Cidadeverde.com

Mulher é encontrada morta em piscina de clube; polícia vai investigar

Foto: Polícia Civil

Uma mulher identificada como Pricila Dayana do Nascimento, 37 anos, foi encontrada morta na piscina de um clube da cidade de São Raimundo Nonato, distante 521 Km de Teresina. 

O corpo foi encontrado por volta das 15h dessa quarta-feira (30) pelo companheiro de Pricila.   Segundo a Polícia Civil, existem algumas escoriações no joelho da mulher. Um inquérito será aberto para apurar as circunstâncias da morte.

As primeiras informações são de que Pricila estava sozinha no momento da morte. 

O Instituto Médico Legal foi acionado e exames serão realizados para detectar a causa da morte. A suspeita é que tenha sido afogamento. 

Pricila era funcionária do clube. 


Izabella Pimentel
izabella@cidadeverde.com 

Polícia desmente boato de venda de carne de gato em São Raimundo Nonato e alerta para fake news

Foto: Reprodução Google Street View

A circulação em redes sociais de mensagens denunciando a venda de carne de gato na cidade de São Raimundo Nonato virou caso de polícia. A Delegacia de Polícia Civil teve de se manifestar por meio de nota alertando que a circulação das mensagens pode resultar em crime por afetar a imagem de uma pessoa inocente. 

As mensagens causaram um alvoroço na cidade. A delegada regional Cynthia Verena, da 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil, desmentiu o boato e pediu cautela da população no compartilhamento de mensagens. 

“Soubemos que estão veiculando em grupos de WhatsApp que um rapaz está preso por ter vendido salgadinhos feito com carne de gato. Isso não procede, é inverídico, não chegou na delegacia nenhuma ocorrência e nem ninguém está preso por esse motivo. Na verdade estão maculando a imagem de uma pessoa inocente. Isso é um absurdo porque não foi verdade. A população pode se tranquilizar em relação a esse fato”, explicou. 

O alvo das mensagens compartilhadas é um vendedor de lanches. A vítima teria prestado queixa contra a mulher após um desentendimento familiar. Uma foto que expõe diretamente a imagem dele é compartilhada junto com os boatos que afirmam que o vendedor usava a carne de gatos nos lanches.

Na nota divulgada pela delegacia, a polícia alerta que a circulação das mensagens “pode ensejar responsabilização criminal e/ou cível das pessoas que eventualmente tenham produzido e estejam replicando” o boato.

NOTA - 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil - São Raimundo Nonato

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de São Raimundo Nonato comunica que não houve qualquer prisão ou ocorrência envolvendo suposta venda de salgados/lanches a base de carne de cachorro ou de gato, como está sendo indevidamente veiculado em grupos de redes sociais.

Trata-se de mero boato, que inclusive pode ensejar responsabilização criminal e/ou cível das pessoas que eventualmente tenham produzido e estejam replicando essas inverdades, isso porque tal boato envolve pessoa desta cidade, que supostamente trabalha com venda de “espetinhos”, portanto pode estar sendo vítima de ofensas contra sua honra, o que evidentemente pode lhe causar grandes prejuízos morais e materiais.

Valmir Macêdo
valmirmacedo@cidadeverde.com

Em emergência por causa da seca, municípios do semiárido registram temporais

Municípios que sofrem com a estiagem são monitorados após a ocorrência de temporais e alagamentos. O município de São Raimundo Nonato é um deles, após chuva registrada nessa terça-feira (22). O centro da cidade ficou alagado, deixando moradores ilhados. 

Até o momento, a Secretaria Estadual de Defesa Civil não foi acionada. “Coincidentemente, o município de São Raimundo é um dos 41 municípios da região do semiárido que continua em estado de emergência decretado por conta da seca e agora foi atingido por essa chuva”, informou o secretário Geraldo Magela.

A Secretaria de Meio Ambiente (Semar) prevê mais chuvas no Piauí até o final da semana. A previsão, segundo o órgão, é de novas chuvas para a região Sul nos próximos dias. 

“Estava previsto chuva forte para a região do semiárido. Ontem (22) Curimatá teve chuva forte com muita ventania, que derrubou árvores na cidade durante a tarde. Está previsto chuva com vento na região sudoeste do Piauí, incluindo a região de São Raimundo Nonato”, completou Magela.

De acordo com Magela, a incidência do volume de chuvas isoladas, ainda que intensas, não é suficiente para resolver o problema de abastecimento da região. “A região está com o volume dos reservatórios muito baixo, o nível de água no subsolo também muito baixo. São chuvas atípicas e extemporâneas, um ou dois dias de chuvas não vai resolver o problema da seca”, lamentou.

