Cidadeverde.com

Projeto cria ciclovias em Picos

Basta apenas um pequeno passeio pelas vias centrais da cidade de Picos para conferir o intenso fluxo de pessoas e veículos automotores. São ruas lotadas de carros, motocicletas e pessoas que se direcionam aos mais variados e distintos lugares. O município picoense é a terceira cidade piauiense em número de habitantes. Também corta o município um dos maiores entroncamentos rodoviários do Nordeste.

Diante de tanta correria e movimentação urbana, existem aqueles que buscam alternativas de locomoção mais saudáveis tanto para si como para o meio ambiente como um todo, como é o caso de pessoas que apostam no uso de bicicletas como meio de transporte prático, saudável e barato. É o caso de Miqueias Alves. O estudante usa sua ‘magrela’ para quase tudo, desde uma simples pedalada recreativa, ao seu trajeto para trabalhar. Miqueias mora no bairro Morada Nova e pegava anteriormente, coletivo e motocicleta para fazer a sua locomoção ao trabalho. Hoje, após a adesão à prática da pedalada alternativa como meio de transporte, as coisas mudaram para o jovem estudante.

“É uma opção muito saudável. Com o uso da bicicleta ficou melhor e mais prático as minhas locomoções, sem falar no fator saúde que é o principal. Também tem o fator financeiro, pois com a bicicleta, sobra mais dinheiro no fim do mês”, comenta satisfeito.

A presença concreta de faixas alternativas como ciclovias ou mesmo para pedestres, ainda não é uma realidade em Picos. Segundo explica o Secretário de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana, Edilberto Cirilo, está em planejamento, projeto destinado a incluir trechos de ciclovias na cidade.

“Vamos criar a primeira etapa da ciclovia que liga a Avenida Severo Eulálio à Avenida Beira Rio, a qual já está pronta para tal prática. Depois, daremos início a outro trecho que ligará através da avenida Nossa Senhora de Fátima, com Coronel Antônio Rodrigues, unindo Passagem das Pedras à Avenida Beira Rio”, revela.

Edilberto Cirilo também ressalta que além do projeto de ciclovias, existem em paralelo, campanha de cunho educativo visando orientar a comunidade local quanto ao uso e educação sobre as ciclovias pela cidade.

“Ao término da licitação daremos início à campanha. Acreditamos que num período mínimo de três a seis meses, estaremos com o projeto de conscientização da população local sobre a importância que tem uma ciclovia. Picos e sua população sairá ganhando”, expressa.

Fonte: Ascom

Prefeitura de Floriano apresenta relatório do 2º quadrimestre

A Prefeitura de Floriano, através da Secretaria de Finanças e Controladoria Geral do Município, participou, nesta terça-feira (25), de uma audiência pública para prestação de contas do 2º Relatório Quadrimestral de Gestão de 2018, conforme prevê a Lei de Responsabilidade Fiscal. A audiência, realizada com a presença de secretários, vereadores e servidores públicos, em uma sala de reuniões na Câmara Municipal, garante a transparência das ações do poder público, tendo como principal objetivo apresentar todas as contas da gestão municipal, entre despesas, aplicações e investimentos durante o ano.

O relatório apresentou um resultado primário superavitário de 16.478.986,35. O resultado nominal, que tinha como meta definida na LDO o valor 16.240.725,85, caiu para 10.931.135,14, representando uma redução orçamentária de 5.309.590,71. O relatório também mostrou uma frustração entre a receita prevista, no período de janeiro a agosto de 2018, de 107.426.611,00 e a receita arrecadada, medida em 93.565.149, 52, com as maiores despesas voltadas para a Saúde (36%) e Educação (32%). Em contrapartida, no comparativo entre a despesa fixada, de 105.526.374,00 e despesa realizada, no valor de 80.289.361,98, o município apresentou uma economia orçamentária de 25.237.012,02.

