Cidadeverde.com

Prevenção contra alagamentos em Campo Maior

Representantes de todas as secretarias municipais de Campo Maior e parceiros da Defesa Civil do município estiveram reunidos para a elaboração do Plano de Contingência de Combate às Enchentes e Apoio as Vítimas de Alagamentos. A proposta visa uma atuação planejada no socorro a população ribeirinha.

A reunião conjunta foi coordenada pelo secretário de Governo, Carlos Torres, e o superintendente da Defesa Civil, Edilson da Vargem. Durante a reunião foi detalhada a logística de atuação prevista dentro do Plano de Contingência de Combate.

Durante a reunião, que também contou com a presença da Polícia Militar e do Exército, foram acertadas as ações de apoio às famílias em caso de alagamentos ocasionados pelas chuvas em Campo Maior, cujo volume, já nesse mês de janeiro, está sendo considerado acima da média.

O superintendente da Defesa Civil em Campo Maior, Edilson da Vargem, informou que o organismo municipal está monitorando todo o comportamento do período chuvoso, onde no município já foi detectado um volume de precipitações acima da média. Segundo o superintendente, o acumulado esperado era de 120 milímetros para todo o mês de janeiro, mas na verdade nos primeiros 20 dias de 2020 já foram registrados mais de 400 milímetros de chuva no município.

Edilson disse que o volume atípico de chuvas já está preocupando as autoridades municipais, que com isso tiveram que apressar o planejamento de ações para minimizar os efeitos do período chuvoso.

Energia solar na agricultura irrigada dos municípios

O município de Oeiras está colhendo os frutos do uso da energia solar na agricultura irrigada. A ação da Prefeitura, através da Secretaria Municipal da Agricultura, está fomentando novos arranjos produtivos, dinamizando a atividade agrícola e gerando renda na zona rural do município.

Concentrando esforços e apostando em infraestrutura e uso racional da água, utilização de fontes renováveis de energia, assistência técnica e créditos rurais, a agricultura familiar está prosperando e transformando vidas no campo. Na comunidade Broco, situada na região do povoado Boa Vista, o produtor Valdo dos Santos Silva e sua família comemoram a produção de banana, irrigada através de kit de irrigação fornecido Secretaria Municipal da Agricultura, em parceria com a Coordenadoria Estadual de Fomento à Irrigação (COFIR).

O produtor recebe acompanhamento técnico da equipe da Secretaria da Agricultura e acessou o crédito rural através do Banco do Nordeste, com objetivo de adquirir placas de energia solar para irrigação da lavoura. O resultado disso é que, semanalmente, a produção de Valdo está sendo comercializada no Mercado Municipal Dona Lili. O produtor comenta que está satisfeito com a produção e venda da banana e planeja ampliar sua área de plantação.

“Esta é mais uma atividade que comemoramos da produção com energia limpa e renovável promovendo geração de renda para as famílias do campo”, pontua o secretário municipal da Agricultura, Juvenal Souza.

Ação Integrada de Saúde em Floriano

A Ação Integrada de Saúde aconteceu nesta segunda-feira, no Assentamento Coelho, há mais de 25 km da zona urbana de município e levou atendimento especializado em várias áreas através da Secretaria de Saúde de Floriano. O vice-prefeito Antônio Reis, que na oportunidade representou o prefeito Joel Rodrigues, destacou a importância dos serviços de saúde ao homem do campo. “A Secretaria de Saúde está de parabéns por ações como essa que visam a melhora na qualidade de vida de quem vive na zona rural da cidade”, disse.

O evento mobilizou a comunidade e região. Como no mês de Janeiro se comemora duas importantes datas no calendário da saúde: Janeiro Branco (saúde mental) e Janeiro Roxo (combate à Hanseníase), a localidade foi palco de atendimento multiprofissional nessas áreas. “Essas ações trazem uma determinação clara do prefeito Joel de que o cuidado das pessoas deve ser integral, por isso, estamos mobilizando nossas equipes e desbravando cada território. Seja na zona rural ou urbana, mas queremos levar o melhor do atendimento multiprofissional a todos os florianenses”, disse James Rodrigues, secretário de Saúde de Floriano.

