Cidadeverde.com

Saúde de União quer agilidade dos parceiros

 

Durante essa semana, o prefeito de União, Dr. Paulo Henrique, acompanhado pela secretária municipal de Saúde, Dra. Anne Costa, estiveram reunidos com o Superintendente de Saúde do Estado, Dr. Alderico Tavares, na sede da Secretaria Estadual de Saúde (SESAPI).

Na ocasião o gestor aproveitou para cobrar do superintendente a agilidade na entrega do restante dos equipamentos, que foram destinados ao município através do Renova Saúde e que possibilitarão a reabertura do centro cirúrgico do Hospital Municipal José da Rocha Furtado. “Já recebemos uma parte dos equipamentos e agora estamos cobrando que o restante seja entregue o quanto antes para que possamos reabrir o centro cirúrgico e realizar cirurgias, evitando o deslocamento de muitos pacientes que precisam recorrer à Teresina”, explicou o prefeito.

O Superintendente informou que o processo já está em andamento e que os equipamentos devem ser entregues dentro do prazo que foi dado inicialmente pela Secretaria Estadual de Saúde. Na ocasião os gestores ratificaram com o Dr. Alderico, o profissional anestesista que será cedido pelo Governo do Estado para atender no hospital do município quando o centro cirúrgico voltar a funcionar, em parceria com a Prefeitura Municipal.

Fonte: Ascom

Ação Municipalista para qualificação da administração pública

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM), em parceria com a Associação Piauiense de Municípios (APPM), promove entre os dias 10 e 20 de abril o evento "Ação Municipalista". O encontro acontecerá em seis municípios: Parnaíba, Piripiri, Picos, Floriano, Bom Jesus e São João do Piauí.    

 “Esse projeto visa alinhar a agenda municipalista que será discutida durante XXI Marcha a Brasília. Diante disso, estamos atualizando a pauta do ISS (Imposto sobre Serviços) e a questão dos royalties do petróleo que são itens de extrema importância para as receitas dos municípios. Esse é um importante momento para que possamos ficar atentos aos projetos que devem ser votados em breve pelo Congresso Nacional”, disse O vice-presidente da APPM e representante piauiense da CNM, prefeito Jonas Moura.   

Na oportunidade, ainda serão discutidas as conquistas alcançadas pelo movimento ao longo de 2017 e as pautas prioritárias da XXI Marcha a Brasília, que acontece entre os dias 21 e 24 de maio.

O secretário geral da CNM, Eduardo Tabosa, ressalta que a iniciativa tem como objetivo divulgar as dificuldades de relacionamento entre os municípios e o Governo Federal. “Desde 1988 os entes recebem muitas atribuições e em contrapartida possuem a menor parcela de recursos arrecadados. Por isso, necessitamos discutir dois pontos essenciais que são: a pauta positiva caracterizada pela apresentação de projetos que visam ajudar as gestões e a pauta negativa que é referente aos projetos apresentados pelos parlamentares no Congresso, mas que acabam comprometendo as contas municipais. Além disso, vamos tratar também sobre a judicialização do ISS (Imposto Sobre Serviço), no qual defendemos que os tributos sejam recolhidos no local do tomador do serviço”, concluiu.      

Veja programação

Ação Municipalista Picos – PI

Local: Rua São Sebastião, 32 Centro Picos - PI

Data: 13 de abril

Horário: 08:30 as 14:00

  

Ação Municipalista - Floriano PI

Local: Espaço na Universidade Federal do Piauí - UFPI - BR-343, KM 3,5 - Meladão

Data: 16 de abril

Horário: 08:30 as 14:30

  
Ação Municipalista Bom Jesus - PI

Local: Praça Marcos Aurélio - Av. Getulio Vargas - Centro, Bom Jesus - PI

Data: 18 de abril

Horário: 08:00 as 14:00

 
Ação Municipalista - São João do Piauí/PI

Local: Rua Sete de Setembro, S/N, Parque de Exposição.

Data: 20 de abril

Horário: 08:30 as 14:30

 Fonte: Ascom

Nível das barragens do semiárido piauiense melhora

Dados do DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas) apontam melhoras nas Barragens de Bocaina, Piaus e Estreito, Cajazeiras e Barreiras importantes reservatórios da região do semiárido piauiense.

Piaus (em São Julião), que pode receber até 104 milhões de metros cúbicos, atualmente está com 18 milhões, ou seja, 17,22% da capacidade.

Barragem do Estreito (em Padre Marcos), que tem capacidade para 23 milhões, está com 5 milhões, 20,93% da capacidade.

O Cajazeiras (em Pio IX), que pode receber quase 25 milhões de metros cúbicos, está com 900 mil metros, apenas 3,64% da capacidade.

Barreiras (em Fronteiras), que tem capacidade para 52 milhões, tem atualmente 1,6 milhão, ou seja, 2,84%.

Bocaina (em Bocaina), que tem capacidade para 106 milhões de metros cúbicos,  está recebendo um volume significativo de água e atualmente já conta com 22 milhões de metros cúbicos, 22% da capacidade.

