Cidadeverde.com

Beira-Rio de Floriano é liberada para a prática de esportes

Na manhã desta quinta-feira (23) a Superintendência de Trânsito de Floriano, SUTRAN, e a empresa responsável pelas obras nas imediações da avenida Beira-Rio, decidiram não continuar com a interdição da via, durante a realização da obra que utiliza parte de ambas as vias, Esmaragdo de Freitas e Avenida Frei Antônio Cúrcio.

Atualmente, o local se mantinha interditado para a utilização da prática de exercícios físicos. Devido as obras, a via ficará livre para continuidade das obras do esgotamento sanitário nas imediações das avenidas, onde estão sendo realizadas perfurações e colocação de canos nas vias.

Segundo a empresa responsável, o prazo para conclusão da obra é de 8 a 10 dias em seu prazo máximo. Durante este período, as equipes da SUTRAN permanecerão no local dando o apoio necessário, e segundo o diretor Isaías, o apoio será redobrado no horário das 16h às 20h, para um trabalho de orientação, já que o período estava sendo utilizado por crianças e adultos como lazer ou esporte.

João Bandeira
Com informações - Ascom

Zé Raimundo anuncia concurso público para Prefeitura de Oeiras

A Prefeitura de Oeiras realizará, ainda este ano de 2021, concurso público para preenchimento de vagas em diversas áreas. O anúncio foi feito pelo prefeito José Raimundo, na manhã desta quarta-feira, 22, em suas páginas das redes sociais.

Ele esteve reunido, nesta quarta, em Teresina, com o professor Gilvan Lima, presidente da Coordenadoria Permanente de Seleção (COPESE), órgão vinculado à Universidade Federal do Piauí (UFPI), alinhando os últimos detalhes para formalização de contrato entre as instituições para realização do concurso público no município.

“Por meio do certame, vamos gerar novas oportunidades e reforçar o quadro de servidores municipais em todas as áreas da administração pública”, pontua o prefeito de Oeiras.

Prefeito de Cajueiro da Praia se reúne com Rafael Fonteles e cobra melhorias

Cajueiro da Praia deve receber em breve, obras de infraestrutura com asfaltamento, calçamento e portais. O secretário Estadual de Fazenda e Coordenador do PRO Piauí, Rafael Fonteles garantiu ao prefeito Felipe Ribeiro, agilidade nas ações. 

O prefeito esteve reunido com o secretário que disse está ciente dos problemas existentes em Cajueiro da Praia e prometeu agilidade. Felipe Ribeiro participou da reunião acompanhado do Deputado Estadual Flávio Nogueira, da primeira-dama Clara Pereira e do chefe do escritório de Cajueiro da Praia, em Teresina, advogado Thiago Ribeiro.

Uma das principais solicitações levadas pelo prefeito diz respeito, a adutora do Litoral, considerando que o município já convive com a falta d' água há 26 anos. Segundo Rafael Fonteles, a previsão é de que até junho de 2022, a adutora chegará em Cajueiro da Praia. Outro ponto foi com relação ao asfalto da avenida principal, que vai da Praça da Fé ao Cajueiro Rei; assim como o asfalto que liga a BR-402 até o entroncamento que dar acesso a Barra Grande e a cidade de Cajueiro da Praia, passando pela comunidade Lagoa de São José, o que encurtará a estrada, facilitando o acesso até as praias.

Na oportunidade, também trataram sobre os projetos de calçamento. A proposta é da construção de uma ciclovia e urbanização da entrada de Barra Grande, com financiamento do Pro Piauí. Outro investimento é na revitalização do Cajueiro Rei, uma complementação à obra licitada pelo município.

O Secretário Rafael Fonteles garantiu orçamento para todas as ações até o fim do ano, incluindo a conclusão das obras do colégio estadual que estão paradas no momento. Para o prefeito, todas as demandas obtiveram retorno positivo e a expectativa é de mais desenvolvimento para a região. “Cobramos e tivemos diversos encaminhamentos. Esses serviços são essenciais para garantir a infraestrutura do município”, conclui Felipe Ribeiro.
 

Campo Maior tem 67% da população vacinada com 1ª dose e 36% com imunização completa

De acordo com dados extraídos do painel da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), o município de Campo Maior já possui 31.424 pessoas vacinadas com a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Isso representa 67,1% da população total e 93% da população adulta.

Vacinadas com as duas doses, o município já contabiliza 16.071 pessoas e 790 com a vacina de dose única. O percentual de imunização completa é 36%. Até agora, a Secretaria Municipal de Saúde recebeu do Ministério da Saúde um total de 52.088 doses das quais 48.285 foram aplicadas.