No setor de marcação e regulação de consultadas, 39 pacientes foram encaminhados. O Centro de Testagem e Aconselhamento realizou mais de 100 testes de HIV, Sífilis e Hepatite B e C. Nas consultas medicas, mais de 40 pessoas foram atendidas pelo médico clinico geral, outras 34 tiveram encaminhamentos ao médico referência em Hanseníase no Piauí, Aldemes Barroso.

O Caminhão da Saúde, equipado com consultório odontológico atendeu 15 pacientes. A ação contou ainda com aferição de pressão arterial e teste de glicemia capilar. A equipe do CAPS ouviu pacientes da região e aplicou terapias comunitárias, além de visitas domiciliares e realizou dispensação de medicação controlada. A Farmácia Básica de Floriano atendeu pelo menos 30 pessoas que economizaram com a entrega de medicamentos gratuitos.

Professores de Oeiras terão salário superior ao piso nacional

Educação de qualidade se faz com trabalho, investimentos e professores valorizados, qualificados e motivados. Mantendo o compromisso com os profissionais da categoria, a Prefeitura de Oeiras, através da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), anunciou nesta segunda-feira, 20, a garantia do pagamento do reajuste do piso nacional do magistério, estabelecido pelo Ministério da Educação. O aumento será de 12,84%.

A secretária municipal de Educação, professora Tiana Tapety, comenta que o novo piso salarial passa a vigorar a partir do pagamento de janeiro de 2020 e faz parte da política de valorização do magistério, adotada pela Prefeitura de Oeiras. “Esse aumento é uma forma de valorização e reconhecimento do professor. Nós precisamos ter esse processo obedecido e temos as condições de dar o aumento do piso porque o município vem se organizando para isso. Muitos municípios e Estados alegam que não darão este aumento porque não tem condições e o município de Oeiras, ao longo desses três anos, e da gestão anterior já se organizava para garantir o piso. Dentro desse percurso da gestão do prefeito José Raimundo nos organizamos muito mais, para fazer a garantia do aumento”, argumenta Tiana Tapety.

“Encaramos a educação como política de desenvolvimento social, de atendimento aos direitos. Aos direitos dos docentes, aos direitos do magistério, aos direitos dos auxiliares e servidores e ao direto de aprender das crianças. Quando garantimos esse direito ao aumento do professor, estamos garantindo o direto de aprender das nossas crianças”, acrescenta a secretária municipal de Educação.

“Acreditamos que, oferecendo melhores condições salariais e de trabalho, valorizamos o esforço dos profissionais da Educação que tanto se dedicam para garantir um futuro de oportunidades para nossas crianças e adolescentes”, observa o prefeito José Raimundo.

Professores da Rede Municipal ganharão acima do piso

Com a medida, o piso salarial dos professores efetivos da Rede Municipal de Oeiras passa a ser maior que o piso nacional, visto que, nos dois últimos anos, os profissionais tiveram aumentos superiores aos determinados pelo MEC. Em 2018, o aumento foi de 7%, enquanto o reajuste nacional foi 6,81%; em 2019, a Prefeitura de Oeiras concedeu um incremento de 4,5%, um acréscimo de 0,33% no valor do piso estabelecido para naquele ano (4,17%).

“Fazemos a política educacional com muita seriedade e estamos anunciando aos nossos docentes, que estão retornando às atividades no dia 31 de janeiro, que o direito ao piso nacional está garantido. Inclusive, o valor do piso de Oeiras é superior ao valor do piso nacional. Essa dinâmica da garantia do direito é que dá a dinâmica do desenvolvimento da Educação de Oeiras. Seguimos no caminho do crescimento, valorizando cada servidor, cada um que faz a Educação municipal de Oeiras”, argumenta Tiana Tapety.