Na oportunidade, a Secretaria Municipal de Saúde também apresentou o balancete de prestação de contas referente ao 1º e 2º quadrimestre, destacando o sucesso da cobertura vacinal da campanha da pólio e sarampo, com 99,05% de meta alcançada, além de balancetes e várias ações de promoção à saúde realizadas durante o ano corrente, entre elas: implantação da Residência Médica, reposição de medicamentos, reformas de UBS's e Hospital Geral, aquisição de viaturas, cadeiras odontológicas, capacitações, entre outras.

A secretária municipal de Finanças, Josélia Rodrigues, disse que o relatório de contas possibilita um maior controle da gestão e oferece transparência nos serviços públicos. A prestação de contas acontece em cumprimento ao artigo 9º, parágrafo 4º, da LRF 101, que dispõe sobre a apresentação das metas fiscais ao final de cada quadrimestre.

Fonte: Ascom

Água Branca realiza I Festival da Juventude dias 28 e 29

A Prefeitura de Água Branca, por meio da Coordenadoria Municipal de Juventude, vai realizar, nos dias 28 e 29 de setembro, o I Festival da Juventude, que vai contar com atividades esportivas, culturais e educativas.  

 O prefeito de Água Branca, Jonas Moura, explica o objetivo do evento. “Nós queremos envolver a juventude aguabranquense em atividades que estimulem o lazer e a cidadania. Estamos organizando uma programação bastante diversificada para proporcionar aos nossos jovens diversão e educação”, diz.

O coordenador de Juventude, Markonny Moura, fala que a programação tem início no dia 28 de setembro, com um grande show na Orla do Açude. “Na sexta-feira, dia 28, a partir das 22h, teremos a programação cultural na Orla do Açude, que vai contar com shows de Kaio Stronda, Erick Paizão e Anderson Rodrigues. No sábado pela manhã, acontece o torneio de futsal e, a partir das 14h, aulão de revisão para o Exame Nacional do Ensino Médio, o ENEM”, conta.

 Veja a programação completa:

28.09 – SEXTA

22h - Programação Cultural (Orla do Açude)

Shows com Kaio Stronda, Erick Paizão e Anderson Rodrigues

 
29.09 – SÁBADO

7h30 - Abertura do torneio de Futsal (AABB)

14h - Aulão de revisão para o ENEM (Auditório Dioguinho) 

Fonte: Ascom

Ouvidoria de Picos quer promover interação pública

A Ouvidoria de Picos está criando novos meios de comunicação visando otimizar o acesso junto ao público local. De acordo com o ouvidor, Zacarias Teixeira, além de facilitar o acesso ao órgão, visa também promover a interação da sociedade e administração, dando maior agilidade ao processo de sugestões ou reclamações em geral.

“Estamos disponibilizando canais de comunicação para que a sociedade picoense possa interagir conosco, trazendo suas observações, suas sugestões, críticas, enfim, tudo aquilo que o povo pensa e quer fazer valer. E os meios comunicacionais que estamos disponibilizando ao povo picoense são os canais que irão ligar a gestão do Pe. Walmir à comunidade de Picos”, explica.

Além de nova roupagem administrativa para a Ouvidoria, os meios de comunicação que estão sendo implantados como e-mail próprio, Serviço de Atendimento ao Cliente e o telefone da pasta, o ouvidor acredita que o órgão terá maior capacidade em cumprir seu papel de ouvir a sociedade quando das reclamações e sugestões da mesma, além de facilitar o contato entre ambos, sugerindo novas características de interação para o órgão.

“Por meio do telefone, do email, ou até mesmo do contato presencial aqui na nossa sede, a população fará sua sugestão ou reclamação. Isso dará maior celeridade nas demandas que venham acontecer. E nós, enquanto Ouvidoria,  iremos buscar as melhores saídas para as questões que venham surgir”, assegura Zacarias.

A Ouvidoria de Picos está localizada no Centro Administrativo, na entrada do bairro Ipueiras, vizinho ao colégio Vidal de Freitas, para atender ao público. Também dispõe de espaço no site www.picos.pi.gov.br , onde o cidadão pode participar, enviando sugestões e reclamações. Para isso, basta preencher os campos presentes na aba “Contato”, na página principal. Outro meio é através do telefone (89) 9 998 4719.