O município segue vacinando com a primeira dose pessoas com mais de 20 anos de idade, dividido por unidades básicas de saúde. Em breve, a SMS vai convocar a população de 18 e 19 anos, finalizando, portanto, a imunização da população adulta.

João Bandeira
com informações - Ascom

 

Parceiros fazem pacto para tornar lei zoneamento do kitesurf em Barra Grande

Foto: Divulgação

Com ventos fortes e um mar propício para o kitesurf, a paradisíaca Barra Grande, em Cajueiro da Praia, é um dos melhores destinos do mundo para a prática da modalidade esportiva. Agora, uma parceria entre a Prefeitura de Cajueiro da Praia, a Capitania dos Portos e o Sebrae promete organizar a prática a partir de um zoneamento do kit no litoral cajueirense.

Em reunião com escolas e instrutores de kitsurf da região, a Secretaria Municipal de Turismo e Meio Ambiente popôs um pacto entre os entusiastas do esporte, envolvendo também a Procuradoria Geral do Município. A ideia é botar em prática um plano de manejo que já havia sido elaborado pelo Sebrae, instrutores, a Prefeitura e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) no ano de 2019.

O pacto será encaminhado para a Câmara Municipal de Cajueiro da Praia com o objetivo de virar lei, regulamentando entrada e saída de kite, áreas de banho e zonas para a atuação das escolas. Ao delimitar os espaços, a prática do esporte náutico torna-se mais segura, prevenindo acidentes.

Da Redação
[email protected]

Piauí aplica tecnologia pioneira de criação de camarão no semiárido

Foto: Ccom

Se alguém lhe dissesse que é possível criar camarão no semiárido, você acreditaria? Difícil imaginar, não é? Por meio do Programa Água Doce, coordenado no Piauí pelo Emater, e do Projeto Viva o Semiárido, coordenado pela Secretaria da Agricultura Familiar (SAF), três comunidades  piauienses são as primeiras no Brasil a executarem um projeto de aproveitamento da água biosalina para a criação de peixes e  camarões .O Programa Água Doce (PAD) é uma ação do Governo Federal em parceria com os Governos estaduais e municipais que visa a estabelecer acesso à água de qualidade para o consumo humano, por meio do aproveitamento sustentável de águas salgadas subterrâneas. Do processo de dessalinização, a água potável fica armazenada em uma caixa d’água e pode ser acessada pela comunidade beneficiada por meio de um chafariz. Na última semana, as Comunidades Quilombolas Laranjo e Silvino, no Município de Betânia do Piauí, e a comunidade Barreiro Fechado, no Município de Campo Alegre do Fidalgo receberam da coordenação estadual do Programa Viva o Semiárido um nivelamento sobre manejo de criação de Tilápias e Camarão no Semiárido Piauiense. As comunidades serão as primeiras a receberem a tecnologia no país. A iniciativa ainda prevê o uso da água biosalina, como é chamado o rejeito do processo de dessalinização, para a irrigação de palmas e erva sal (atriplex), além da implantação de uma cisterna do tipo calçadão, com o sistema de bombeamento alimentado por energia solar.

Com informações- Ascom

MP notifica município de Dom Expedito Lopes para volta as aulas presenciais

O Ministério Público Estadual, por meio da 3ª Promotoria de Justiça de Picos, notificou o município de Dom Expedito Lopes e recomendou a imediata retomada das atividades escolares presenciais na Rede Pública Municipal de Ensino. A Recomendação é direcionada ao prefeito Valmir Barbosa de Araújo, e a secretária de Educação, Jusceneide de Sousa Nobre.

No documento, o promotor Antônio César Gonçalves Barbosa considerou vários pontos, como os prejuízos para a aprendizagem e nutrição de alguns, socialização, saúde mental e, de maneira geral, para o desenvolvimento pleno da criança e do adolescente ocasionados pela manutenção das atividades pedagógicas pela via unicamente remota, e que a escola não é apenas um espaço de aprendizagem e construção de conhecimento, mas, também, desempenha funções fundamentais de socialização e cuidado de crianças e adolescentes.

O promotor pontuou que o Governo do Estado aprovou o protocolo específico com medidas de prevenção e controle da disseminação da Covid-19 para o setor da Educação, além de ter autorizado o retorno das atividades escolares presenciais para todos os níveis, etapas e modalidades de ensino no Piauí.