O reajuste para os profissionais do magistério acontece anualmente a partir do mês de janeiro e segue as regras da Lei do Piso, de 2008, que define o mínimo a ser pago aos professores da rede pública em início de carreira, com formação de nível médio e jornada semanal de 40 horas. O aumento é definido de acordo com o valor anual mínimo por aluno no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

 

Amarante ganha mais uma Unidade Básica de Saúde

O prefeito de Amarante, Diego Teixeira, inaugurou mais uma Unidade Básica de Saúde- UBS no município. A unidade completa vai beneficiar os moradores da  comunidade Lajes e região,  com atendimento médico, odontológico, fisioterapia e vacinas. “ Nunca se ouviu falar em sala de fisioterapia em UBS na nossa cidade antes da atual gestão. Abrimos uma na Emparedada, estamos abrindo outra hoje nas Lages e vamos abrir mais”, destaca o prefeito ao enfatizar a qualidade dos serviços que serão ofertados. “Colocamos nessa UBS equipamentos com a qualidade de clínicas particulares”, completa. 

A inauguração da UBS faz parte de um processo de descentralização da saúde de Amarante, com investimentos na zona Rural do município. “ A gente vem fazendo o que prometeu na campanha, que é interiorizando os serviços de Saúde”, afirmou Diego. 

Na solenidade de inauguração, o prefeito agradeceu o apoio político da vice-governadora Regina Sousa, do senador Ciro Nogueira e do deputado Júlio Arcoverde. “ Agradeço também ao nosso vice-prefeito Mateus Vilarinho,  aos profissionais de saúde em nome da secretária Antônia Carvalho e ainda aos moradores da região por estarem conosco nessa importante inauguração”, finaliza o prefeito.

Saúde avança em serviços na cidade de Oeiras

Fortalecendo cada vez mais as políticas públicas voltadas para a promoção da saúde mental no município e em todo o território Vale do Canindé, a Prefeitura de Oeiras, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), abrirá ao público no início do mês de fevereiro o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD). O novo equipamento está em fase de implantação desde novembro de 2019 e contará com uma equipe multiprofissional e estrutura adequada para atender pessoas que fazem uso abusivo de álcool e drogas ilícitas, garantindo-lhes terapia e acolhimento.

Na manhã desta sexta-feira, 17, o prefeito José Raimundo e a secretária municipal de Saúde, Auridene Freitas, estiveram reunidos, no auditório da Semusa, com outros prefeitos e agentes públicos de municípios do Vale do Canindé, propondo um modelo de pactuação consorciado para atender pacientes de toda a região, visto que o serviço ainda passará por habilitação do Ministério da Saúde e não possui contrapartida estadual.

“Ainda em novembro do ano passado, nós iniciamos o serviço com uma equipe mínima, que foi qualificada em Teresina para, de forma técnica, acolher e conduzir os casos que estarão chegando ao serviço. Este é um dispositivo situado em Oeiras, mas que serve para atender toda a região de saúde – os 14 municípios que compõem nosso território. Entendemos a necessidade de envolver os prefeitos da região na assinatura de um termo de compromisso, dialogando uma pactuação com os municípios em formato de consórcio para que os mesmos possam, de alguma maneira, ter uma participação para a manutenção deste serviço. É uma discussão que ainda está acontecendo e hoje tivemos esse momento de todo o fluxo, de como é a demanda vai estar acontecendo na região de saúde”, comenta Auridene Freitas.  

