Cidadeverde.com

UTI do Hospital Regional de Campo Maior possibilita novas cirurgias

O Hospital Regional de Campo Maior, gerenciado pela Santa Casa de Chavantes, passou a contar com uma Unidade de Terapia Intensiva em maio deste ano. São dez leitos adultos usados para estabilização dos pacientes em pós-operatório ou com quadros graves.

“Graças à UTI, agora podemos realizar cirurgias mais complexas que precisavam desse tipo de retaguarda, como a de fratura do fêmur, neurológica e cardíaca. Além disso, temos uma equipe adequada para atendimento e estabilização dos pacientes com quadros mais graves”, destaca a gestora do Hospital Regional de Campo Maior, Nádia Costa.

Na UTI também são atendidos casos de pacientes com quadro de sepse, acidente vascular encefálico, insuficiência renal aguda e crônica e insuficiência respiratória aguda. Antes da unidade entrar em funcionamento, os pacientes do município de Campo Maior e região dos Carnaubais eram transferidos para atendimento em Teresina.

A UTI da unidade hospitalar conta com equipamentos de última geração para atendimento a pacientes em estado grave, como monitor, ventilador mecânico, bombas de infusão, camas elétricas, capnografia, medicação de pressão arterial invasiva, Raio X móvel, ventilador de transporte, carrinhos, além de aparelhos de hemodiálise com atendimento 24 horas.

Da Redação

Incêndio ameaça fazendas centenárias em Campo Maior; Bombeiros fazem alerta

 

 

Por Bárbara Rodrigues

Um grande incêndio está sendo registrado nesta segunda-feira (11) no município de Campo Maior, próximo à divisa com Castelo do Piauí, e ameaça algumas fazendas centenárias localizadas na região.

O tenente-coronel Egídio Leite informou que o Corpo de Bombeiros foi acionado na manhã de hoje sobre o incêndio que está atingindo as pastagens da região. Não se sabe ainda o quanto de área já foi afetada. A principal preocupação é que o fogo se aproxima das fazendas.

“Hoje fomos acionados por um incêndio que atinge a região de Campo Maior, a região das fazendas históricas, na PI que liga Campo Maior a Castelo. Aproximadamente a 25 km de Campo Maior, e lá tem fazendas históricas, centenárias. É uma região de muita pastagem e com origem na Abelheiras, e o fogo está assustando as pessoas, pois existe uma série de fazendas lá”, afirmou.

Um morador da região chegou a gravar um vídeo afirmando que está preocupado com o incêndio e que estão jogando água ao redor da residência para que o fogo não se aproxime. "Está chegando no fundo da casa, é um perigo (..) já está perto da casa, tem três quilômetros para frente e o problema é gado, que está solto", relatou.

O tenente-coronel informou que devido ao tempo seco, fica mais difícil combater o incêndio, principalmente porque está ocorrendo em uma região de pastagem onde é mais fácil ocorrer a propagação.

“Incêndio em pastagem é difícil de ser combatido, pois as pastagens estão secas, as equipes estão empregadas, mas o comparecimento do Corpo de Bombeiros ajuda na orientação e enfrentamento, e na espera do momento mais propício para a extinção, que é no final da tarde e início da noite, que é quando temos temperaturas mais baixas. Pois nesse horário do dia [pela manhã e tarde] se propaga rapidamente e existem cuidados especiais, pois dependendo da situação, até a vida das pessoas que estão combatendo corre risco”, explicou.

Egídio Leite ainda alertou para as pessoas terem cuidado e para evitarem usar o fogo como forma de limpar o terreno.

“É um momento delicado que estamos enfrentando nesse período de queimadas e nunca é demais pedir que as pessoas evitem a prática de fogo como mecanismo de limpeza, que se tenha extremo cuidado, e que não venha a se transformar em incêndio de grandes proporções, piorando a qualidade do ar, risco para animais e pessoas”, alertou.

 

‘Melhor em Casa’ é destaque nacional em Webinário do Ministério da Saúde

O Programa Melhor em Casa, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Campo Maior foi escolhido pela Coordenação Geral de Atenção Domiciliar da Saúde (CGADOM-MS) para partilhar suas experiências positivas no Webinário que terá como tema ‘SAD: Reabilitação Funcional para pacientes em alta complexidade’, nesta quarta-feira, dia 30 de setembro.

Irão participar o fonoaudiólogo Aristides Pinho e os fisioterapeutas Daniel Araújo e Nyhara Sousa do Programa Melhor em Casa de Campo Maior e a nutricionista Eliza de Souza Sampaio, do Programa Melhor em Casa de Poços de Caldas-MG.

O Webinário faz parte parte do projeto de educação continuada desenvolvido pelo Programa Melhor em Casa a nível nacional e trará os aspectos imprescindíveis na abordagem terapêutica no processo de reabilitação de pacientes. A intenção é promover a discussão de experiências, trazendo sempre temas recorrentes no cotidiano da atenção domiciliar e equipes e profissionais que se destaquem na área.

