Cidadeverde.com

Hospital Regional de São Raimundo Nonato volta a ter 100% de UTIs ocupadas

Fotos: Divulgação CCOM

O Hospital Regional Senador Cândido Ferraz, em São Raimundo Nonato, a 523 Km de Teresina, voltou a ter taxa de 100% de ocupação nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) Covid. 

Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), divulgados na noite dessa terça-feira (8), todos os 20 leitos de UTI do hospital estão com pacientes.  Quanto à situação dos leitos clínicos, 12 dos 20 disponíveis estão ocupados. A cidade de São Raimundo Nonato já contabiliza 2436 casos confirmados de coronavírus e 21 óbitos causados pela Covid-19.

No Sul do Estado também chama atenção a ocupação dos leitos clínicos do Hospital Regional Dr João Pacheco Cavalcante, na cidade de Corrente. De acordo com a Sesapi, todas as cinco vagas disponíveis estão ocupadas. Há apenas dois leitos de estabilização sem pacientes. O município já registrou  883 casos de coronavírus.

No Norte do Estado o Hospital Regional de Campo Maior está com a ocupação de leitos clínicos no limite. Das 19 vagas, 18 estão ocupadas, que representa lotação de 94,7%. 

Na rede estadual de saúde a ocupação dos leitos de UTI está em 46,5%. Quanto aos leitos clínicos, a lotação é de 41,3%. 

Os casos  confirmasdos de coronavírus no Piauí chegam a 132.718.  A mortes somam 2.695 notificadas em 198 municípios. 


Izabella Pimentel
[email protected] 

Hospital de São Raimundo Nonato ganha novas UTIs

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), ampliou de 15 para 20 o número de leitos de UTI do Hospital Regional Senador José Cândido Ferraz, no município de São Raimundo Nonato. Os novos leitos chegam para aumentar a capacidade de atendimento da unidade de saúde por conta da lotação da terapia intensiva do Hospital.

Para o secretário Florentino Neto, o aumento no número de leitos de UTI no HRSJCF é uma resposta rápida do Governo à necessidade pontual da região, onde os leitos estão todos ocupados. “Vamos ampliar a estrutura de enfrentamento à Covid-19 sempre que houver necessidade. Estamos monitorando não só a situação em São Raimundo Nonato como também em todo o Piauí”, diz o secretário.

“Sempre que houver necessidade de uma atenção maior em qualquer região do Estado estaremos atuando prontamente, através do Pró Saúde e o Pró Piauí. Nosso objetivo é garantir a assistência adequada à população, principalmente neste período crítico da pandemia”, enfatiza Florentino.

De acordo com a avaliação do secretário, tudo o que foi feito até agora tem demonstrado nossa capacidade de reação no enfrentamento à Covid. “A estrutura continua montada e, em alguns locais, está sendo é ampliada, dependendo da necessidade. É preciso ter ações preventivas, articulação com os municípios e organização da rede de assistência à saúde para conseguirmos vencer a pandemia. Juntos, vamos conseguir”, finaliza o secretário.

Da Redação
[email protected]

Governador anuncia reforços para o Hospital de São Raimundo Nonato

O governador Wellington Dias anunciou neste sábado (07) reforços para o município de São Raimundo Nonato. A cidade receberá novos monitores, respiradores e ambulâncias equipadas para atender pacientes diagnosticados com covid-19.  Os equipamentos irão para o Hospital Regional Senador Cândido Ferraz.

“Deslocamos para região mais respiradores e monitores. São cinco novos leitos com seis monitores, sete ventiladores e uma torre de videolaparoscopia, além do suporte de profissionais e ambulâncias equipadas. Estamos unindo esforços, Estado e Município para poder dar todo suporte aos piauienses da região sul”, garantiu o chefe do executivo estadual.

Wellington Dias informou ainda que equipes de profissionais de Floriano com fisioterapeutas e médicos intensivistas também serão deslocados. “Eles vão somar trabalho junto aos heróis e heroínas da saúde do Hospital de São Raimundo Nonato e da UPA do município. Tudo é resultado de um trabalho liderado pelo secretário de Saúde, Florentino Neto e da prefeita Carmelita Castro, que faz um intenso esforço pelo município”, disse.

O governador destacou ainda a importância da continuidade do enfrentamento ao coronavírus. “Precisamos continuar com as medidas de higiene, distanciamento para reduzirmos a transmissibilidade, reduzir o adoecimento. O programa Busca Ativa tem nos ajudado nesse importante trabalho de identificação de novos casos com a testagem para garantir o cuidado e tratamento cedo, isso é fundamental”, comentou.