Além de São Raimundo Nonato, municípios como Marcolância, Pio XI, até o extremo Sul, como Morro Cabeça do Tempo, permanecem em estado de emergência. 

Valmir Macêdo
valmirmacedo@cidadeverde.com

MP e SESAPI acordam prazo de reforma do hospital de São Raimundo Nonato

Foto: reprodução

O Estado do Piauí, por meio da SESAPI (Secretaria de Estado da Saúde), assumiu o compromisso de apresentar ao Ministério Público do Piauí uma proposta de cronograma de trabalho para reforma do hospital regional de São Raimundo Nonato “Senador José Cândido Ferraz”, no prazo de 30 dias. Esse e outros compromissos foram acordados entre a instituição ministerial, através da 3ª Promotoria de Justiça de São Raimundo Nonato, que tem como titular a promotora de Justiça Gabriela Santana, e a pasta do executivo estadual, em audiência de conciliação na última sexta-feira, 11. 

 O projeto de reforma e ampliação deve conter o prazo para início e término de cada etapa da obra, além de apontar a viabilidade de instalação de uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no hospital. Em relação ao serviço de ressonância nuclear e de ecocardiograma, a SESAPI encaminhará estudo de viabilidade técnica comprovando ou não a possibilidade de sua instalação na unidade de saúde. Sobre o funcionamento do tomógrafo, foi informado que o equipado já está em funcionamento. Outro item é a disponibilização de médicos anestesiologistas. A Secretaria deve apresentar nesta segunda-feira, 14, informações sobre a existência desse profissional no hospital regional. 

 Em julho deste ano, o MPPI ingressou com ação civil pública requerendo a medida liminar para que o Estado melhorasse as condições estruturais, materiais e de profissionais do hospital. O pedido de liminar foi acatado pela 2ª Vara da Comarca de São Raimundo Nonato. O acordo visa dar maior celeridade à solução dos problemas existentes na unidade de saúde. 

Além da promotora de Justiça Gabriela Santana, participaram da audiência representantes da SESAPI, da Procuradoria-Geral de Estado e da direção do hospital de São Raimundo Nonato.

com informações MPPI

PPP do Complexo Hoteleiro Serra da Capivara é apresentada a interessados

O diálogo público é uma fase fundamental no processo de parceria com o setor privado. Dessa forma, a Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc) promoveu na manhã desta quarta-feira (02) a audiência pública sobre a concessão de uso do Complexo Hoteleiro Serra da Capivara. Estiveram presentes empresários, órgãos públicos e entidades do setor, que contribuíram com sugestões ao projeto.

De acordo com Viviane Moura, superintendente de parcerias e concessões, o projeto foi estruturado como um complexo porque envolve duas unidades hoteleiras, a primeira já existente e que será reformada pelo privado, com um menor espaço de tempo para entrega e operacionalização. A segunda é uma estrutura nova, que será construída a 450 metros da atual.

“Esse complexo vai ter capacidade para atender uma demanda reprimida, principalmente do turista internacional e de alguns turistas nacionais que procuram o turismo arqueológico, histórico e de experiência, que é um turista mais exigente e que demanda de uma rede com maior capacidade, com um nível melhor de comodidade e conforto”, explicou a superintendente.

No modelo apresentado durante a audiência, a empresa parceira fará um investimento inicial de aproximadamente R$ 5 milhões, para a reforma e construção do novo hotel, e irá operar o equipamento durante 35 anos. “A gestão tem que ser especializada em hotéis, até porque o foco principal do projeto é fazer com que a gente tenha um parceiro que entenda desse tipo de equipamento, mas também traga para o hotel serviços que podem agregar valor à cadeia turística da região”, completou Viviane.

As cidades de São Raimundo Nonato e Coronel José Dias, onde os principais atrativos arqueológicos e turísticos estão localizados, recebem uma média de 96 mil visitantes ao ano, que procuram a região a negócios, lazer e cultura. A diretora de Operações e Marketing da Secretaria de Turismo (Setur), Thays Paiva, destaca que existe na região uma demanda nacional e internacional para o hotel, mas que é necessário uma estrutura adequada para receber esses turistas.