Fonte: webpiaui

Prefeitura de Oeiras firma parceria para servidores

A Prefeitura de Oeiras e a Câmara de Dirigentes Lojistas e Associação de Comércio Oeirense (CDL/ASCOM) firmaram uma parceria que permitirá a adesão de servidores municipais a uma nova ferramenta de crédito. Através do cartão de crédito OeirasCard, proposto pela CDL/ASCOM, os servidores efetivos e comissionados do município poderão dispor de até 30% do seu rendimento mensal para fazer compras em empresas associadas.

Na manhã desta nesta terça-feira, 10, numa reunião entre o prefeito José Raimundo, a Assessoria Jurídica da Prefeitura e representantes da CDL/ASCOM, foram definidos os últimos detalhes do convênio, que deve ser oficializado na próxima segunda-feira, 16.

O prefeito José Raimundo acredita que o dispositivo estabelece uma nova fonte de crédito e deve incrementar a atividade comercial em Oeiras. “Essa parceria entre a Prefeitura e a CDL dará uma fonte alternativa de crédito para o município de Oeiras, fazendo com que esse recurso fique girando na economia local. E não apenas isso. Estamos disponibilizando aos funcionários efetivos e contratados do município mais uma fonte de crédito para fazer uso no comércio local”, pondera o prefeito.

Último Campos, presidente da CDL/ASCOM, diz que a parceria contribui para impulsionar o comércio oeirense e reduzir o índice de inadimplência. “Vai ser uma alavancagem e tanto para o comércio local, nesta estratégia do OeirasCard, que é justamente estabelecer esse fluxo de compras em Oeiras. É uma forma de fortalecer o comércio local e diminuir a inadimplência – esse é ponto chave. Os comerciantes vão ter uma alternativa à nota promissória agora. Eles vão poder aceitar o cartão como uma alternativa à nota promissória e garantir o recebimentos dos recursos do que foi vendido”, explica.

“Já o servidor municipal vai ter seu poder de compra alargado, vai poder maximizar sua forma de consumir em Oeiras, através desse ‘vale-adiantamento’. Ele terá a possibilidade, caso consuma todo o saldo do seu salário mensal, de usar o cartão para suas compras emergenciais”, ilustra Último Campos.

De acordo com a CDL/ASCOM, esta modalidade de crédito já é bastante praticada no Ceará e em estados do Sudeste, por exemplo. A adesão ao cartão é opcional, cabe ao servidor decidir se vai usá-lo ou não.

 Fonte: Ascom

Reunião em Barras cria órgão de prevenção para enchentes

O Prefeito Carlos Monte reuniu na tarde de hoje todo o secretariado junto ao Tenente Coronel Costa, representante do Corpo de Bombeiros do Governo do Estado para o atendimento das famílias que venham a ser afetadas pela cheia do rio Marataoan.

Na ocasião foi criado o gabinete de crise para monitorar e tomar as atitudes necessárias de forma ágil que permita amenizar o impacto das chuvas  nas famílias residentes em áreas de risco no município.

Fonte: Ascom

Municípios do Piauí apelam ao Ministério da Saúde

Segundo dados da SAGE (Sala de Apoio à Estratégia), atualmente o Piauí possui 256 UBS (Unidade Básica de Saúde), porém somente 152 unidades estão funcionando no estado. Assim, 104 estão prontas, mas encontram-se fechadas sem prestar serviços aos cidadãos piauienses. Além disso, seis UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) também estão com a mesma situação. Diante disso, a Associação Piauiense de Municípios (APPM) defende que os locais sejam custeadas pelo Ministério da Saúde.

Para o presidente da APPM, Gil Carlos, o fato das obras estarem concluídas e não estarem funcionando é bastante alarmante. Porém, as gestões municipais não possuem condições financeiras no atual momento para arcar com os custos altos da manutenção dessas unidades de saúde. "Relativamente, a obra não é cara, mas sim o custeio para o funcionamento. Reconhecemos que a medida é fundamental para alavancar os investimentos e a saúde, além de melhorar a qualidade de vida da população. No entanto, o que se observa é o uso majoritário de recurso municipal para manter as iniciativas”, disse o gestor.

 Em relação aos repasses do governo federal para a manutenção e custeio das UPAs, o valor não tem sido suficiente para atender a demanda. O montante repassado foi definido em 2014, em que a realidade econômica do país era diferente da atual. Dentre outras questões o subfinanciamento é provocado por essa mudança de cenário econômico, e o impacto vai direto às atividades oferecidas e no aumento da responsabilidade financeira dos Municípios com o custeio.

 Outro dado preocupante mostrado no SARGE, é que a parte do financiamento do Ministério da Saúde por meio do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) está em atraso e a maioria dos municípios não recebeu o incentivo do Governo Federal. O presidente da APPM ressalta que sem o incentivo os municípios ficam incapazes para manter as estruturas. Com isso, a APPM está propondo que o custeio das unidades seja feito pelo Ministério da Saúde ou Educação, caso as UBS e UPAs sejam adaptadas para educação do município, conforme há uma proposta em andamento.