O superintendente de Atenção da Rede de Média e Alta Complexidade, Alderico Tavares, explicou que os equipamentos são de última geração e que farão grande diferença na qualidade de atendimento da população. “Iremos a São Raimundo Nonato com um olhar técnico para ajudar a unidade, além de começar o suporte de médicos intensivos, que já foi autorizado pelo secretário Florentino Neto, que irão auxiliar os profissionais da região”, explicou o superintendente.

Da Redação
[email protected]

Com 90% dos leitos ocupados, governo manda médicos e equipamentos para São Raimundo

O governador Wellington Dias (PT) anunciou neste sábado (07) reforço na saúde de São Raimundo Nonato. O município enfrenta constante lotação dos leitos de  UTI para tratamento de pacientes com a covid-19. Segundo a Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi), dos 15 leitos ofertados no Hospital Regional Senador Candido Ferraz, 13 estão ocupados. Dos 20 leitos clínicos, 11 estão com pacientes.

Wellington Dias autorizou novos monitores, respiradores e ambulâncias equipadas para atender pacientes diagnosticados com covid-19. Todos os equipamentos irão para o Hospital Regional Senador Cândido Ferraz.

“Deslocamos para região mais respiradores e monitores. São cinco novos leitos com seis monitores, sete ventiladores e uma torre de videolaparoscopia, além do suporte de profissionais e ambulâncias equipadas. Estamos unindo esforços, Estado e Município para poder dar todo suporte aos piauienses da região sul”, garantiu o chefe do executivo estadual.

Segundo o governador, equipes de profissionais de Floriano como fisioterapeutas e médicos intensivistas também serão deslocados para São Raimundo. “Eles vão somar trabalho junto aos heróis e heroínas da saúde do Hospital de São Raimundo Nonato e da UPA do município. Tudo é resultado de um trabalho liderado pelo secretário de Saúde, Florentino Neto e da prefeita Carmelita Castro, que faz um intenso esforço pelo município”, disse.

Foto: Roberta Aline

O governador destacou ainda a importância da continuidade do enfrentamento ao coronavírus. “Precisamos continuar com as medidas de higiene, distanciamento para reduzirmos a transmissibilidade, reduzir o adoecimento. O programa Busca Ativa tem nos ajudado nesse importante trabalho de identificação de novos casos com a testagem para garantir o cuidado e tratamento cedo, isso é fundamental”, comentou.

O superintendente de Atenção da Rede de Média e Alta Complexidade, Alderico Tavares, explicou que os equipamentos são de última geração e que farão grande diferença na qualidade de atendimento da população. “Iremos a São Raimundo Nonato com um olhar técnico para ajudar a unidade, além de começar o suporte de médicos intensivos, que já foi autorizado pelo secretário Florentino Neto, que irão auxiliar os profissionais da região”, explicou o superintendente.

Hérlon Moraes (Com informações da Ccom)
[email protected]

Sesapi reforça infraestrutura do hospital de São Raimundo Nonato

Foto:Governo do Piauí



A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) está incrementando a infraestrutura do Hospital Regional Senador Cândido Ferraz, em São Raimundo Nonato. O município também vai receber reforços das  equipes do programa Busca Ativa. 

A Unidade de saúde contará com serviço de hemodiálise, automatização do laboratório de análises clínicas e uma nova ambulância. “Estamos trazendo mais investimentos para o hospital, que já tem uma estrutura de 15 leitos de UTI, para o combate a Covid-19, e agora vamos aprimorar a assistência à saúde de toda a população da Serra da Capivara”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto. 

Para ajudar também no combate ao avanço da Covid-19 no município, a Sesapi está reforçando as equipes do programa Busca Ativa, que tem como objetivo identificar casos da Covid-19 ainda não registrados, permitindo um acompanhamento e tratamento imediato de cada caso. 

“Essa ajuda da Sesapi é de fundamental importância para a nossa cidade, que está recebendo esse reforço do Busca Ativa, além da melhoria do hospital e da chegada de uma nova ambulância. Com isso vamos unir nossas forças no combate a essa pandemia”, enfatiza o Diretor da Regional de Saúde, João Eudson. 


O município de São Raimundo Nonato já registrou 1933 casos de coronavírus e nove mortes pela doença. Atualmente, dos 20 leitos clínicos, instalados pela Sesapi, para o enfrentamento à doença, 11 estão ocupados e todos os  15 leitos de UTI estão com pacientes. 


“ Após percebermos um novo aumento no número de internações nas UPA e hospital do município, buscamos ajuda da Sesapi e fomos prontamente atendidos pelo secretário Florentino Neto, que trouxe esse reforço para a nossa parte clínica e equipe profissional, que vai nos ajudar a diminuir a incidência da Covid-19”, ressalta a diretora do Hospital Regional Senador Cândido Ferraz, Nilvânia Nascimento.