Dentro dessa dinâmica, o Webinário vai contar com a apresentação das experiências de 2 equipes do Melhor em Casa (Campo Maior-PI e Poços de Caldas-MG). A transmissão acontece ao vivo através do link https://datasus.saude.gov.br/emtemporeal*, das 10h às 12h.

De acordo com a coordenadora do Melhor em Casa de Campo Maior, Carla Samira, a participação no Webinário é um reconhecimento do Ministério da Saúde pelos trabalhos desenvolvidos no município, que se destaca no atendimento domiciliar, proporcionando e ampliando o acesso dos campomaiorenses a uma saúde pública de qualidade:

Estamos muito felizes com mais um reconhecimento, desta vez partilhando as experiências positivas dos nossos profissionais, destacando o trabalho que vem sendo desenvolvido na Fonoaudiologia e na Fisioterapia. Tudo isso é fruto do trabalho e do compromisso do prefeito Joãozinho Félix e da secretária de Saúde, Dorilene Vidal Félix, em prol de uma saúde pública acessível e de qualidade, disse.

Ascom

Incêndio invade pátio da PRF queima veículos em Campo Maior

Foto: Enviada ao cidadeverde.com

Atualizada às 16h20

Um incêndio de grandes proporções atingiu o pátio de veículos apreendidos da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Campo Maior, que fica a cerca de 80 km de Teresina, na tarde desta segunda-feira (4). Dois caminhões que se encontravam no local foram parcialmente atingidos pelas chamas. Por volta das 16h, o fogo foi controlado pelos bombeiros que estão no local. 

De acordo com a PRF, o fogo iniciou em uma área de mata próxima ao pátio e atingiu a área da instituição. O órgão não informou com exatidão quantos veículos foram atingidos pelas chamas.

O subcomandante do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel José Veloso, informou que uma equipe foi deslocada para atender a ocorrência. Devido às altas temperaturas, da vegetação seca e dos ventos, existe uma preocupação com o alastramento do fogo para outras regiões. 

O fogo também atingiu a subestação de energia do município, o que causou interrupção no fornecimento para parte da região. Segundo a Equatorial Piauí, o próprio sistema causou a interrupção e o religamento de forma automática. 

 

 

Nota de Esclarecimento - Campo Maior

A Equatorial Piauí informa que, no início da tarde desta segunda-feira (4), uma queimada nas proximidades da Subestação do município de Campo Maior causou uma interrupção momentânea do fornecimento de energia para alguns clientes da região. Por meio de equipamentos automatizados, que restabelecem o fornecimento de forma automática em caso de interrupções, foi possível normalizar o serviço na área poucos minutos após o acontecimento. 

A Distribuidora comunica que desde o início da ocorrência acionou o corpo de bombeiros e a Defesa Civil que já chegaram no local e seguem trabalhando no controle das chamas.

A Equatorial ainda alerta que a prática de queimadas é considerada crime conforme o Código Penal Brasileiro (Lei nº 2.848) e a Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal nº 9.605), que estabelece pena de reclusão e multa.

 

Redação
[email protected]

Hospital Regional de Campo Maior passa a oferecer proctologia

O Hospital Regional de Campo Maior (HRCM) está oferecendo uma nova especialidade médica para a população da região dos Carnaubais. A unidade hospitalar passa a contar com atendimento em proctologia e, com isso, a população não precisará mais ir até Teresina para ter acesso à especialidade.

Inicialmente, o especialista fará consultas e cirurgias, quando necessário, a cada 15 dias. “Vamos analisar a demanda que será apresentada pela população. Caso haja uma procura maior que a esperada, o médico estará presente na unidade por um período maior”, explicou a gestora do HRCM, Nádia Costa.

Proctologia é a área médica que trata de doenças do intestino grosso, reto e ânus. Entre as doenças mais comuns dessa especialidade, estão as hemorroidas, constipação ou diarreia crônicas, infecções e câncer colorretal.

Nádia destacou que, atualmente, não há uma fila de espera para esse especialista. “Porém, muitas vezes, as pessoas não buscam atendimento por vergonha ou medo de um diagnóstico de uma doença grave. Agora, temos esse atendimento mais próximo e precisamos conscientizar a população sobre a importância de buscar uma consulta médica”, destacou.

Os agendamentos em proctologia serão feitos pela regulação da Secretaria Municipal de Saúde.

O Hospital Regional de Campo Maior, gerido pela Santa Casa de Chavantes, realiza atendimentos de alta complexidade na região dos Carnaubais, onde é referência para os municípios Assunção do Piauí, Boa Hora, Boqueirão do Piauí, Buriti dos Montes, Cabeceiras do Piauí, Campo Maior, Cocal de Telha, Castelo do Piauí, Jatobá do Piauí, Juazeiro do Piauí, Nossa Senhora de Nazaré, Novo Santo Antônio, Sigefredo Pacheco, São João da Serra, São Miguel do Tapuio.

A unidade tem atendimento 24h em caráter de urgência/emergência e ambulatorial, nas áreas de clínica médica, cirurgia geral, ortopédica, maternidade/obstetrícia, medicina intensiva adulto, pediatria, fisioterapia, nutrição, psicologia, odontologia e fonoaudiologia.