Com a implantação do CAPS AD, a população de Oeiras e região terá acesso ao acompanhamento psicossocial e suporte terapêutico necessários para o desenvolvimento de ações que reduzam as situações de vulnerabilidade social e familiar.  “O passo agora é que, a partir do mês de fevereiro, nós já estejamos acolhendo o usuário, através de um encaminhamento da porta de entrada, que é a Atenção Básica. Por isso, os profissionais que fazem parte da Atenção Básica dos municípios precisam passar por um processo de matriciamento para que eles compreendam todo o fluxo esses usuários para o município de Oeiras. Inicialmente, iremos estar contemplando os municípios que os prefeitos estiveram presentes na reunião, que são Campinas e Santo Inácio do Piauí. Em um segundo momento, aguardamos a participação dos outros prefeitos para que possam estar assinando um compromisso conosco, em relação a toda a logística de deslocamento dos seus usuários para Oeiras e o retornos desses pacientes para o município de origem”, acrescenta a secretária.

“É um serviço de alto custo, no entanto, não temos ainda habilitação do Ministério da Saúde, não temos nenhuma contrapartida estadual para financiar a saúde mental no município em Oeiras. Então, neste primeiro momento é o município que vai estar assumindo todos os custos para funcionamento, até que o Ministério da Saúde possa estar fazendo uma sinalização para a habilitação do serviço”, conclui Auridene Freitas.

Rede de Atenção Psicossocial

Oeiras possui uma Rede de Atenção Psicossocial, especializada na prevenção e atendimento em saúde mental. Além do CAPS AD, o município conta com o Centro de Atenção Psicossocial – CAPS I, onde é realizado o acolhimento de usuários com transtornos mentais severos e persistentes. Nestes locais, são oferecidos atendimentos médicos e psicossociais, além de serem desenvolvidas atividades em grupo, visitas domiciliares e outras ações que estimulam a integração social e familiar.

A previsão é que o CAPS AD seja aberto para atendimento dos usuários no dia 03 de fevereiro, funcionando das 8h às 18h, na Rua Brigadeiro Manoel Clementino, n° 30, no Centro de Oeiras.

 

Mais obras em Água Branca

O prefeito de Água Branca, Jonas Moura, esteve no bairro Angicos, nessa quarta-feira (15), para a assinatura da ordem de serviço de obras de calçamento da estrada velha de Angicos, uma antiga solicitação da comunidade.

As obras iniciaram nessa segunda-feira (13) e resultam da parceria entre a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e a Prefeitura de Água Branca. Serão, ao todo, neste local 130 metros de calçamento novo, representando um investimento de, aproximadamente, R$ 1 milhão.

O prefeito de Água Branca, Jonas Moura, afirma que esses investimentos são essenciais para a população. “Desde que assumimos a Prefeitura, conseguimos a pavimentação para muitas ruas do município, além de fazer manutenção em algumas áreas. Além de garantir melhores condições de locomoção, ainda valoriza os imóveis e evita doenças, pois acaba com a poeira e a lama”, finaliza.
 

Cidade de Piracuruca sem água por um bom motivo

A cidade de Piracuruca está sem fornecimento de água nesta quinta feira(16/01) desde  7h da manhã. O motivo da ausência do serviço, ocorre devido a conclusão dos trabalhos de instalação da nova Estação de Tratamento de Água do município.

A nova Estação de Tratamento de Água de Piracuruca tem previsão de inauguração oficial pelo governador Wellington Dias  no dia 22 de janeiro.

A expectativa é que o abastecimento de água na cidade de Piracuruca  melhore consideravelmente  a partir do inicio do funcionamento do novo serviço. A previsão do retorno do abastecimento na cidade é para hoje 13h.

 

Encontro de municípios

Gestores, técnicos e dirigentes de 18 municípios que desempenham função na educação pública se reuniram na manhã desta segunda-feira, (13.01) na Câmara Municipal de Campo Maior para uma capacitação sobre a Base Nacional Comum Curricular - BNCC. O cronograma nacional do MEC prevê que ela seja ensinada em salas de aulas até 2020. O encontro foi aberto pela secretária de Educação de Campo Maior Conceição Lima. O encontro foi importante porque possibilitou alguns questionamentos para o entendimento das novas regras.