Foto: Sesapi


 

Da Redação
[email protected] 

Moradores denunciam onda de assaltos em São Raimundo Nonato

Foto: Yala Sena/cidadeverde.com 


Moradores de São Raimundo Nonato procuraram o Cidadeverde.com para denunciar o aumento do número de casos de assaltos no município, localizado a 600 Km de Teresina. De acordo com a denúncia, somente nos últimos dois dias foram mais de 20 casos registrados. 

Ainda de acordo com os moradores, a maioria das vítimas é do sexo feminino e acaba tendo pertences como celulares, bolsas e jóias levados pelos criminosos. Também existem registros de roubos a veículos, principalmente motocicletas. 

"Os bandidos sempre pegam as mulheres. No meu caso, eu estava vindo de moto sozinha, os bandidos parearam a moto com a minha, o de trás desceu apontando a arma e levou minha bolsa, meu celular e a moto. Ontem já teve outros casos, hoje novamente. São mais de 20 casos aqui na cidade", relatou uma vítima, que preferiu não ser identificada. 

Os moradores afirmam que a onda de assaltos não acontece pela primeira vez e cobram mais policiamento nas ruas de São Raimundo Nonato. "A gente cobra, porque deveria ter mais policiais nas ruas. São Raimundo é uma cidade grande e bastante desenvolvida", disse a vítima. 

Procurado pelo cidadeverde.com, o comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar, major França, negou a quantidade ocorrências denunciadas. Segundo ele, de acordo com um levantamento realizado pelo Batalhão junto à Delegacia do município, apenas uma ocorrência de assalto foi registrada nos últimos dois dias. O comandante também orientou que as vítimas a formalizem o registro das ocorrência junto à Delegacia. 

O comandante também esclareceu que, atualmente, quatro viaturas e 12 homens realizam o policiamento da cidade de São Raimundo Nonato, simultaneamente.

"São quatro viaturas, cada uma com três homens em cada serviço. Uma do policiamento ambiental, uma da força tática, e duas do policiamento ostensivo. A Polícia está nas ruas para tentar identificar e prender esses meliantes", explicou o comandante do 11º BPM.

O 11º Batalhão da Polícia Militar, em São Raimundo Nonato, possui um número para recebimento de denúncias:

cidadeverde.com também tentou contato com a Delegacia Regional de São Raimundo Nonato, mas sem sucesso. 

 
 
Natanael Souza
[email protected] 

UTI do Hospital de São Raimundo Nonato reduz ocupação por Covid-19

Foto: Site Governo do Piauí

O Hospital Regional Senador Candido Ferraz, em São Raimundo Nonato, reduziu a ocupação de leitos de UTI por Covid-19 nesta quarta-feira (20). A unidade, que apresentava, até essa segunda-feira (19), 100% de ocupação em seus 15 leitos de UTI direcionados ao atendimento de pacientes com Covid-19, contabilizou hoje três altas de pacientes que recebiam tratamento nos leitos, baixando a ocupação para 80%.

A responsável pela Unidade de Pronto Atendimento do Hospital de São Raimundo Nonato, Nilvania da Silva Nascimento, fala que seguir os protocolos estabelecidos de atendimentos na unidade para os pacientes Covid garantiu essa recuperação. “Nós percebemos um aumento dos casos confirmados na região e de pacientes que já chegavam até a unidade com quadros como falta de ar, o que resultou em uma ocupação de 100% dos nossos leitos de UTI. No entanto, hoje esse quadro começa a se reverter, uma vez que seguindo os protocolos de atendimento nós alcançamos a alta de três pacientes”,  informou a gestora.

Ela destaca ainda que é importante, neste momento, seguir as recomendações das autoridades para prevenir novos casos de Covid-19. Continuidade do distanciamento, evitar aglomerações, utilização de máscaras e cuidados de higiene são medidas que precisam ser mantidas e reforçadas, para evitar o surgimento descontrolado de novos casos.

“Evitando novos casos e prevenindo podemos, assim, evitar uma sobrecarga da nossa rede, garantindo a assistência que todos necessitam”, finalizou Nilvania Nascimento.

 

Da Redação
[email protected] 

Pela primeira vez, UTIs Covid estão 100% lotadas em São Raimundo Nonato

As UTIs Covid em São Raimundo Nonato, no interior do Piauí, estão 100% lotados e pacientes terão que ser transferidos para outras cidades. Os 15 leitos funcionam na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade e a lotação máxima foi atingida desde a última quinta-feira (15). Segundo a enfermeria urgentista, Nilvânia da Silva Nascimento, responsável pela UPA, dos 20 leitos clínicos, seis estão ocupados, mas chegam pacientes com sintomas da doença a todo momento. 

