Cidadeverde.com

Prefeito de Bom Jesus decreta luto de três dias após morte de produtor rural

Foto: Reprodução Facebook

O prefeito de Bom Jesus, Marcos Elvas, decretou luto oficial de três dias após a morte de um dos grandes produtores do cerrado piauiense. Cezar Marafron morreu nessa sexta-feira (25), na própria fazenda em Redenção do Gurguéia, também no interior do Piauí. Ele sofreu uma descarga elétrica enquanto manuseava uma bomba usada na aeração de um criatório de peixes. Um vaqueiro identificado apenas como Carlos foi tentar salvá-lo e também veio a óbito. 

O velório de Cezar Marafron acontece na igreja do bairro São Pedro, em Bom Jesus. Às 16h está prevista uma missa e o sepultamento às 17h. Ele- que também era presidente do Sindicato Rural de Bom Jesus- deixa quatro filhos. 

"Foi uma tragédia. Além de um produtor rural bem conceituado, tinha uma participação ativa na Aprosoja, no sindicato e na igreja. Era um cidadão de bem, uma pessoa querida que se importava também em dedicar seu tempo ao trabalho social. Perdi um grande amigo", disse o prefeito ao Cidadeverde.com que  se manifestou também por  meio de nota de pesar. 

Com profundo pesar, lamento o falecimento do agropecuarista e amigo Cezar Marafon e de seu colaborador Carlos. Marafon foi um dos pioneiros do nosso Cerrado e estava à frente do Sindicato dos Produtores Rurais de Bom Jesus, sempre acreditando no potencial de nossa terra. Como forma de prestar homenagem à sua história e à sua colaboração para o desenvolvimento do Piauí e de Bom Jesus, a Prefeitura Municipal decretou luto oficial de três dias. Nossos sentimentos e solidariedade à sua família, em nome da Sra. Arlete, e também aos familiares e amigos de Carlos, neste momento de dor. 


Por meio de nota, a Associação dos Produtores de Soja do Estado do Piauí (Aprosoja) também  lamentou a morte do grande produtor rural. 

A Associação dos Produtores de Soja do Estado do Piauí (Aprosoja), entidade de classe que congrega os produtores de soja e outras culturas, seccional da Associação Brasileira dos Produtores de Soja, e representando as diversas entidades que compõem sua base, conforme Estatuto, vem a público manifestar extremo pesar pelo falecimento do amigo, produtor rural, presidente do Sindicato Rural de Bom Jesus-PI, Cezar Marafron, grande lutador em prol do desenvolvimento da agricultura no cerrado piauiense, produtor que acreditava e trabalhava pelo Piauí, deixa sua marca como desbravador e empreendedor da nossa agropecuária.

Em nome dos produtores de soja do Piauí, agradecemos por todo esforço, contribuição e serviços prestados à agricultura no Estado. Estamos de luto!

Nossos mais sinceros sentimentos à família e aos amigos por esta inestimável perda.


Graciane Sousa
[email protected]

PRF apreende armas, munições e mais de R$ 400 mil em drogas dentro de van

Foto: divulgação PRF-PI

Três suspeitos de transportar armas, munições e mais de R$ 400 mil em drogas no compartimento falso de uma van foram presos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). O flagrante ocorreu nessa quinta-feira (25), na BR-135, na cidade de Bom Jesus, no interior do Piauí. 

Foram apreendidos cocaína, maconha e skunk, droga conhecida como supermaconha, além de dois revólveres e munições. 

"Os policiais abordaram o veículo e, ao fazer a fiscalização, detectaram que o condutor e os passageiros apresentaram  nervosismo e relatos incoerentes acerca do itinerário e das razões de sua viagem. Ao proceder a revista minuciosa, os policiais localizaram a droga, as armas e munições em fundos falsos do veículo", explica Alexsandro Lima, assessor de Comunicação da PRF-PI.

O motorista da van têm 29 anos e os demais ocupantes 18 e 42 anos. 

Foto: divulgação PRF-PI

"Eles informaram que são naturais do estado da Bahia, pegaram a droga de um traficante em São Paulo e que levaria até o estado de Goiás. Pelo serviço receberiam R$ 5 mil, porém não informaram pra quem entregaria", disse Lima. 

Os suspeitos e a droga foram levados para a delegacia de Bom Jesus.  Eles devem responder por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.


