colônia para tentar fazer uma vistoria e avaliar a situação", disse Lucimar. 

O Movimento dos Pescadores e Pescadoras Artesanais do Piauí (MPP-PI) divulgou, neste fim de semana, uma nota em que pede  a decretação de estado de emergência em saúde pública, por conta das manchas de óleo que estão aparecendo no Delta do Parnaíba. 

Em manifesto divulgado no sábado (16), os trabalhadores afirmam que há risco de vida aos cidadãos que moram ou visitam a região por causa da contaminação causada pelo óleo.   


Izabella Pimentel
[email protected] 

Posts anteriores