“Todo mundo sabe que a Serra da Capivara é um museu a céu aberto, tem inúmeros sítios arqueológicos e esse turismo arqueológico, também chamado de turismo de contemplação, é demais visado principalmente nacional e internacionalmente. Porém, somos cientes que temos ainda um grande percurso quanto à infraestrutura para esse potencial de receptivo de turistas. A função do Governo do Estado aqui é justamente em relação a esse receptivo, trazer a iniciativa privada para alavancar esse turismo, porque não existe turismo se não tiver hotel. Então, melhorando a rede hoteleira com certeza a gente vai atrair esse turista”, comentou.

A consulta pública do projeto ficará disponível por mais quinze dias no site www.ppp.pi.gov.br. Os comentários, sugestões e as manifestações sobre os documentos da consulta deverão ser encaminhados à Suparc dentro do prazo estabelecido por meio do e-mail: serradacapivara@ppp.pi.gov.br. Será necessário apresentar as seguintes informações: nome, empresa, CPF/CNPJ, endereço, e-mail e telefone.

cidades@cidadeverde.com

Complexo Hoteleiro Serra da Capivara terá audiência pública da PPP nesta quarta-feira (2)

Entidades, empresas e demais interessados na concessão de uso do Complexo Hoteleiro Serra da Capivara estarão reunidos nesta quarta-feira (2) durante audiência pública que será realizada no auditório da Secretaria de Estado da Administração e Previdência (Seadprev), a partir das 9h. O projeto foi elaborado pela Superintendência de Parcerias e Concessões do Estado (Suparc) com o objetivo de promover a reforma, ampliação, modernização e operação do equipamento, atendendo ao padrão internacional do setor.

As informações sobre o projeto permanecem disponíveis no site da Suparc (www.ppp.pi.gov.br) até o dia 7 de outubro. Os comentários, sugestões e as manifestações sobre os documentos da consulta deverão ser encaminhados à Suparc dentro do prazo estabelecido por meio do e-mail: serradacapivara@ppp.pi.gov.br. Será necessário apresentar as seguintes informações: nome, empresa, CPF/CNPJ, endereço, e-mail e telefone.

O Complexo Hoteleiro fica próximo ao Parque Nacional Serra da Capivara, unidade de conservação arqueológica com riqueza de vestígios que se conservaram durante milênios, que recebe uma média de 21 mil turistas por ano. Fazem parte dos atrativos turísticos da região o Museu do Homem Americano e o Museu da Natureza, que de dezembro de 2018 a setembro de 2019 já recebeu mais de 38 mil visitantes.

“Estruturamos o projeto em duas linhas de ação. A primeira diz respeito à reforma e modernização das instalações atuais do hotel, para que ele passe a atender aos padrões internacionais do setor. Em um segundo momento, o parceiro privado terá que construir um novo hotel, com o dobro de leitos e atrativos de lazer, como salão de jogos, lojas de souvenires e café”, explica Viviane Moura, superintende de parcerias e concessões.

Segundo a gestora, a expectativa é de que o processo de licitação e a contratação da empresa ocorram ainda neste ano. “As perspectivas de retorno financeiro para o parceiro privado com esse projeto são amplas, especialmente diante da localização do complexo hoteleiro e da carência de hotéis com padrão semelhante ao que está sendo proposto pela PPP. Além disso, essa é uma região com grande potencial turístico, com estradas de acesso em bom estado e com aeroporto internacional”, finaliza Viviane.

cidades@cidadeverde.com

Ex-marido é condenado a 24 anos de prisão por morte de mulher e pagará R$ 50 mil em danos

Foto: reprodução/arquivo pessoal

A Justiça condenou em 24 anos de prisão o réu José Elesandro Ferreira da Silva, acusado de matar a ex-companheira, Lucimara Gomes Ferreira Costa, em junho de 2018. Ele responderá em regime fechado pelo crime de homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, emprego de meio cruel e feminicídio. 

Além dos anos de reclusão, José Elesandro deverá reparar dano, em favor dos herdeiros da vítima no montante de R$ 50 mil. O Grupo de Apoio aos Promotores de Justiça com Atuação no Tribunal do Júri (GAEJ), representado pelo Promotor de Justiça João Malato Neto, obteve a condenação do réu, nesta quarta-feira (11). 

A sentença foi publicada no Plenário do Tribunal do Júri da Comarca de São Raimundo Nonato pelo juiz de Direito Carlos Alberto Bezerra Chagas. 

Após o anúncio da condenação,  o réu chegou a pedir o direito em recorrer da sentença em liberdade, mas o pedido foi negado.  O sentenciado, preso imediatamente, foi conduzido à Penitenciária de Vereda Grande, situada na cidade de Floriano/PI, para início do cumprimento de sua pena.  

