Cidadeverde.com

Carreta com carga tóxica tomba após colisão na BR-343

Foto: divulgação PRF-PI

Uma carreta que transportava carga tóxica tombou na BR-343, na cidade de Campo Maior no interior do Piauí, no início desta sexta-feira (22). O motorista informou à Polícia Rodoviária Federal (PRF) que perdeu o controle após bater na traseira de um outro veículo de grande porte que teria desistido de uma ultrapassagem e freado bruscamente. 

"Com o impacto, a carreta foi parar na faixa contrária. Apenas uma parte da carreta ficou no acostamento. A pista está sinalizada e o trânsito flui normalmente. Por se tratar de carga tóxica, o veículo só será removido após avaliação da Secretaria de Meio Ambiente", explica Alexsandro Lima, assessor de Comunicação da PRF-PI. 

O motorista da carreta- que não teve o nome divulgado- tem 28 anos e sofreu ferimentos leves. O motorista do outro veículo envolvido no acidente ainda não foi identificado.

"Não foi necessário o encaminhamento do condutor ao hospital. Foi realizado o teste de alcoolemia que apontou negativo para ingestão de álcool", reitera Lima.  

A carreta transportava diisocianato de tolueno, carga perigosa utilizada na fabricação de colchões, espumas automotivas, peças para construção civil, adesivos, resinas, entre outros. "Não houve vazamento da carga para o meio ambiente e o local foi isolado e sinalizado. A Secretaria de Meio Ambiente foi acionada", destacou o assessor de Comunicação da PRF-PI. 

Foto: divulgação PRF-PI

 
 

Graciane Sousa
[email protected]

Prefeitura suspende carnaval em Campo Maior e estuda retorno do Festival Sabor Maior

 

Atualizada às 17h45

O prefeito Joãozinho Félix (MDB) anunciou que suspenderá o carnaval na cidade de Campo Maior e irá adotar medidas restritivas para conter a disseminação do novo coronavírus na cidade. O decreto estava previsto para ser publicado na quarta (13), mas foi antecipado. 

“Eu assinei um decreto suspendendo porque aumentou o número de pessoas com Covid-19. É uma preocupação muito grande para gente. Vai ter bares e restaurantes abertos até meia-noite, sem aglomerações maiores. Vai ser tudo monitorado pela gente”.

Veja decreto




Festival Sabor Maior 

O prefeito também ressalta que estuda o retorno do festival Sabor Maior na cidade de Campo Maior. Em 2020, o festival gastronômico, que é referência no Piauí, foi suspenso devido a pandemia da Covid-19. 

“Inclusive, o Sabor Maior foi criado por mim. Eu quero dar uma atenção maior porque gera muita economia para o município, traz muito recursos para a cidade. Campo Maior sempre foi dito como a terra da carne de sol. A gastronomia é muito forte. Todo mundo tem um carinho muito grande por Campo Maior. Infelizmente, os últimos 10 anos foram sofridos. Nós queremos recuperar os 10 anos perdidos da nossa cidade”.


Foto: Herlon Moraes


Joãozinho Félix já foi prefeito da cidade por dois mandatos.  O gestor relata que apesar de ter tomado posse nos primeiros minutos do dia 01 de janeiro de 2021, ainda não possui acesso total às contas do município devido questões de burocracia. 

“Em 10 dia de mandato, estamos com muitas dificuldades. A cidade tem muitos problemas. Estamos encontrando problemas demais, mas com a nossa experiência, vamos suprir elas. Montamos uma equipe muito forte, com muitas pessoas técnicas que querem fazer um bom trabalho. Até hoje, não sabemos o que nós temos de dinheiro, de fundo, devido a burocracia”. 

A estrutura da Lagoa do Centro, chamada de “açude”, será um dos pontos a ser revitalizada. “É um cartão postal do Piauí. Precisa dar vida. É o cartão postal do Piauí, não só de Campo Maior. Nós temos que valorizar o que é nosso, o que é do Piauí”. 