Da Redação

Suspeito de esfaquear a ex-mulher é preso pela PM em Campo Maior

Foto: PM-PI

A Força Tática do 15° Batalhão realizou no domingo (26) a prisão de um homem conhecido como "Antonio do Galo" que é suspeito de desferir várias facadas na ex-mulher na cidade de Campo Maior, a 84 km de Teresina.

Segundo a Polícia Militar, "Antonio do Galo" desferiu vários golpes de faca na ex-mulher no dia 8 de julho no bairro Cariri. Após o crime, ele fugiu e não foi localizado. Já a vítima foi socorrida e conseguiu sobreviver. 

Após o crime, o Juizado da Vara Criminal de Campo Maior emitiu mandado de prisão contra ele por tentativa de feminicídio. 

O mandado foi cumprido no domingo, após ser localizado pela Força Tática do 15° BPM em uma residência no bairro Califórnia. Ele foi preso e conduzido para a delegacia de Campo Maior, onde ficará à disposição da justiça.

 

Bárbara Rodrigues
[email protected]

Jovem de 26 anos morre após queda de motocicleta na BR-343 em Campo Maior

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Um homem de 26 anos morreu após cair de uma motocicleta na noite de sexta-feira (25) na BR-343 na cidade de Campo Maior, a 84 km de Teresina.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o acidente ocorreu por volta das 22h50, no trecho do KM 256 da BR-343.

O homem estava em uma motocicleta quando perdeu o controle do veículo e acabou caindo na rodovia. Com o acidente ele acabou morrendo no local.

A perícia criminal foi acionada e uma equipe do Instituto de Medicina Legal (IML) fez a retirada do corpo do local. A causa do acidente será apurada pela Polícia Rodoviária Federal .

 

Bárbara Rodrigues
[email protected]

Homem sofre acidente de moto e é preso com arma de fogo

Um homem de iniciais J.R.R. sofreu um acidente de motocicleta na manhã dessa quarta-feira (23) na avenida Surubim, em Campo Maior, foi socorrido, e no momento do atendimento no Hospital Regional, o médico de plantão encontrou  uma arma de fogo na cintura da vitima.

De imediato a Assistência Social do Hospital Regional entrou em contato com a Polícia Militar e os PMs apreenderam a arma de fogo, um revólver calibre 38, com 05 munições intactas.

Os policiais militares permaneceram no hospital até o paciente receber alta. Logo que foi liberado o homem foi conduzido para a delegacia onde foi autuado por posse ilegal de arma de fogo e munição.

Com informações portaldeolho

TCE dará curso de capacitação técnica em Campo Maior

O Tribunal de Contas do Estado vai promover no próximo dia 1º de setembro, em Campo Maior, um curso de capacitação técnica destinado a vereadores e servidores municipais. O curso será ministrado no auditório da Câmara Municipal, na Praça Bona Primo, no centro. Inscrições podem ser feitas clicando aqui.

A capacitação vai envolver os temas: Parecer Prévio do Tribunal de Contas, Prestação de Contas e Orçamento Público, O Papel do Vereador e a Fiscalização das Contas Públicas, Orçamento Público Municipal e Emendas Impositivas. O curso terá a duração de oito horas.

A partir das 8 horas a auditora de controle externo Liana de Castro Melo Campelo, diretora de Fiscalização de Gestão e Contas Públicas do TCE vai falar sobre o parecer prévio. Às 10 horas, a auditora de controle externo Edileuza Borges Sena falará sobre prestação de contas e orçamento público.

No turno da tarde, às 14 horas, acontece o curso sobre o papel do vereador, a fiscalização das contas públicas, orçamento municipal e emendas impositivas ministrado pelo auditor João Luís Cardoso Figueiredo Júnior, chefe do Núcleo de Gestão das Informações Estratégicas (NUGEI/TCE) e pelo auditor José Inaldo de Oliveira e Silva, diretor de Fiscalização de Pessoal e Previdência do TCE.

Fonte: TCE-PI

Homem sofre acidente e é preso em hospital com arma de fogo em Campo Maior

Foto: PM

Um homem sofreu um acidente de motocicleta na quarta-feira (23) e foi preso após ser localizado com uma arma de fogo em hospital na cidade de Campo Maior, a 84 km de Teresina.

A Polícia Militar informou que o homem sofreu o acidente na Avenida Surubim, em Campo Maior, foi socorrido, e no momento do atendimento no Hospital Regional de Campo Maior, o médico de plantão encontrou uma arma de fogo na cintura dele. 

A Assistência Social do Hospital Regional entrou em contato com a Polícia Militar em Campo Maior e os PMs apreenderam a arma de fogo, um revólver calibre 38, com cinco munições intactas. 

"Os policiais militares permaneceram no hospital até o paciente receber alta. Logo que foi liberado o homem foi conduzido para a delegacia de Campo Maior, onde foi autuado por posse ilegal de arma de fogo e munição", informou a PM.

 

Bárbara Rodrigues (Com informações da PM)
[email protected]

Posts anteriores