Graciane Sousa
[email protected]

Em carta, Bispo denuncia violência e cobra delegacia da Mulher em Bom Jesus

Foto: Arquidiocese de Teresina

A diocese de Bom Jesus divulgou uma carta aberta direcionada ao governador Wellington Dias (PT) e à sociedade piauiense. No documento, assinado pelo Bispo da diocese do município, Dom Marcos Antônio Tavoni, são apresentadas diversas cobranças relacionadas ao setor da Segurança Pública na região sul do Estado.

O documento cita alguns casos recentes de violência que repercutiram na região, como o feminicídio da jovem Mirian Silva Santana, de 27 anos, morta pelo marido; e cobra a instalação de uma Delegacia da Mulher em Bom Jesus. 

"Bom Jesus não ganhou uma Delegacia da Mulher, como convinha, mas simplesmente a nomeação de uma Delegada da Mulher; e esta ficou responsável pelo atendimento, ao mesmo tempo, de todos os municípios da região, mas não possui efetivo e nem espaço físico para trabalhar. Não há lugar adequado para acolher a vítima humilhada, nem o agressor criminoso, muito menos viaturas e policiais qualificados para lidar com as situações", diz o texto. 

O Bispo da Diocese de Bom Jesus também faz críticas à situação dos atendimentos no Hospital Regional de Bom Jesus. 

"[...] não oferece condições, nem pessoal capacitado para o atendimento das mulheres vitimizadas pela violência física ou sexual. O legista que atesta o estupro nunca se encontra em seu plantão, aumentando a humilhação das vítimas, obrigando-as a procurá-los em suas suntuosas clínicas particulares. Nem mesmo uma pandemia foi capaz de trazer para Bom Jesus um só leito de UTI", afirma o documento. 

No documento, o Bispo de Bom Jesus também afirma que os casos de violência na região 'estão sempre associados ao consumo de álcool ou drogas', e faz um pedido de socorro às autoridades do Estado. 

"Falta-nos uma Delegacia da Mulher efetiva; falta-nos assistência hospitalar adequada; falta-nos um judiciário eficiente. Falta-nos um combate efetivo do tráfico e do consumo de drogas. Pedimos socorro!", diz o texto. 

[...] Que se possa lançar um olhar de compaixão para a população do Sul do Piauí, enxergando nela cidadãos que precisam ser respeitados nos seus direitos e dignidade como pessoa", completa o texto. 

O cidadeverde.com entrou em contato com o bispo de Bom Jesus, Dom Marcos Antônio Tavoni, que confirmou a veracidade e reafirmou o teor do documento. "Estamos cobrando as promessas feitas pelo governo do Estado, como a instalação da delegacia da mulher em Bom Jesus. São reivindicações antigas" disse. 

Dom Marcos Tavoni também justificou o que motivou a Igreja a encabeçar as reivindicações dos moradores da região.  "A igreja é a voz daqueles que não têm voz, a gente então procura cumprir a nossa dimensão profética, de denunciar. A igreja, como instituição cristã, ela zela pelo bem estar das famílias. Os padres acolhem as famílias e lidam o tempo todo com os problemas. A igreja cumpre o seu papel, mas chega um ponto que o Estado também precisa cumprir o seu", argumentou. 

 

Confira a íntegra da carta

 

Outro Lado

O cidadeverde.com apurou que a carta aberta divulgada pela Diocese de Bom Jesus já foi sido respondida pelo governador Wellington Dias, através da equipe do seu gabinete. Na resposta, uma das justificativas que teriam sido apresentadas para o atraso na instalação de uma Delegacia da Mulher em Bom Jesus é que a pandemia da Covid-19 atrasou o processo de formação dos agentes que deverão atuar no local. 

O cidadeverde.com também entrou em contato com o governo do Estado, através da Coordenadoria de Comunicação Social, mas ainda aguarda um posicioanmento sobre as demanadas apresentadas na carta assinada pelo Bispo de Bom Jesus. 

 


Natanael Souza
[email protected]

 

Governo se prepara para licitar obras do aeroporto de Bom Jesus

O Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado dos Transportes (Setrans), se prepara para executar uma série de obras no aeroporto de Bom Jesus. O Ministério da Infraestrutura, por meio da Secretaria Nacional de Aviação Civil, aprovou projeto e autorizou a licitação das obras de infraestrutura no local. Serão investidos recursos na ordem de R$ 28.040.614,36.