“Como é de conhecimento público, praticamente todos os setores da sociedade estão em funcionamento presencial, inclusive, atividades de menor impacto social do que a educação e que, também, as escolas particulares estão oferecendo aulas presenciais desde o início do ano letivo de 2021”, diz o promotor.

O MP cita, também, que os números de atendimentos por suspeita de Covid- 19, casos confirmados, internações e óbitos mantém-se em queda no Estado.

Além do imediato retorno às aulas presenciais, o Ministério Público recomendou, também, que o município adote as providências quanto aos profissionais que, sem justificativa plausível e autorização administrativa específica, se recusem a comparecer ao trabalho presencial.

Os pais ou responsáveis dos alunos, no entanto, poderão optar por manter o aluno na modalidade remota ou retornar para o ensino presencial.

O município deverá cumprir as medidas estabelecidas pelo Protocolo Específico que dispõe sobre as Medidas de Prevenção e Controle da Disseminação da Covid-19) para o setor relativo à Educação, e implementar medidas sanitárias compatíveis com o estágio da pandemia em relação ao uso do transporte escolar, de acordo com os protocolos da Autoridade Sanitária.

O promotor de Justiça advertiu, ainda, que o não cumprimento da Recomendação Ministerial implicará na adoção das medidas judiciais cabíveis. O município deverá, portanto, informar à 3ª Promotoria de Justiça de Picos as providências tomadas e encaminhar documentos que comprovem cumprimento da referida Recomendação.

O prefeito e a secretária de Educação terão o prazo de dez dias úteis, a contar do recebimento, para se pronunciarem.

Com informações - Ascom

Pedro II realiza XI Conferência Municipal de Assistência Social

Com o tema "Direito do povo e dever do Estado”, a Prefeitura de Pedro II, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS), realizou, nesta segunda-feira (20), a abertura da XI Conferência Municipal de Assistência Social, que contou com a participação de autoridades locais, profissionais do Serviço Social e acadêmicos da área, além da prefeita interina de Pedro II, Betinha Brandão.

O objetivo do evento, realizado no Auditório Padre Noberto, foi fortalecer o compromisso com a democracia e, principalmente, a gestão participativa, buscando avanços mais consistentes na política de Assistência Social do nosso Município. Além disso, visa propor e deliberar, com base na avaliação local, as diretrizes para a gestão e financiamento do Sistema Único da Assistência Social (SUAS), reconhecendo a corresponsabilidade de cada ente federado.

A Secretária municipal de Assistência Social, Elissiane Costa, destaca a responsabilidade dos profissionais da área. "É uma missão que exige muita dedicação por parte de nós, que estamos à frente e fazemos o social da gestão. Temos o dever de servir à todos com amor, tempo, paciência, responsabilidade e compromisso, pois trabalhamos com crianças, jovens, idosos, enfim, com as famílias, especialmente, as que se encontram muitas vezes em situação de vulnerabilidade”, frisa a secretária.

Para a prefeita interina, Betinha Brandão, a Conferência é uma oportunidade de discutir as necessidades do povo. “Esse é um espaço democrático. Gostaríamos de ter realizado as pré-conferências nas comunidades, mas a pandemia nos impediu. Esse é o momento de sabermos como o nosso vizinho está vivendo, qual a situação da nossa comunidade e propor melhorias”, analisa a gestora.

Com informações - Ascom

Prefeitura de Campo Maior inaugura Centro de Especialidades Enf. Dorivânia Vidal Neiva

  • CM_UBS_3.jpg Ascom
  • CM_UBS_1.jpg Ascom
  • CM_UBS_5.jpg Ascom
  • CM_UBS_6.jpg Ascom
  • CM_UBS_2.jpg Ascom
  • CM_ubs.jpg Ascom
  • CM_UBS_4.jpg Ascom

Aconteceu, na manhã deste sábado (18/09), a cerimônia de inauguração do Centro de Especialidades Enfermeira Dorivânia Vidal Neiva. A entrega da unidade de saúde à população campo-maiorense acontece três anos após a promessa de abertura pela gestão anterior, que não honrou o compromisso assumido com a população, deixando o espaço em situação de abandono e esquecimento.

Neste sábado, a Prefeitura de Campo Maior, através da Secretaria Municipal de saúde (SMS), contempla os campo-maiorenses com um centro de saúde completamente reformado e aparelhado, pronto para atender as demandas da população, onde serão ofertadas cerca de 12 especialidades médicas. O espaço conta com consultório de enfermagem, consultório médico, copa, sala para procedimentos, lavanderia, sala para curativos, sala de vacina, farmácia básica, sala para inalação, consultório odontológico, sala de reunião, centro de fisioterapia, sala de espera, recepção, raio-x e etc.