Carlienne Carpaso
[email protected] 

 

Empresária e acusado de homicídio são presos pela PRF em Campo Maior

Foto: Divulgação/PRF

Uma empresária, de 40 anos, e um homem de 24 anos,  foram presos na noite deste sábado na BR-343, em Campo Maior. As prisões aconteceram durante uma abordagem realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). 

Os policiais receberam informações de populares que um veículo estava realizando manobras perigosas, ao  realizarem a abordarem, foi detectado que o condutor possuía em seu desfavor um mandado de prisão temporária em aberto expedido  fevereiro de 2020 pelo Tribunal de Justiça do Estado do Pará, pelo crime de homicídio. O homem, que é natural do Rio Grande do Sul, informou que a acusação é injusta e que não cometeu o delito.

Além disso, os policiais detectaram no interior do veículo uma pistola cal. 380 com dois carregadores e 27 munições intactas na posse de uma passageira. A mulher que é empresária e é natural do estado do Tocantins, também era a proprietária do veículo.

Diante desse cenário, os policiais encaminharam o homem, a mulher a arma e as munições até à Polícia Civil na cidade de Campo Maior para os procedimentos que o caso requer e a adoção das medidas cabíveis e cumprimento do mandado. A mulher responderá pelo crime de Porte Ilegal de Arma de Fogo e Munições e o homem estará a disposição da Justiça Paraense.


Natanael Souza (Com informações da PRF)
[email protected] 

Por ciúmes, mulher põe fogo no carro do namorado após encontrá-lo com outra no Piauí

A mulher identificada como Dos Anjos, ateou fogo no carro do namorado por ciúmes, após ter encontrado o mesmo com uma outra mulher. O caso foi registrado por volta das 20 horas, deste domingo (27/12), na rua Moisés Eulálio, bairro Flores, em Campo Maior.  

A Polícia Militar foi acionada, mas chegando ao local, a acusada já havia fugido, segundo informou Major Etevaldo, comandante do 15º Batalhão da Polícia Militar em Campo Maior. A mulher já é conhecida, pois tem passagem pela polícia pelo crime de tráfico de drogas.

As chamas destruíram boa parte do veículo que estava estacionado em frente a residência do rapaz, populares ajudaram a apagar o fogo. 

João Bandeira
com informações campomaioremfoco

Governador inaugura obras de mobilidade e visita reforma de escola em Campo Maior

Foto: Ccom

O governador Wellington Dias inaugurou, nesta sexta-feira (18), obras de mobilidade urbana no município de Campo Maior. São pavimentações poliédricas e asfálticas por diversas ruas e avenidas da cidade, que irão proporcionar mais qualidade de vida aos campomaiorenses.

As obras incluem serviços de mais de 14 mil metros quadrados de pavimentação em paralelepípedo, cujo investimento foi de R$1,3 milhões. Já a pavimentação asfáltica possui extensão aproximada de 5,3 km e área total de 37 mil m², tendo sido investidos recursos no valor de R$2,5 milhões, oriundos do programa PRO Piauí.

Segundo Wellington Dias, com a melhoria, a população não mais conviverá com a lama e poeira durante o período chuvoso. “O objetivo é garantir qualidade de vida. Imagine uma pessoa que todos os dias bota os pés do lado de fora da sua casa e pisa na lama e no barro. Agora passa a pisar no calçamento e no asfalto. Significa menos doenças também. Por meio do PRO Piauí estamos conseguindo fazer acontecer e aqui reafirmo o compromisso de continuar trabalhando para trazer melhorias para essa região”, disse o governador.

Em Campo Maior, Dias ainda visitou as obras de reforma da Unidade Escolar Raimundinho Andrade. As obras estão em execução e incluem a reforma dos banheiros, com a inclusão dos com acessibilidade; construção de um novo refeitório e novas quatro salas de aula; reestruturação da quadra poliesportiva; construção de casa de lixo; pintura geral; subestação; urbanização da área externa. O valor investido é de R$1.154.520,13.