Crime

O crime aconteceu em São Raimundo Nonato. "José Elesandro participou do assassinato da ex-companheira desferindo-lhe oito golpes de faca. O acusado foi motivado exclusivamente por vingança, uma vez que a vítima não aceitou uma reconciliação".

O caso teve grande repercussão na época, "a vítima foi assassinada na presença de sua mãe e seus três filhos, dos quais José Elesandro é pai", acrescentou o MPPI. 

Em entrevista em junho de 2016, a delegada que acompanhou o caso, Cynthia Verena, informou ao Cidadeverde.com que após esfaqueara vítima, o ex-companheiro chegou a golpear o próprio abdômen com a faca. Ele foi socorrido e levado ao atendimento médico. 

A delegada ressaltou que José Elessandro invadiu a casa da ex-companheira enquanto ela não estava na residência, no bairro Gavião, durante a madrugada e ficou esperando por Lucimara.

 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadevede.com 

 

Caminhão com pedras tomba e mata cinco pessoas em serra em Coronel José Dias

Fotos: Reprodução WhatsApp

Atualizada às 08h50.

A retirada dos corpos do acidente envolvendo uma caçamba na BR-020 no Sul do Piauí durou até o final da noite dessa terça-feira (10). Cinco pessoas que estavam no veículo morreram no local. Segundo a Polícia Militar, que acompanhou a ocorrência, o último corpo foi retirado às 23h20. 

A caçamba permanece no local, às margens da rodovia. A Polícia Militar de Coronel José Dias informou que na porta do veículo há um adesivo com a identificação ‘Construtora Santa Fé’. A empresa seria de Oeiras e não de Teresina como informado anteriormente.

A Polícia Rodoviária Federal publicou nota nesta quarta-feira (11) afirmando que o acidente ocorreu no KM 94,1 da BR 020.

“Os policiais ao chegar no local detectaram que o caminhão tipo caçamba perdeu o controle saiu da pista de rolamento tombando em seguida. Três passageiros eram transportados no compartimento de carga do veículo e dois, incluindo o condutor, na cabine”, informou a PRF em nota.

A PRF ainda investiga o que motivou a perda de controle do veículo. O sargento Francisco Santos, da Polícia Militar de Coronel José Dias, disse que a identidade das vítimas são Anderson Vieira Batista, João Carlos Ferreira da Silva, Francisco de Assis de Lima Rosa, Josué da SIlva Nascimento,e Alan Pereira de Sousa. 

MATÉRIA ORIGINAL

Um acidente envolvendo uma caçamba na descida de uma serra, na BR-020, resultou na morte de cinco pessoas na região de Coronel José Dias, a 548 km ao Sul de Teresina. O veículo estava carregado com pedras e era de uma construtora que trabalhava em uma obra na região. Três homens estavam em cima da carroceria, junto com a carga, e outros dois na cabine. 

Em cerca de 12 horas, esté é o segundo acidente grave em rodovia federal piauiense. Pela manhã, um acidente na BR-343, na entrada de Teresina, matou um médico em uma colisão entre um carro de passeio e uma carreta carregada de cimento.

De acordo com o sargento Francisco Santos, da Polícia Militar de Coronel José Dias, o acidente ocorreu a cerca de 300 metros do mirante próximo a cidade, no final da tarde desta terça-feira (10).

“O carro vinha no sentido São João - São Raimundo Nonato quando ela desceu a serra não sei se foi questão de freio, ela bateu contra a grade de proteção e tombou. Quando ela virou três corpos ficaram debaixo das pedras”, explicou o policial.

Segundo o PM, por volta das 17h50 dois corpos já foram recolhidos. “Estamos aguardando uma máquina para ajudar a retirar os outros três”, informou o PM.

A carreta saiu da pista e por isso o trânsito na rodovia não está interditado. 

Ainda de acordo com a Polícia Militar, a caçamba é de uma construtora de Teresina e as vítimas estariam levando o material para a cidade de São Lourenço.

O SAMU de São Raimundo Nonato chegou a destacar uma ambulância até o local mas a equipe socorrista não identificou sobreviventes. Como na região não há IML próximo, os corpos estão sendo coletados por uma funerária local. 