Fonte: Ascom

Projeto Rondon realiza reunião com municípios piauienses

Na manhã dessa segunda-feira (24), a Coordenação do Projeto Rondon/Ministério da Defesa e professores rondonistas se reuniram com prefeitos e equipe técnica dos quinze municípios piauienses contemplados na Operação Rio Parnaíba. O encontro, que aconteceu na sede da APPM, serviu para apresentar as equipes rondonistas aos gestores municipais.

Nessa etapa do processo, os professores recebem diversas orientações e passam uma semana nos referidos municípios conversando com os prefeitos, secretários municipais e lideranças locais, com o intuito de fazerem os ajustes necessários às suas propostas, buscando atender as reais necessidades de cada cidade.

O prefeito de Castelo do Piauí, Magno Soares, representou o presidente da APPM, Gil Carlos, na reunião.

A Operação Rio Parnaíba, que homenageia o rio Parnaíba, será realizada entre 18 de janeiro a 03 de fevereiro de 2019, tendo como Centro Regional a capital Teresina. Serão mais de 300 rondonistas, dentre professores e alunos oriundos de diversas instituições de ensino superior do país.

Para o coronel Yatabe, coordenador do Projeto Rondon/ Ministério da Defesa, a APPM tem sido uma grande parceira na condução da Operação Rio Parnaíba. “A APPM é um importante parceiro nosso na condução de mais uma operação aqui no estado do Piauí. Para essa viagem precursora que tem duração de uma semana, é de grande importância a participação dos gestores desses quinze municípios estarem aqui hoje, pois os professores rondonistas estão indo aos referidos municípios a partir de agora e vão buscar melhorar as propostas de trabalho apresentadas ao Ministério da Defesa. Esse trabalho é feito em sintonia com os municípios, buscando atender as demandas pontuadas no plano de trabalho já elaborado”, conclui o coordenador.

Os municípios contemplados na Operação Rio Parnaíba são: Amarante, Água Branca, Boa Hora, Boqueirão do Piauí, Cabeceiras do Piauí, Castelo do Piauí, Jatobá do Piauí, Matias Olímpio, Morro do Chapéu do Piauí, Nossa Senhora de Nazaré, Nossa Senhora dos Remédios, Novo Santo Antônio, Porto, Regeneração e São Miguel do Tapuio.

Fonte:ascom

Saúde qualifica médicos em Oeiras

Médicos da Atenção Básica participaram nesta quarta-feira, 20, de uma Oficina de Qualificação Profissional com enfoque no Manejo dos Transtornos Mentais na Atenção Básica. A atividade faz parte da programação do Setembro Amarelo, promovida pela Prefeitura de Oeiras, através da Secretaria Municipal de Saúde.

A oficina foi ministrada pelo médico psiquiatra, Vicente Gomes, que atua no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Oeiras. “Estamos no Setembro Amarelo, mês da prevenção ao suicídio. Devemos lutar contra o suicídio todos os dias, mas este é o mês em que concentramos os nossos esforços. Esse evento foi organizado pela Secretaria Municipal de Saúde com o objetivo de capacitar os médicos da Atenção Básica, porque o suicídio tem uma íntima relação com os transtornos mentais. Praticamente 100% das pessoas que cometeram suicídio tinham algum tipo de transtorno mental e sabemos que a grande maioria dessas pessoas não vai chegar diretamente ao psiquiatra, vai chegar ao médico da família e ao pronto atendimento”, argumenta Vicente Gomes.

“Então, é importante que os médicos consigam receber aquele paciente e conduzir aquele quadro inicial adequadamente. Por isso, é importante de estarmos discutindo o tema e orientando, fazendo com que os médicos se familiarizem com algumas medicações de uso psiquiátrico, porque eles podem, sim, conduzir alguns casos e ajudar no nosso dia a dia a estar salvando vidas”, completa o psiquiatra.