As obras devem começar pela reforma e ampliação da pista de pouso e decolagem; construção do novo terminal de passageiros; implantação de balizamento noturno, Central de Utilidades (CUT) e equipamentos de auxílio a navegação aérea para o aeroporto de Bom Jesus do Gurguéia. O terminal localizado na cidade de Bom Jesus, região que é um importante polo de produção agrícola do Estado. Ele possui uma pista de pouso e decolagem com pavimento asfáltico e dimensões de 1.200m de comprimento por 20m de largura.

De acordo com o secretário de Transportes, Hélio Isaias, a obra foi projetada para alavancar a cadeia produtiva econômica e trazer mais investimentos e desenvolvimento. “A reforma e ampliação do aeroporto de Bom Jesus é uma obra de infraestrutura de Transportes de grande relevância para o desenvolvimento econômico, principalmente para região sul do nosso Estado. A sua construção vai alavancar as negociações referentes ao polo agrícola que é muito forte em toda a região sul, onde a produção de grãos é a principal atividade econômica. Essa obra vai trazer muitos investidores, consequentemente mais emprego e renda para as cidades e para as populações dos municípios que integram essa cadeia produtiva de grãos”, disse.

Da Redação
[email protected]

Passageiro é preso com carga de eletrônicos contrabandeada avaliada em R$ 130 mil

Foto: divulgação PRF-PI

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de eletrônicos contrabandeada avaliada em R$ 130 mil. Celulares, acessórios para TVs, caixas de som, relógios e acessórios eram transportados em um ônibus de turismo que vinha de São Paulo com destino ao Piauí. 

O flagrante ocorreu nessa segunda-feira (14) na BR-135, na cidade de Bom Jesus, no interior do Piauí. Um passageiro de 26 anos foi preso acusado do crime de descaminho.

"Os policiais abordaram o veículo e notaram alguns passageiros nervosos e com relatos desconexos. Após uma verificação no compartimento de bagagem foi detectado o carregamento de eletrônicos que estava na posse de um dos passageiros", disse Alexsandro Lima, assessor de Comunicação da PRF-PI.

De acordo com a PRF, o suspeito informou que era natural do Piauí e estava levando a mercadoria para a cidade de Esperantina, também no interior do estado. 

O passageiro e a mercadoria foram encaminhados para a delegacia. Ele deve responder por descaminho. 

 

Graciane Sousa
[email protected]

Caso Miriam: população faz ato por justiça e pede Delegacia da Mulher na região

  • bj_joao_vitor9.jpg João Victor/Portal B1
  • bj_joao_vitor8.jpg João Victor/Portal B1
  • bj_joao_vitor7.jpg João Victor/Portal B1
  • bj_joao_vitor6.jpg João Victor/Portal B1
  • bj_joao_vitor5.jpg João Victor/Portal B1
  • bj_joao_vitor4.jpg João Victor/Portal B1
  • bj_joao_vitor3.jpg João Victor/Portal B1
  • bj_joao_vitor2.jpg João Victor/Portal B1
  • bj_joao_vitor1.jpg João Victor/Portal B1

Por justiça, moradores de Bom Jesus protestaram em frente a Delegacia Regional após o assassinato de Miriam Silva de Santana na terça-feira (08). Amigos, familiares e até desconhecidos se uniram e fizeram uma caminhada da praça do antigo fórum até a delegacia, onde companheiro da vítima, suspeito de matá-la, está preso. Eles iniciaram um abaixo-assinado para criação de uma Delegacia Regional da Mulher na cidade. 

"Miriam era uma pessoa conhecida na cidade, muito querida. Foi muita barbaridade.  Eu e duas amigas estávamos conversando, quer não poderíamos deixar esse crime passar, que podíamos ir até a porta da delegacia, chamar atenção, de forma pacífica, para que esse mostro não fique impune". 

As três amigas decidiram criar um grupo no WhatsApp "Queremos Justiça", que logo chegou a 250 participantes, e precisaram abrir um segundo grupo. O grupo com diversas pessoas saíram em caminhada, alguns de moto e carro, pela cidade. 

Alguns se ausentaram por um momento do velório de Miriam para reforçar o ato. Miriam será sepultada nesta quarta-feira (09) no cemitério de Bom Jesus.  Ela deixa dois filhos, que teve com o suspeito de cometer o crime. 