A Base Nacional Comum Curricular documento normativo para as redes de ensino e suas instituições públicas e privadas, é referência obrigatória para elaboração dos currículos escolares e propostas pedagógicas para o ensino infantil e ensino fundamental no país. Segundo a coordenadora Estadual da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação - UNCME Maria Antônia da Silva Costa, “Lilica”. é determinação do MEC que as redes de ensino (re)elaborem os currículos, promovendo a formação de seus educadores e a revisão dos projetos pedagógicos das escolas.

“Estou realizando formação em polos durante o mês de janeiro”, disse a coordenadora que percorrerá vários municípios de norte a sul do Estado para capacitar os gestores sobre as novas as regras da Base Nacional Comum Curricular. 

A secretária de Educação Conceição Lima deu as boas vindas aos municípios em nome do prefeito Professor Ribinha e falou dos avanços na educação da rede municipal de Campo Maior, especialmente no crescimento nos índice de Desenvolvimento da Educação – IDEB referente aos anos  2017 e 2018 e as expectativas para novos resultados positivos em todas as escolas na avaliação de 2019 a 2020. 
 
Cronograma 

Em abril de 2017 – o MEC entregou a versão final da BNCC ao Conselho Nacional de Educação (CNE). O ministro da Educação è época era Mendonça Filho. Em 20 de dezembro de 2017 – a BNCC foi homologada por Mendonça Filho.

O que muda com as novas regras

Na área da Alfabetização agora as crianças devem estar alfabetizadas até o 2º ano do fundamental, na regra anterior era no 3º ano. A nova regra exige que o Inglês passe a ser o idioma estrangeiro obrigatório, antes cada colégio podia optar pela língua que achasse melhor. Outra exigência é de que o conteúdo de História passe a ser organizado segundo a cronologia dos fatos.

Abastecimento em Água Branca

Na última sexta-feira (10), moradores do bairro São Judas Tadeu, em Água Branca, celebraram o restabelecimento do fornecimento de água no local. A melhoria foi anunciada em reunião com a Prefeitura e os integrantes da Associação dos Moradores do bairro São Judas Tadeu.

 O serviço havia sido prejudicado há quatro meses, devido a uma dívida com a Equatorial Energia, que interrompeu o fornecimento de energia elétrica, sendo regularizado imediatamente após acordo feito entre a Prefeitura e a concessionária. Segundo o prefeito de Água Branca, Jonas Moura, apesar da suspensão do abastecimento de água no bairro, a população recebeu assistência da Prefeitura enquanto o problema era resolvido.

 “Todos os dias, enviávamos à comunidade carros-pipas para fornecer água necessária aos moradores até que chegássemos a um consenso com a Equatorial. A dívida era de R$ 29 mil, dos quais nos comprometemos a pagar 70%, e a Associação, o restante, retirando, assim, toda pendência. Agradeço ao colaborador Juscelino Soares pelo apoio à Prefeitura para que este problema fosse sanado o quanto antes", esclarece Jonas Moura.

O presidente da Associação de Moradores de São Judas Tadeu, Edilson Gonçalves, comemorou a regularização da prestação do serviço. “Foi feita uma negociação justa, na qual tudo foi documentado, de modo que a Associação se responsabilizou em pagar 30% do valor total da dívida. Nossa parte agora é não deixar atrasar o pagamento das parcelas”, conclui.

A prefeitura de Água Branca tem prestado relevantes serviços no bairro. Equipes da Assistência Social, Educação, Saúde e Obras estão efetivamente presentes no local, colocando em prática ações que visam melhorar a qualidade de vida da população. Estiveram presentes na reunião o assessor jurídico da Prefeitura, Juscelino Soares; o vereador Francisco Marcos; e a secretária de Assistência Social, Danielly Lima.

Posts anteriores