A inauguração contou com a presença do prefeito Joãozinho Félix; secretária de Saúde, Dorilene Vidal; ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira; senadores Eliane Nogueira e Elmano Férrer; deputada federal, Iracema Portela; deputados estaduais, Júlio Arcoverde e Marden Menezes; pré-candidato ao Governo do Piauí e ex-prefeito de Teresina, Dr. Silvio Mendes, o presidente da Câmara Municipal de Campo Maior, Sena Rosa, além de outras autoridades, secretários, vereadores e lideranças políticas de diversos municípios da região.

Durante a cerimônia, Ilana Vidal, que é filha de Dorivânia Vidal, recebeu flores das mãos do prefeito Joãozinho Félix e da secretária de Saúde, Dorilene Vidal, e agradeceu a homenagem: “Temos a certeza de que a minha mãe cumpriu com maestria a sua missão de cuidar das pessoas e, por isso, recebe hoje esta justa homenagem. Tenho convicção de que o espaço fará uma grande diferença na saúde do nosso município”, destacou.

Ao fazer uso da palavra, a secretária de Saúde, Dorilene Vidal, afirmou que Dorivânia exerceu a profissão de enfermeira com compromisso e dedicação e agradeceu aos vereadores pela aprovação do Projeto que propôs nomear o Centro de Especialidades com o nome de sua irmã: “Meus agradecimentos a todo o Poder Legislativo pela aprovação da proposta. Fico imensamente satisfeita pelo carinho e pelo reconhecimento”, falou.

O prefeito Joãozinho Félix criticou o fato do espaço ter permanecido em situação de abandono por 8 anos e se comprometeu em buscar mais melhorias para Campo Maior: “Em apenas 2 meses, nós conseguimos fazer o que eles não fizeram em 8 [anos]. É obrigação de um gestor trabalhar pela melhoria das condições de vida das pessoas. Eles deixaram um rastro de destruição, débitos, obras inacabadas, mas ao final desta gestão, nós estaremos morando numa nova cidade, com muito mais desenvolvimento e oportunidades”, garantiu.

De acordo com o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, o município de Campo Maior serve de referência para outros municípios do Estado. Ele elogiou a gestão do prefeito Joãozinho Félix e teceu críticas à gestão do governador Wellington Dias e aliados: “Esse grupo está no poder há 20 anos. É preciso dar um basta e virar a página mostrando trabalho e não procurando formas de se perpetuar no poder sem apresentar resultados concretos para o povo. Parabéns Joãozinho Félix pela sua competência e pela sua sensibilidade”, destacou.

As obras de reforma e reestruturação da unidade contaram com recursos e investimentos próprios do município e contrapartida do Governo Federal. Para que centro de especialidades pudesse cumprir a sua função, foram necessárias intervenções estruturais como reparos, pintura, aquisição e instalação de aparelhos e equipamentos, manutenção dos sistemas elétrico, hidráulico e sanitário, etc.

Com informações- Ascom

Municípios piauienses da Rota das Emoções podem ter ajuda financeira da França

Foto: reprodução

A secretária de Estado do Planejamento, Rejane Tavares, e uma equipe formada pelos técnicos Célio Pitanga, da Sutef, e Jairo Chagas Júnior, assessor do gabinete da Seplan, estiveram em missão, nos dias 13 e 14 de setembro, em Brasília, com o objetivo de apresentar uma proposta de captação de recursos junto ao Fundo Francês para o Meio Ambiente Mundial (FFEM).

Segundo Célio Pitanga, a proposta apresentada visa estimular aliança entre a agricultura familiar e o turismo sustentável na Rota das Emoções, propiciando o resgate de culturas tradicionais, a valorização da gastronomia típica e da produção sustentável de alimentos. “Em síntese, a proposta está fundamentada na ideia de promover a dinamização produtiva da agricultura familiar, da pesca artesanal e do turismo por meio do uso sustentável dos recursos naturais, de práticas inovadoras e da gestão participativa do território”, explicou.

A Missão ocorreu em dois momentos, com reuniões internas na Sede do Consórcio Nordeste entre as equipes do Piauí, Ceará e Maranhão e, também, com a apresentação da proposta de captação do recurso à Agência Francesa de Desenvolvimento, na Embaixada da França.

Com informações Ascom

Posts anteriores