"Vamos iniciar um abaixo-assinado para instalação de uma Delegacia Regional da Mulher. Acredito que muitas mulheres não denunciam os seu agressores porque não temos uma delegacia própria pra isso. Na delegacia regional só tem praticamente homens (trabalhando). As mulheres se sentiriam mais à vontade se tivessem esse equipe multifuncional em um prédio próprio, com outras mulheres trabalhando. Protestamos por justiça e também pra levantar essa crítica na cidade".

O protesto também chama a atenção para a quantidade de crimes contra mulheres na região Sul do Piauí. No domingo (6), uma agente de saúde foi morta a facadas no município de Alvorada de Gurgueia e, na noite de segunda (07), uma jovem sofreu um tiro de arma de fogo em um estabelecimento na cidade de Bom Jesus. 

O delegado regional de Bom Jesus, Jusciêr Santos, informou ao Cidadeverde.com que aguarda os tramites legais para a transferência do suspeito para o presídio. Até a publicação dessa matéria, o suspeito não tinha declarado sobre o crime contra a Miriam em depoimento, mas, em relação à filha de três anos, ele negou que tentou sufocá-la. 


 Miriam Silva de Santana (foto: arquivo pessoal)

 

Carlienne Carpaso
[email protected]

Marido mata mulher e tenta asfixiar a própria filha em Bom Jesus

Foto: arquivo pessoal

Uma mulher de 27 anos, identificada como Miriam Silva de Santana, foi morta a facadas pelo próprio companheiro na tarde desta terça-feira (08) em Bom Jesus, município distante 600 km ao sul de Teresina. O crime aconteceu por volta das 15h. 

De acordo com informações da Polícia Militar, após uma discussão o homem esfaqueou a esposa. A vítima chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento de Urgência (SAMU), mas morreu a caminho do hospital. 

Ainda de acordo com informações da PM, após esfaquear a esposa o homem também tentou sufocar a filha do casal. “Quando a equipe chegou ao local, encontrou a mulher no chão e ele tentando asfixiar a própria filha. Imediatamente já algemamos e o conduzimos para a delegacia”, informou o soldado Erisvaldo Moreira, do 19º Batalhão da Polícia Militar. 

O suspeito, identificado como Paulino da Silva Rodrigues, de 34 anos, foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia regional de Bom Jesus.  O caso vai ser investigado pela Polícia Civil 

Outros casos

O caso desta terça-feira (08) é o segundo feminicídio registrado na região de Bom Jesus em menos 72 horas. No último domingo, uma agente de saúde e pré-candidata a vereadora foi morta em Alvorada do Gurgueia, município distante 539 km de Teresina. 


Natanael Souza
[email protected] 

Duas idosas morrem em colisão entre carro e ônibus na BR-135

Duas mulheres morreram em um acidente na BR-135, na noite desta terça-feira (01) em Bom Jesus (a 600 km de Teresina). O carro em que estavam colidiu frontalmente com um ônibus, por volta das 21h, no km368. 

As duas eram idosas, de 63 e 67 anos, estavam em um Corsa Classic e morreram ainda no local. O condutor do ônibus, de 48 anos, passou por teste alcoolemia que deu negativo. 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a equipe que esteve no local verificou os vestígios e ouviu declaração de testemunhas e do condutor do ônibus, e detectaram preliminarmente que a condutora do veículo de passeio invadiu a faixa contrária e colidiu no ônibus. 

“Há indícios de fadiga e cansaço por parte da condutora do veículo de passeio, tendo em vista que estava realizando uma viagem longa de outro estado e por não ter vestígios de marcas de frenagem nem ultrapassagem.  Foi feito o teste de alcoolemia no condutor do ônibus, resultando negativo para a ingestão de álcool”, destaca nota da PRF. 

A Polícia Civil foi acionada para os procedimentos cabíveis.

 

Caroline Oliveira
[email protected]

 

Vereador faz B.O após adolescente dançar na Câmara de Bom Jesus

Uma adolescente postou um vídeo dançando na Câmara de Vereadores de Bom Jesus, no extremo Sul do Piauí. As imagens foram publicadas nas redes sociais neste domingo (30) e têm viralizado em grupos de WhatsApp.  

No vídeo, a adolescente aparece rebolando ao som da música "Guerra Bundial" no plenário da Casa Legislativa. A dançarina se apresenta em seu perfil pessoal no Instagram com idade de 18 anos. 