Prevenção ao suicídio em Oeiras

Desde 2010, com a criação do Núcleo de Prevenção do Suicídio, o CAPS faz o monitoramento de casos de suicídio, de tentativas e ideação suicida, e realiza visitas domiciliares para combater o fenômeno em Oeiras. As ações de prevenção e enfrentamento do suicídio são desenvolvidas dentro da rotina dos serviços prestados pela Secretaria Municipal de Saúde.

Suely Viana, coordenadora do CAPS, diz que o Núcleo de Prevenção do Suicídio tem adotado medidas para barrar o que crescimento dos casos no município de Oeiras. “O suicídio é considerado um grave problema de saúde pública, que tem causado grandes impactos na sociedade. Em Oeiras, as tentativas de suicídio vêm crescendo de maneira alarmante, e medidas vem sendo adotadas para se trabalhar a prevenção do mesmo. Uma das estratégias desenvolvidas pelo município é abordar a problemática através do processo de Educação em Saúde, que visa dar autonomia à pessoa quanto aos cuidados necessários a manutenção da sua saúde e quanto aos aspectos que a envolve. Neste sentido, várias ações vem sendo executadas pelo CAPS e Núcleo de Prevenção do Suicídio, com o apoio dos profissionais da Estratégia Saúde da Família e do NASF”, afirma a coordenadora.

“Todas as ações programadas visam alertar as pessoas a respeito da realidade do suicídio, suas formas de prevenção e assim reduzir os danos sociais causados pelo suicídio, bem como desconstruir os estigmas que existem em torno dessa problemática em questão”, acrescenta Suely Viana.

Programação do Setembro Amarelo está sendo desenvolvida em UBSs e escolas

Durante todo o mês, Unidades Básicas de Saúde (USBs) e escolas do município de Oeiras estão recebendo eventos de prevenção ao suicídio e valorização da vida. Organizadas pelo CAPS, através do Núcleo de Prevenção do Suicídio, as ações envolvem palestras e rodas de conversas direcionadas ao público adolescente e qualificações para profissionais de saúde.

As rodas de conversa nas UBSs têm como tema “Suicídio: saber, agir, prevenir”. Nelas, são feitas abordagens sobre impacto do suicídio, sinais de alerta, fatores de risco e de proteção. Nas rodas de conversas envolvendo adolescentes, o tema abordado são “Os sentimentos do adolescer: como lidar com estressores psicossociais”.

Além da oficina de qualificação profissional para médicos e rodas de conversa, a programação do Setembro Amarelo também contempla a implantação de protocolos de avaliação do paciente e estratificação do risco do suicídio nas UBSs e campanha online com informações acerca do suicídio – sinais de alerta, fatores de risco e proteção.

Fonte: Ascom

Setembro Amarelo em Floriano

O mês de setembro é dedicado  mundialmente a prevenção do suicídio, também conhecido como Setembro Amarelo. No Brasil, a campanha acontece desde 2014 e visa conscientizar a população sobre a importância da prevenção ao suicídio, alertando a população sobre a importância da sua discussão. O assunto que ainda enfrenta grandes dificuldades na identificação dos sinais procura combater o preconceito e a falta de informação.

 

Buscando promover eventos que abram espaço para debates e divulgação do tema, a Prefeitura de Floriano, através da Secretaria de Saúde e Núcleo de Atenção à Saúde da Família – NASF, realizará uma roda de conversa com a mídia local nesta sexta-feira (21), na Funasa, e na terça-feira (25) chamará a atenção da população através de uma caminhada com o tema “Prevenção do Suicídio e Valorização da Vida”, às 07:30h, com concentração na sede da Secretaria de Saúde seguindo até a praça Dr.Sebastião Martins.

 

Atualmente, o suicídio é um problema de saúde pública no Brasil e a sua maior ocorrência tem sido crescente entre os jovens. De acordo com números oficiais, 32 brasileiros cometem suicídio por dia, a taxa é maior do que as vítimas de AIDS e da maioria dos tipos de câncer. A Organização Mundial de Saúde também afirma que nove em cada dez casos poderiam ser prevenidos. Por isso, é importante dar atenção a quem está à sua volta e também é necessário que a pessoa busque ajuda.