"Os casos crescem desde julho. É a primeira vez, desde o início da pandemia, que os leitos estão 100% lotados. A maioria dos pacientes nas UTIs são jovens, com menos de 40 anos", disse a enfermeira.

O secretário municipal de saúde, Jussival Júnior, avalia que os casos crescem desde a flexibilização de algumas atividades pelo decreto estadual. 

"Desde a abertura de bares e restaurantes. As pessoas têm feito também aglomerações em festas", reitera o secretário. A aglomeração durante a campanha eleitoral também sido apontada como um dos motivos do crescimento de casos em algumas cidades do Piauí. Devido ao aumento de casos, coligações firmaram acordo que suspende a campanha eleitoral em nove cidades da região de São Raimundo Nonato.

 

Ele acrescenta que a prefeita Carmelita Castro deve assinar um novo decreto restringindo algumas atividades e que há uma reunião prevista com o Comitê de Operações Emergenciais (COE) devido ao aumento de casos. 

Levantamento do Cidadeverde.com com bases da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) revela que São Raimundo Nonato é o município do interior que registra o maior número de novos casos desde o início de outubro. Na cidade, atualmente,  são 1802 casos confirmados da doença com nove mortes. 


Graciane Sousa
[email protected]

Coligações fazem acordo e campanha é suspensa em 9 cidades no Sul do Piauí

Foto: Portal SRN

A campanha eleitoral nas nove cidades que integram a 95ª e 13ª zonas eleitorais, ambas na região de São Raimundo Nonato, está suspensa por 20 dias. O acordo foi firmado na manhã desta sexta-feira (16) entre coligações, partidos políticos, Ministério Público e Ordem dos Advogados do Brasil, secção Piauí (OAB-PI). Estão proibidos os comícios, carreatas e passeatas.

Além de São Raimundo, o acordo engloba na 95ª zona eleitoral as cidades de São Braz do Piauí, Bonfim do Piauí, Dirceu Arcoverde, Várzea Branca e Fartura do Piauí. Já na 13ª zona eleitoral, Coronel José Dias, Dom Inocêncio e São Lourenço do Piauí.

“Não houve nenhuma determinação de suspensão da campanha. O que nós fizemos foi uma reunião com partidos políticos e coligações das duas zonas eleitorais e chegamos a um acordo”, explicou o promotor Leonardo Dantas, da 95ª zona eleitoral.

Segundo o promotor, a medida era necessária já que a situação do Território Serra da Capivara em relação a casos do novo coronavírus beira ao colapso.

“As autoridades de saúde daqui expuseram na reunião a real situação em que se encontra a região de saúde do Território da Serra da Capivara, que engloba 20 cidades. Elas demonstraram para os candidatos e partidos que houve um aumento de quase 70% nos casos de coronavírus do dia 15 de julho pra cá e que dos 15 leitos de UTIs do território, 12 estão ocupados, ou seja, a situação está na iminência de entrar em colapso”, afirmou o promotor.

“Consideramos tudo isso e propusemos um acordo a candidatos e partidos e chegamos ao consenso de suspender atos de campanha eleitoral que causam aglomeração, principalmente carreatas, passeatas e comícios até o dia 5 de novembro”.

Caso a situação se normalize na região, uma nova reunião acontecerá no dia 5 e os eventos poderão voltar na etapa final da campanha.

“Nessa data vamos fazer uma nova avaliação da saúde da região e se estiver mais controlada, os partidos voltam a fazer esses atos nos últimos dez dias de campanha”, disse o promotor.

Leonardo Dantas ressalta que não foi uma imposição do MPE e da Justiça Eleitoral, tanto que uma coligação de Dirceu Arcoverde optou por não assinar o acordo.

“Não foi uma imposição do MP e nem TAC foi assinado, foi apenas uma reunião e apelamos para o bom senso. As coligações e os candidatos entenderam que o momento exigia uma decisão nesse sentido. Apenas uma coligação da cidade de Dirceu Arcoverde resolveu não assinar”, declarou.

Fiscalização será intensa

Como feito um acordo, o promotor garante que a fiscalização será intensa. “Não estão proibidos de fazer, mas se comprometeram a não fazer e se fizerem e o MP tomar conhecimento, o evento pode não acontecer, ou se tiver acontecido, sofrer uma representação eleitoral com aplicação de multa por propaganda eleitoral realizada com descumprimento de medidas sanitárias. Eu espero sinceramente que haja o cumprimento do que foi acordado. O MP estará atento para evitar atos de aglomeração até o dia 20, num momento tão delicado para a saúde da região”, finalizou.