Nestor Elvas, presidente da Câmara de Vereadores de Bom Jesus, confirmou que as imagens foram registradas na sede do legislativo municipal e que registrou boletim de ocorrência nesta segunda-feira (31). 

"Como sou candidato, desconfio que fizeram isso de forma fraudulenta para denegrir minha imagem. Já registrei BO para descobrir como ela entrou, quem pagou. Eu não conheço ela", disse o vereador. 

Devido à pandemia, as sessões na Câmara de Bom Jesus estão ocorrendo apenas virtualmente, mas segundo o vereador, o prédio permanece aberto para o funcionamento das demais atividades. 

O Cidadeverde.com falou com delegado regional de Bom Jesus, Jucier Santos. Ele confirmou que o Boletim de Ocorrência foi registrado e disse que não houve crime. Segundo a polícia, a adolescente teria entrado na Câmara autorizada pelo vigilante.

"Esse registro vai servir para algum procedimento administrativo da Câmara, mas não vai ser instaurado inquérito policial. Só iria ouvi-la caso fosse de instaurar inquérito", disse o delegado.  

 


Graciane Sousa
[email protected]

Operação desarticula grupo de grilagem de terras em Bom Jesus

Foto: Divulgação

Uma ação conjunta do Ministério Público em parceria com o Interpi, Secretaria de Meio Ambiente e Polícia Militar, resultou na prisão de duas pessoas por grilagem de terras no município de Bom Jesus, no sul do Piauí. A dupla faz parte de um grupo acusado de se apropriar de terras públicas e realizar desmatamento ilegal.

De acordo com o Ministério Público,  uma área de 3 mil hectares chegou a ser desmatada de forma irregular. A ação foi deflagrada após a identificação da área ser feita através de monitoramento de satélite. 

"Essa operação visou, efetivamente, combater uma invasão de terra, em uma potencial sobra de área pública, por pessoas não autorizadas. São pessoas que efetivamente se deslocaram até a área, realizaram desmate ilegal, usando de maquinário pesado, desmataram cerca de 3 mil hectares. Isso estava sendo monitorado pelo Interpi, que constatou por satélite essa atuação. O Interpi entrou em contato com o Ministério Público, pelo grupo de combate a grilagem, que acionou a Semar e a Polícia Militar, e em uma operação conjunta nos deslocamos até a área e foi constatada a situação", explicou o promotor Mauricio Gomes, coordenador do Grupo Especial de Regularização Fundiária e de Combate à Grilagem ( Gercog).

Ainda de acordo com o promotor, o objetivo do grupo seria realizar a chamada grilagem de terra, através da tentativa de conseguir titulações fraudulentas. "O que se constatou no local foi um desmate gigantesco, uma tentativa de invasão de área pública para fins de futura regularização, tentar provar uma posse que não existia junto ao Interpi, por uma titulação por esse mecanismo" 

Durante a operação realizada nesta quinta-feira (27), também foi verificado que trabalhadores estavam vivendo no local em condições análogas à escravidão. "No local não tinha sequer um banheiro para os trabalhadores. Os trabalhadores não tinham um refeitório. Eles dormiam amontoados dentro de um ônibus. Essa é a situação encontrada no local, degradante e desumana", explicou. 

Foto: Divulgação 

Além das prisões, também foram apreendidos tratores, um ônibus, e  gerador de energia. 

A área pública invadida está embargada pela Secretaria de Meio Ambiente, que ficará responsável por conduzir o processo de regularização, em parceria com o Interpi. 

Trabalho Integrado 

O coordenador do Grupo Especial de Regularização Fundiária e de Combate à Grilagem ( Gercog), promotor Mauricio Gomes, também destacou a importância da atuação integrada de instituições para possibilitar um resultado positivo. 

"Uma coisa que merece ser destacada é que quando a informação é bem tratada, é de interesse público, e é bem tratada, há resultados positivos. Nesse caso, a gente está diante de um cenário desses. O Interpi, com sucesso, identificou um problema e soube compartilhar essa informação com os órgãos de fiscalização. Isso resultou em uma solução rápida. Quando os órgãos públicos dão as mãos, a sociedade ganha", destacou.  

 


Natanael Souza e Glenda Uchoa 
[email protected] 

 

 

Posts anteriores