Fonte: Ascom

Encontro de Agronegócio reúne produtores em Uruçuí

Fortalecer a atuação no setor agrícola piauiense está entre as metas do Banco do Nordeste para 2018. Nesse sentido, o BNB realizou, na última sexta (6), o I Encontro BNB Agronegócio, em Uruçuí. O evento reuniu mais de cem produtores e lideranças do setor na cidade conhecida como “capital dos cerrados piauienses”. 

 Entre os presentes, o diretor de Administração e TI do Banco, Cláudio Freire; o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Piauí e deputado federal Júlio César; o superintendente de Agronegócios da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado, Filemon Paranaguá; o superintende estadual do BNB no Piauí, Francisco das Chagas Lopes; entre outras autoridades. 

 “Hoje apresentamos em primeira-mão iniciativas do Banco que serão lançadas ainda nesse primeiro semestre, a exemplo do BNB Agro Digital, que permitirá ao cliente renegociar operações de crédito a partir do internet banking. Estamos também desenvolvendo uma plataforma que disponibilizará conteúdo aos produtores e projetistas, de modo a induzir a inovação no campo e impulsionar ainda mais o crescimento do agronegócio piauiense”, frisou o diretor de Administração e TI do Banco, Cláudio Freire. 

 Para o presidente da Aprosoja/PI e da Câmara Setorial do Agronegócio do Estado, Altair Fianco, que planta soja e milho no município de Uruçuí, o evento demonstra a disposição do Banco em investir no desenvolvimento dos cerrados piauienses. “O Agro acontece na região de Uruçuí, Bom Jesus, Santa Filomena e Baixa Grande do Ribeiro. A diretoria do BNB se dispor a realizar uma reunião é reconhecer o valor dessa produção onde a coisa acontece. Ficamos satisfeitos em saber que o Banco está modernizando o acesso ao crédito, isso fará com que os recursos para nossos investimentos fluam de forma mais ágil”, afirmou.

 O BNB responde por 80,4% do crédito rural aplicado no Estado. No Nordeste, o Banco aplicou nos últimos três anos R$ 19,3 bilhões no segmento, o que corresponde a aproximadamente 40% de participação no mercado.

Durante o evento, o Banco firmou contratos com três produtores do agronegócio da região, que somados ultrapassam R$ 6,5 milhões. Entre os pontos apresentados ao público, linhas de crédito de curto e longo prazo, voltadas para custeio agrícola e pecuário, comercialização, investimento, irrigação, energia solar e financiamentos de tecnologia e inovação. Em seguida, a comitiva realizou visita técnica à Fazenda Progresso, que tem se destacado nacionalmente como modelo de produtividade, inovação e gestão.

Fonte: Ascom

Atrações culturais do aniversário de Cabeceiras do Piauí

A prefeitura de Cabeceiras do Piauí confirmou as atrações musicais para o aniversário de 26 anos de emancipação político do munícipio. Avine Vinny, Toca do Vale e Muleke Doido, mas bandas locais estão confirmadas para a festa do dia 29 de abril no Espaço Cultural.

A programação completa do aniversário do município ainda não foi divulgada, mas deve contar com competições esportivas durante toda a semana que antecede a data e outras atividades.

Fonte: ascom

Operação tapa buracos em São Raimundo Nonato

A Prefeitura de São Raimundo Nonato, por meio da Secretaria de Infraestrutura,  está dando prosseguimento à operação tapa buracos, com a realização de serviços de recuperação das ruas e avenidas da cidade.

O  objetivo da operação é dar mais tranquilidade para os moradores que trafegam pelas vias do município, principalmente nos pontos que estão mais críticos, garantindo mais segurança a pedestres e motoristas.

O trabalho deve passar por todos os bairros do município e conta com equipes que irão atuar inicialmente nas vias de maior fluxo, área central e na sequência o serviço será estendido para os bairros mais distantes.

Fonte: portalsrn

Financiamento do Estado em Água Branca

A política de Assistência Social de Água Branca será cofinanciada pelo Governo do Estado, por meio do Piso Básico Fixo Estadual (PBFE). O Termo de Aceite do Cofinanciamento Estadual dos Serviços Socioassistenciais e dos Benefícios Eventuais do Sistema Único da Assistência Social (SUAS) do município foi aprovado pelo Conselho Municipal de Assistência Social, no último dia 21 de março.

Os recursos do cofinanciamento estadual dos serviços de proteção social básica e proteção social especial de média e alta complexidade poderão ser utilizados para despesas de custeio e de investimento, conforme necessidade e planejamento do órgão gestor municipal da assistência social.

 “É um grande avanço Água Branca ser aprovada para receber cofinanciamento do Estado no âmbito da política de Assistência Social. Estamos certos de que esses recursos irão fortalecer a nossa política de assistência social e melhorar a vida de muitas famílias carentes, que precisam desse apoio do Poder Público”, finaliza o prefeito Jonas Moura.

Fonte: Ascom

Posts anteriores