Participaram da reunião, a promotora da 13ª Lucia Macêdo; o presidente da OAB em São Raimundo Nonato James Amorim e os juízes eleitorais.

Até o momento, duas cidades do Piauí já suspenderam as campanhas eleitorais: Santo Antônio de Lisboa e Cristino Castro.

Hérlon Moraes
[email protected]

SAF entrega kits para agricultores do município de São Raimundo Nonato

Foto: Ccom

A Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), representada pela superintendente de Programas para a Agricultura Familiar, Liz Meireles, realizou, na quarta-feira (16), a entregas dos kits para grupos de produção em São Raimundo Nonato,Território da Serra da Capivara. A solenidade da ação aconteceu na sede do Emater.

Os agricultores e agricultoras receberam um kit composto de barracas, balanças, caixas plásticas, seladora a vácuo embalagens, além do kit Feirante com vestimentas como avental e touca, equipamentos de proteção individual, como máscaras e luvas e produtos de higienização como álcool gel, água sanitária e borrifadores.

De acordo com Liz Meireles, o projeto é uma ação emergencial do Governo do Estado e tem como finalidade apoiar a comercialização dos produtos da agricultura familiar nesse momento de pandemia e desenvolver uma nova estratégia de comercialização através do uso do aplicativo e da entregas de cestas. “Estamos aqui em São Raimundo Nonato realizando a entrega dos kits para os quatros grupos de produção que estão participando do projeto. Os agricultores estão empolgados com a realização da Quitanda e com a perspectiva de aumentar a comercialização dos seus produtos. A Secretaria de Agricultura Familiar fez investimentos consideráveis no município para incentivar a produção e agora trazemos uma nova estratégia de comercialização. Estamos muito satisfeitos com a realização da primeira feira”, afirmou

O Projeto Quitanda Virtual consiste na venda de produtos da agricultura familiar por meio de aplicativo de celular e tem como objetivo apoiar os agricultores e agricultoras familiares, fortalecer a venda de cestas agroecológicas e ofertar às famílias piauienses uma alimentação saudável e livre de agrotóxico.

Para Neuma Borges, técnica do Projeto Viva o Semiárido (PVSA) e membro da coordenação do Projeto Quitanda Virtual, esse é um momento de organização e mobilização dos grupos de produção que estão participando e recebendo os kits e das representações que estão nesse momento. “Essa é uma iniciativa que está valorizando e melhorando a comercialização da produção dos agricultores. Neste período de pandemia, as famílias estão se sentindo apoiadas através do Projeto Quitanda Virtual e estão contribuindo também nessa mobilização para que o município, a comunidade e as organizações ou os órgãos públicos possam tomar conhecimento e valorizar aquilo que temos de potencial e diversidade produtiva em nosso município”, explicou.

Participaram da ação os representantes dos grupos de produção, o assessor territorial da Seplan, Erasmos Carlos; o representante a Secretaria Municipal de Agricultura, José Martins e as técnicas da Unidade Regional de Gestão do Projeto Viva o Semiárido, Neuma Borges e Luana Amorim.

Para Valquíria Viana dos Santos, representante da Associação dos Produtores Agroecológicos do Semiárido Piauiense, essa é mais uma oportunidade de aumentar a comercialização dos produtos dos agricultores que fazem parte da associação. “Está é mais uma forma de estarmos comercializando nossos produtos e divulgando nosso trabalho, estamos bastante felizes por estarmos fazendo parte do projeto, porquê com certeza ele vai ajudar na renda dos nossos agricultores e vai nos estimular a produzir cada vez mas”, declarou.

A Quitanda Virtual do Território Serra da Capivara é uma realização da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar, em parceria com o Instituto de Assistência Técnica de Extensão Rural do Piauí (Emater), Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), STTR, Prefeitura Municipal de São Raimundo Nonato, Instituto Federal do Piauí (IFPI) e Conselho de Desenvolvimento Territorial Sustentável da Serra da Capivara.

A primeira edição do projeto Quitanda Virtual acontecerá nesta sexta-feira (18), no município de São Raimundo Nonato. A entrega das cestas acontecerá na Praça do Abrigo, em frente à Caixa Econômica Federal. No dia da entrega é necessário apresentação do comprovante de pagamento, seguindo os critérios de segurança (uso de máscara, distanciamento de 2 m, higienização com água e sabão ou álcool, entre outros).

Da Redação
[email protected]

Posts anteriores