De acordo com o secretário de Educação, Ellen Gera, a tecnologia será ponto forte das escolas estaduais. “O investimento pelo PRO Educação tem dois grandes eixos: o de infraestrutura e os programas pedagógicos. Hoje a tecnologia dá muito suporte para o trabalho pedagógico. Durante a pandemia, por exemplo, a escola fez uso de várias plataformas digitais que permitiram que a educação não parasse. Vamos investir em tecnologia e todas as escolas terão internet de qualidade, além de inovações como a biblioteca virtual”, pontuou o gestor.

“O PRO Piauí chegou forte na cidade de Campo Maior. Foram mais de R$2 milhões investidos em apenas dois meses na área de mobilidade urbana. Esses investimentos irão prosseguir em 2021 e 2022 com mais força ainda, pactuado com os líderes municipais, ouvindo sempre a população para garantir que o programa esteja sempre presente beneficiando a população e trazendo qualidade de vida e geração de emprego e renda”, afirmou o coordenador do PRO Piauí, Rafael Fontelles.

Da Redação
[email protected]

Campo Maior: Wellington Dias entrega obras de mobilidade urbana nesta sexta-feira(18)

O governador Welligton Dias estará na manhã sexta-feira (18) na cidade de Campo Maior para inaugurações de obras de mobilidade urbana como asfalto e calçamentos.

Wellington Dias chegará em Campo Maior por volta das 11h30, onde segue para a escola de tempo integral Peofessor Raimundinho Andrade. Na unidade ele acompanha os trabalhos de reforma.

Em seguida o governador Wellington comanda, ao lado do prefeito Professor Ribinha, a solenidade de inauguração das obras de pavimentação asfaltica e poliédrica de ruas e avenidas da cidade.

Da Redação
[email protected]

Suspeito de espancar companheira até a morte é preso ao sair de escritório de advocacia

Foto:reprodução

A Polícia Civil de Campo Maior efetuou, na tarde desta quarta-feira (9), a prisão preventiva do suspeito de matar a costureira Lia Raquel Carvalho, 33 anos. Ela foi espancada até a morte com golpes de barra de ferro.

O corpo dela foi encontrado em cima de uma cama, na casa em que ela morava, nessa segunda-feira (7). O suspeito do crime foi identificado apenas como J.M.de A., companheiro de Lia Raquel.

O mandado de prisão foi cumprido pela Delegacia da Mulher de Campo Maior, com apoio da 5ª Delegacia Regional de Policia Civil e Diretoria de Inteligência. J.M estava saindo de um escritório de advocacia quando foi localizado pela polícia.

O preso decidiu ficar calado durante interrogatório policial.

“Exames complementares serão feitos para apurar a extensão das lesões e a causa da morte. Após tomar conhecimento do ato criminoso foi iniciada as investigações e as equipes policiais lograram êxito em capturar do suspeito, após a decretação da prisão preventiva, antes que este conseguisse se evadir do município”, informou o delegado Aldely Fonteneli.

Foto: Divulgação/ Polícia Civil

O crime chocou a população de Campo Maior por se tratar de uma mulher, mãe de quatro filhos, e pela violência sofrida pela vítima. Imagens mostram sangue da costureira até no teto do quarto onde ela foi encontrada morta.

O preso está à disposição do Poder Judiciário.

 


Izabella Pimentel 
[email protected] 

Colisão entre dois veículos mata idosa na BR-343 em Campo Maior

Foto: PRF

Uma colisão entre dois veículos na BR-343 terminou na morte de uma idosa de 75 anos em Campo Maior. O acidente aconteceu por volta do meio dia no km 279. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a batida frontal envolveu um veículo modelo Polo e um Fiesta.

De acordo com a PRF, o Polo era conduzido por um homem de 30 anos que sofreu lesões leves. Ele transportava como passageiras, além da idosa, uma mulher de 40 anos e outra de 26, que também tiveram lesões leves. O Fiesta era conduzido por um homem de 38 anos que sofreu algumas lesões. 

Ainda segundo a PRF, todos os feridos foram encaminhados pelo SAMU para o Hospital Regional de Campo Maior.