 

Valmir Macêdo
valmirmacedo@cidadeverde.com

Juiz cassa prefeita e vice de São Raimundo Nonato e mais 4 vereadores

Foto: Cidadeverde.com

O juiz Mário Soares de Alencar, da 13ª zona eleitoral, cassou o mandato da prefeita de São Raimundo Nonato, Carmelita de Castro Silva, e do seu vice, Luis Alberto de Costa Macedo. Os dois foram acusados de abuso de poder econômico e político e de conduta vedada nas eleições 2016. Entre os supostos crimes eleitorais cometidos, o oferecimento de diversas benesses a eleitores que se encontravam em grave situação de estiagem, como poços tubulares, reformas e barragens.

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral foi impetrada pela coligação Força do Povo, composta pelos partidos PDT/DEM/PTC/PSB/PSD e PT do B e o ex-prefeito Avelar de Castro Ferreira.

O juiz decretou ainda a inelegibilidade dos gestores por 8 anos. Além deles, os vereadores Rian Marcos Alves da Silva, Nunes de Jesus Santos, Laércio Dias de Carvalho e José Ronaldo Deodato de Siqueira também foram cassados. Os parlamentares são acusados de dar suporte político à prefeita

O magistrado pede na decisão que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI) convoque uma eleição suplementar para os cargos de prefeito e vice-prefeito de São Raimundo para completar o período do mandato em curso, já que em 2020 ocorrerão novas eleições municipais.

De acordo com a decisão do juiz, os votos conferidos aos vereadores eleitos permanecem válidos apenas para a agremiação partidária específica, como votos de legenda.

O então secretário da Defesa Civil na época, Hélio Isaias, que é esposo da atual prefeita, foi multado em 5 mil Ufir por supostamente usar a máquina pública para atender solicitações da gestora. Ele também foi declarado inelegível por 8 anos.

Prefeita confia na Justiça

A prefeita Carmelita Castro disse ao Cidadeverde.com que não foi notificada da decisão e que vai recorrer junto ao TRE. “Eu vou usar o meu direito de recorrer e em primeiro lugar eu confio na justiça. A parte jurídica vai tomar providência sobre isso”, declarou.

A gestora negou que tenha se beneficiado de obras do governo do estado na época em que concorreu ao mandato. “Eu vou me defender, não teve uma obra do governo do estado. Só o que eu tenho feito é trabalhar por São Raimundo Nonato. É só perguntar a qualquer cidadão”, finalizou.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidaeverde.com

Ministro visita pela 1ª vez Serra da Capivara: "grande potencial adormecido"

  • mis.jpg Twitter/Ministério do Turismo
  • minsitro.jpg Twitter/Ministério do Turismo
  • ministro_tuis.jpg Twitter/Ministério do Turismo
  • ministro_t.jpg Twitter/Ministério do Turismo

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, esteve em São Raimundo Nonato, no Sul do Piauí, nesta quinta (29). O gestor conheceu pela primeira vez o Parque Nacional da Serra da Capivara e o classificou como "um grande potencial que permanece adormecido".

Dentre as medidas já analisadas pelo ministro, ele citou a necessidade de uma maior circulação de voos no aeroporto do município que, segundo Marcelo Álvaro, possui boa estruturada. Além disso, o ministro destacou a melhoria do setor hoteleiro e o fortalecimento da rota turística. 

O ministro ressaltou que dentro de 15 dias irá encaminhar equipes do Ministério do Turismo (MTur) para fazer um levantamento de todas as necessidades da região. Assim, identificará como melhor estruturar e promover a Serra da Capivara. 

O Parque Nacional Serra da Capivara tem vestígios da presença do homem nas Américas datados de 48 mil anos; e possui a maior concentração de sítios arqueológicos das três Américas. Em 1991, a Unesco reconheceu esse parque como Patrimônio Cultural da Humanidade. 

Marcelo Álvaro se encontrou com a arqueóloga Niède Guidon, presidente da Fundação Museu do Homem Americano, que atua na preservação do parque.  Eles também participaram de uma reunião fechada com alguns parlamentares piauienses que acompanharam o gestor. Dentre eles, a deputado federal Margarete Coelho, o senador Ciro Nogueira - ambos do Progressistas, o senador Marcelo Castro (MDB) e o deputado federal Flávio Nogueira (PDT). 

"A gente precisa transformar esse enorme potencial turística aqui na Serra da Capivara em resultados práticos no sentido de trazer um número infinitamente maior de turistas para conhecer essa maravilha, que é um patrimônio mundial reconhecido pela Unesco. É um grande potencial que permanece adormecido. O Brasil e o mundo precisam conhecer esse grande patrimônio", comentou o ministro, que também visitou o Museu do Homem Americano. 


Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Posts anteriores