 
 
Fonte: Ascom
 
 

Oeiras ganha destaque em mostra nacional

Oeiras ganhou, mais uma vez, destaque nacional no desenvolvimento do projeto Educanvisa, uma iniciativa da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), realizada no município através de ações conjuntas das Secretarias Municipais de Educação e de Saúde, por meio da Vigilância Sanitária. 

Nesta terça e quarta-feira, 18 e 19 de setembro, a coordenação municipal do projeto participa, em Brasília, da Mostra Cultural Educação e Saúde, evento que reúne experiências exitosas de todo o Brasil referentes à aplicação do Educanvisa. Representado pelas coordenadoras Carlane Leal, Albina Neres e Márcia Gerlande, o município de Oeiras levou para a Mostra, trabalhos desenvolvidos nas escolas da rede municipal de ensino.

O projeto promove com ações que visam preparar estudantes e profissionais da rede municipal de ensino para disseminar conceitos de saúde que têm relação direta com o trabalho da Anvisa, como o uso adequado de medicamentos, alimentação saudável, prática de melhores hábitos de vida e formação de uma consciência crítica quanto à influência da propaganda no consumo de produtos sujeitos ao controle sanitário.

Oeiras aderiu ao Educanvisa em 2015 e, segundo a Anvisa, é a única cidade do Brasil que aplica o projeto em todas as escolas municipais. Em junho deste ano, a atuação do município no Educanvisa foi destaque no encontro do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária – Práticas de Gestão e Responsabilidades Federativas, também realizado em Brasília.

Fonte: Ascom

Município de União debate direitos de LGBT´S

A Prefeitura Municipal de União, por intermédio da secretaria de Ação Social e Cidadania-SEMASC, em parceria com a Diretoria de Direitos Humanos e Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania-SASC, realizou nesta terça-feira, dia 18, atividades com o Grupo de Convivência de Travestis e Transexuais Itinerante com o tem "Direito de Travestis e Transexuais em Movimento, movendo as estruturas".

O evento foi mais uma oportunidade para se debater os direitos de travestis e transexuais. "Nós da SEMASC, enquanto gestão, estamos abertos a todos os movimentos, roda de conversa, se precisar de material, organizar conferência, tudo que for necessário para a gente trabalhar a questão de respeito ao próximo", disse a secretária Martina Costa.

O prefeito de União, Dr. Paulo Henrique, compareceu e falou sobre a importância do encontro. “O respeito ao próximo é de grande importância. A nossa gestão tem trabalhado esta questão em relação a todos os cidadãos e este encontro é de grande importância para a conscientização de todos nós”, explicou.

O encontro aconteceu no Auditório da UESPI, em União, e contou com a participação de populares e autoridades. Entre os presentes estavam o Prefeito de União, Dr. Paulo Henrique, o Delegado de União, Dr. Ricardo Lemos, a Secretária de Ação Social e Cidadania, Martina Cavalcante, Secretário de Educação Marcone Martins, a Secretária do Centro de Referência LGBT do SASC, Maria Laura dos Reis e a Defensora Pública Patrícia Monte.

Fonte: Ascom

Joaquim Pires discute proposta curricular municipal

A equipe da Secretaria Municipal de Educação, professores, diretores e coordenadores pedagógicos da rede municipal e estadual, participaram de uma palestra em caráter informativo para elaboração da Proposta Curricular Municipal à luz da Base Nacional Comum Curricular – BNCC.

O evento aconteceu no dia 10 de setembro, no Auditório da Câmara Municipal de Joaquim Pires e teve como tema a “Proposta Curricular Municipal: Esse assunto me interessa”.

A palestra foi ministrada pela coordenadora estadual da UNCME Maria Antônia da Silva Costa e a professora de matemática Silmara Carvalho. O assunto foi relacionado a implementação da BNCC, necessário para construção das diretrizes curriculares municipais.

Durante o evento participaram servidores da educação de vários municípios da região dos cocais: Esperantina, São João do Arraial, Morro do Chapéu, Caraúbas, Bom Princípio e Murici dos Portelas.

Fonte: Ascom

Posts anteriores