“Os dois condutores foram submetidos ao teste de alcoolemia resultando para ambos negativamente para consumo de álcool”, disse a PRF.

Levantamentos preliminares apontaram que o Polo invadiu a faixa contrária ao fazer ultrapassagem em local proibido.

A Polícia Civil, Perícia Criminal e o IML foram acionados. A rodovia não foi interditada.

Hérlon Moraes
[email protected]

Costureira é espancada até a morte em feminicídio no Piauí

Foto: reprodução Instagram

A costureira Lia Raquel Carvalho Silva, 33 anos, foi encontrada morta com sinais de agressão física dentro da própria casa no bairro São João, na cidade de Campo Maior, no interior do Piauí. O comandante do 15º BPM, major Etevaldo Alves, explica que o crime tem características de feminicídio e o suspeito é o companheiro da vítima que está desaparecido. O corpo da mulher foi encontrado em cima de uma cama, provavelmente, após ela ter sido espancada até a morte. 

A PM foi acionada no fim da tarde dessa segunda-feira (07). Testemunhas informaram que a vítima teria sido agredida publicamente em uma festa no fim de semana e foi vista pela última vez ontem quando saiu da casa de uma prima dizendo que ia pra o trabalho. 

"Ela foi agredida em uma festa no sabado à noite. Testemunhas contaram que a agressão foi publicamente. Após isso, ela foi passar o domingo na casa de uma prima e ontem de manhã saiu para ir ao trabalho, só que não apareceu. Isso acendeu o alerta vermelho na família. Foram à casa dela e estranharam que a porta estava fechada e a moto dela lá, mas ninguém saía. Arrebentaram a porta e encontraram o corpo ensanguentado em cima da cama. A PM foi acionada por volta de 17h e acreditamos que o crime tenha ocorrido na manhã de ontem. Acionamos a perícia criminal e o IML", conta o major Etevaldo Alves. 

O comandante acrescenta que a vítima mantinha relacionamento com o suspeito que é pintor há dois anos. No local não foi encontrado nenhum objeto e a suspeita é que ela tenha sido morta por espancamento. Lia Raquel deixa quatro filhos de relacionamentos anteriores. O major orienta que, ao menor sinal de violência, as mulheres denunciem. 

"Em caso de agressão, a orientação é que a mulher vá na delegacia, informe o que está acontecendo para que sejam solicitadas medidas restritivas. É mais um caso lamentável. É preciso denunciar, senão vamos ter várias Lias Raqueis", orienta o comandante do 15º BPM. 


 
Graciane Sousa
[email protected]

Campo Maior: disputa por terras acaba com um morto e quatro feridos

A briga entre integrantes de uma mesma família, por causa de terras,  que deixou  quatro pessoas feridas e um morto ocorreu na tarde desta quinta-feira(19) na zona rural de Campo Maior, na comunidade Conceição II, na região da Passagem da Negra.

O homem morto foi identificado como  Luís Alves do Vale, de 36 anos,  trabalhador rural,   outras quatro pessoas deram entrada  no Hospital Regional de Campo Maior com  ferimentos, uma delas suspeita  do assassinato, foi identificada como Antônio Custódio do Vale, de 58 anos, que vem a ser primo do homem morto.  Outro ferido, foi identificado como Júlio Alves.

Populares informaram a Polícia Militar que   a confusão foi entre membros de uma mesma família, onde o sobrinho  assassinou o própriio tio, a facadas. Ainda segundo informações de populares, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado para socorrer os feridos na confusão.

Segundo o major Etevaldo Silva, comandante da PM em Campo Maior,  Antônio Custódio, juntamente com o irmão Luís Custódio do Vale e o sobrinho Antônio José Silva do Vale são acusados de participação no crime.

De acordo com o major Etevaldo, o motivo da confusão seria a disputa por terra de herança. “A briga começou quando um dos parentes levou um técnico em topografia para fazer a medição das terras. Eles se desentenderam e como estavam armados com pedaços de madeira, foice e faca iniciaram as agressões físicas”, declara o major.

João Bandeira
com informações do portal de campo maior

Posts anteriores